Gastronomia etc.

Bosque Bar é a nova aposta do verão carioca

No modelo pop-up bar, o Jockey Club Brasileiro recebe durante este verão carioca, o Bosque Bar, espaço que reúne boa gastronomia e bons drinques em ambiente ao ar livre, como manda o figurino em tempos de pandemia.

Bosque Bar

Em minhas andanças para visitar novidades pelo Rio de Janeiro, novembro foi um mês particularmente interessante. Hoje eu vou falar sobre o Bosque Bar, um espaço que tem uma proposta bem interessante – reunir música, comidinhas gostosas e bebidinhas refrescantes em um só lugar – tendo um plus: a vista para o Cristo Redentor.

Cariocas e turistas ganharam um novo espaço para encontrar os amigos, ouvir uma boa música e se deliciar com uma gastronomia prática e contemporânea, com cardápio assinado por Itamar Araújo, chef que traz no currículo uma estrela Michelin e anos à frente do Mee, restaurante asiático do Copacabana Palace e que já trabalhou com ícones da gastronomia como Rolland Villard e Alex Atala. Mas não espere encontrar pratos extremamente elaborados, cheios de formalidades, não combina com a proposta leve do lugar. Itamar caprichou na praticidade, com destaque para a mistura de sabores do oriente e ocidente.

A carta de drinques foi outra jogada de mestre, assinada por Rodrigo Jesus. O mixologista selecionou clássicos e autorais que casam perfeitamente com a atmosfera carioca. 

O Bosque Bar, uma proposta que conversa com diferentes públicos, dos mais jovens, que querem curtir a noite, a quem quer curtir uma tarde em família ou um happy hour para relaxar, é mais um daqueles projetos bacanudos com edição limitada, um pop-up bar, ou seja, durante este verão carioca, o público vai encontrar no Jockey Club Brasileiro mais uma boa opção para relaxar. E em tempos de pandemia,  ao ar livre como manda o figurino.

Enquanto estive no local, logo no comecinho da noite, observei os protocolos básicos sendo realizados e fui atendida por colaboradores usando máscara o tempo todo. Em minha mesa, e nas demais, observei dispensers de álcool gel e  os clientes eram orientados a usar suas máscaras, caso se levantassem  de suas mesas para se deslocar até o banheiro, por exemplo. Rolava uma música gostosa que deixava a atmosfera descontraída e durante o tempo em que estive presente, me retirei por volta das 22h, não observei aglomeração.

Bosque Bar

Com cardápio divertido, separado por opções para beliscar “Macacada reunida”, porções individuais “Cada macaco no seu galho” e sobremesas “Macacos me mordam”, além de pizzas, o passeio gastronômico é inevitável.  

Entre as comidinhas do “Macacada reuinda”, já de cara te indico começar com os  crocantes Chips de batata-baroa com chantilly de grana padano, simplesmente maravilhoso em textura e sabor. Depois, siga sem medo de ser feliz para o Crocante (e que crocante) de Arroz com Alga Nori e Creme de Edamame e Wasabi. Se você torceu o nariz por pensar que o Wasabi pode ser muito forte, esqueça. O ponto encontrado é muito leve e igualmente saboroso. Você gosta de dadinhos de tapioca a ponto de não conseguir fugir deles? Pois é, eu também, então essa versão de Dadinhos de Tapioca com Queijo Gruyère e Molho Sweet Chilli combinou super bem. Seguindo na linha mais asiática, mas já na turma do “Cada macaco no seu galho”, chegou à minha mesa o Camarão Hong Kong: carnudos camarões refogados com gengibre, nirá e shoyu. Para finalizar, sim, ainda cabia mais um pouquinho, o Risoni com Queijo Brie e Crocante de Parma foi a investida mais ocidental, da mesma forma que “iniciei os trabalhos”. No cardápio ainda constam sandubas caprichados, ceviche, batatinhas, cogumelos… tem pra todo gosto.

Não posso finalizar sem destacar os saborosos drinques da casa. Eu confesso que mesmo tendo experimentado outras opções, o Mandarina, uma refrescante mistura de bourbon, tangerina, mix de cítricos e citrus conquistou meu coração. Mas não se limite e experimente o Bosque spritz: com espumante, vodka, limoncello e mango  Spice, sem medo de ser feliz.

Bosque Bar

Com uma proposta mesclando curadoria musical personalizada, programação artística, design, gastronomia contemporânea e drinks exclusivos, o projeto é resultado de uma parceria da agência Vibra Marketing e a cervejaria Stella Artois.

O ambiente foi reformulado para abrigar o conceito cool e artístico do Bosque. A arquitetura é toda aberta, mas traz uma sensação de aconchego, com toques de natureza presentes na decoração. Além de longas mesas espalhadas pelo ambiente, um palco onde DJs convidados comandam a trilha sonora das tardes e noites, de acordo com a programação musical do dia, se destaca. 

Minha proposta era curtir um happy hour na companhia de bons drinques, boa comida e boa música, em um ambiente arejado: ✔check.

Bosque Bar: Av. Bartolomeu Mitre, 1314- Gávea, Rio de Janeiro- RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *