Life&Style

Por que o uso do celular e de televisores pode atrapalhar o sono?

É importante saber que aparelhos eletrônicos prejudicam o sono e a saúde de adultos e, principalmente, crianças.

sono

Atualmente, é praticamente impossível imaginar o mundo sem dispositivos eletrônicos. Quase todos os aspectos de nossas vidas dependem da tecnologia. Até agora, as inovações tecnológicas trouxeram uma série de benefícios para a humanidade.

No entanto, desde a invenção dos smartphones, a maioria de nós tornou-se viciada em dispositivos eletrônicos. Mais da metade dos brasileiros usam estes aparatos dentro de uma hora antes de deitar para dormir. Infelizmente, tecnologia e sono não costumam andar de mãos dadas. 

Como a tecnologia afeta o sono?

A luz brilhante de celulares, tablets, computadores e televisores bloqueia a liberação do hormônio do sono, a melatonina, após apenas 1,5 horas de uso à noite. Esta é a substância que sinaliza ao cérebro que é hora de dormir, por isso a sua importância. 

A absorção da luz brilhante por meio dos olhos atrasa a liberação de melatonina, dificultando o sono das pessoas. Essa exposição à iluminação resulta em maior atenção e, consequentemente, você fica alerta. 

Os efeitos do uso noturno de eletrônicos são ainda maiores com crianças e adolescentes. Os jovens que mexem no celular à noite, acabam experimentando maiores instâncias de sonolência diurna. 

Além disso, é fácil ficar acordado mais tarde, perder a noção do tempo e priorizar atividades de alta recompensa em vez de dormir. Como a maioria desses dispositivos produz ruídos, por exemplo, alertas de mensagens e atualizações, o sono é interrompido.

Como melhorar a qualidade do sono?

Uma boa noite de sono não só melhora a qualidade de vida, como traz infinitos benefícios para a saúde. Portanto, pare de usar eletrônicos, incluindo, smartphone, tablet, TV e computador, pelo menos, uma hora antes de dormir.

Crie uma rotina relaxante para dormir. Ao desligar todos os seus dispositivos eletrônicos, você pode ler um livro, tomar um banho relaxador, praticar meditação ou ouvir música.

Mesmo quando você não usa eletrônicos antes de dormir, eles podem interferir no seu sono se você os mantiver perto da cama. Portanto, é melhor deixá-los fora do seu quarto. Se não puder deixar o telefone em outra sala por algum motivo, coloque-o no modo silencioso.

Além disso, os dispositivos atuais permitem escolher quais notificações você deseja receber, podendo configurá-lo para permitir mensagens e chamadas apenas de determinadas pessoas.

Quando você precisar usar um dispositivo eletrônico tarde da noite, use o modo noturno. Dessa forma, você reduzirá os efeitos negativos da tela antes de dormir, porque o seu dispositivo emitirá menos luz azul.

Quais são os efeitos do uso de eletrônicos em crianças e adolescentes?

Crianças e adolescentes que dormem com seus aparelhos eletrônicos ligados recebem menos melatonina em comparação com as que não ficam com os dispositivos na hora de dormir. 

Estima-se que crianças percam até uma hora de sono por noite. No caso dos adolescentes que dormem com seus telefones, há diminuição de cerca de 30 minutos, em comparação com os jovens que desligam seus dispositivos.

Existem muitos efeitos negativos da tecnologia para a saúde. Por isso, os pais devem estabelecer certas regras sobre o uso antes de dormir. Uma delas é ajudar a criança a desenvolver um ritual noturno saudável, como ler antes de dormir. Numerosos estudos mostram que a leitura para crianças pequenas traz uma série de benefícios para elas.

Explique a elas a relação entre tecnologia e sono, falando sobre a importância de uma boa noite de descanso. Se eles entenderem como o uso da tecnologia interfere no sono, provavelmente, tomarão uma boa decisão por si mesmos.

Ajude seu filho a encontrar mais tempo para dormir. Tente reorganizar agendas lotadas para que possam terminar tudo um pouco mais cedo. Dessa forma, eles terão mais tempo para relaxar e ainda poderão usar os eletrônicos. Além disso, você deve desenvolver bons hábitos de sono, já que filhos tendem a se inspirar nos pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *