Life&Style

O que a roupa que você veste tem a ver com a sua produtividade no trabalho?

Escolher o look para trabalhar pode impactar diretamente na produtividade no trabalho

produtividade no trabalho

Trabalhar em casa pode remeter ao conforto que o lar proporciona e é comum que as pessoas usem roupas largas e pijamas. Mesmo que você se sinta extremamente confortável, essas podem não ser as melhores peças para usar durante o trabalho.

O uso da roupa certa pode gerar resultados na sua produtividade no trabalho diário e na quantidade de atividades que consegue realizar. É como se, quando você veste roupas de ir trabalhar, o cérebro agisse de maneira diferente. Vamos entender.

Motivo de evitar o pijama

Usar pijama é um grande estímulo para o relaxamento. Isso porque essa roupa é usada para dormir ou quando você fica em casa, sem fazer nada, ou seja, totalmente o contrário do horário de trabalho.

É preciso lutar, dependendo do ambiente, contra as distrações do lar, como TV, crianças, etc. Usar uma roupa que estimule o relaxamento só vai agravar a vontade de deitar e não produzir nada. Afinal, você já está vestido para isso.

Mesmo que seja um conjunto elegante ou uma roupa que nem pareça pijama, é melhor evitar. Deixe a roupa para a hora de dormir ou quando você for se entregar às distrações depois do expediente.

Peças que remetem ao trabalho

Dependendo do dress code da empresa, a roupa pode ser até um pouco menos casual, exigindo apenas uma camiseta e uma calça jeans. Ao se vestir como se fosse sair de casa, o cérebro começa a funcionar em outra vibração, pois, ele entra no modo trabalho.

Assim, é mais fácil evitar a procrastinação, a falta de foco e o sono, ajudando a se concentrar mais rapidamente. São só benefícios para impulsionar a melhora da produtividade todos os dias durante o trabalho remoto.

Outro ponto importante é que, estando vestido normalmente, qualquer reunião que apareça de repente não vai te pegar de surpresa. Você já estará preparado para qualquer emergência que precisa ser resolvida em uma videochamada, por exemplo.

Em tempos de pandemia, não é uma escolha poder trabalhar no escritório ou em casa. Algumas pessoas podem ter mais dificuldades do que outras para se adaptar, então, qualquer pequena mudança positiva é benéfica.

Esta é uma oportunidade para criar combinações de looks que você sempre quis usar, mas não tinha coragem. Além disso, não há a necessidade de trocar de roupas todos os dias, já que não estamos na rua.

Roupas casuais no escritório

Por outro lado, presencialmente, no ambiente de trabalho, a roupa mais leve, sem formalidade, também pode ser positiva. É até mais comum encontrarmos empresas que não tem um dress code específico para seus funcionários, apenas algumas regras básicas.

Isto pode resultar em uma grande motivação para os colaboradores, que não precisam se preocupar em se vestir formalmente para ir trabalhar. Eles apenas precisam estar confortáveis, na medida do possível.

É claro que, em situações que exigem mais formalidade, o funcionário deve estar vestido de acordo com as exigências da ocasião. Porém, ele tem plena consciência de que aquilo não acontece todos os dias.

Hora do descanso

Pode ser difícil, principalmente, no começo, conseguir separar o ambiente de trabalho do de descanso. Contudo, a roupa pode ser o grande coringa nessa situação. Quando você tirar o traje de trabalhar e vestir o pijama, por exemplo, saberá que é hora de curtir uma televisão ou ficar sem fazer nada.

São pequenos sinais que damos ao cérebro e o ajudamos a entender quando é a hora de trabalhar e quando é o momento do descanso. Assim, seu trabalho poderá render igual ou até mais do que no escritório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *