Hospedagem

Retomada do turismo: Roteiros de Charme comemora ocupação de seus hotéis

Recuperação das taxas deve acontecer ainda neste último trimestre

Roteiros de Charme

A flexibilização da quarentena na maioria das cidades brasileiras está voltando a movimentar o mercado de turismo. Os viajantes, saudosos em arrumar as malas e colocar o pé na estrada, agora, buscam opções próximas de suas cidades, com muitas atividades ao ar livre e contato com a natureza, confirmando as previsões do trade turístico de que o turismo doméstico seria o grande propulsor da recuperação.

Com um perfil de viajantes que evitam aglomerações e buscam opções de acomodações seguras e confortáveis em meio à natureza, a Associação Roteiros de Charme foi surpreendida com um rápido aumento da demanda e já estima que a retomada aos patamares de ocupação pré-Covid possa acontecer ainda este ano.   

O presidente da Associação Roteiros de Charme, Helenio Waddington, faz um balanço desta retomada das atividades hoteleiras de seus associados. “A taxa de ocupação de nossos hotéis, situados em sua quase totalidade longe dos grandes centros, tem melhorado muito, devendo voltar à normalidade já nos próximos meses. O novo luxo agora é ar puro, natureza e água cristalina”, celebra.

Diferencial de hospedagem Roteiros de Charme

Não à toa a Associação Roteiros de Charme registra incremento na demanda acima da expectativa. Os hotéis do portfólio da associação têm em comum características como grande integração com o ambiente natural de sua região, amplos espaços de vegetação preservada e longe dos grandes centros. Para além disso, existem também muitas opções com chalés e bangalôs isolados, como é o caso do Jaguaribe Lodge, em Fortim (CE) ou o Paraíso Eco Lodge, em Ribeirão Grande (SP), além de empreendimentos que reúnem essas características a poucos quilômetros da capital, como é o caso do Rosa dos Ventos, em Teresópolis (RJ), que é o hotel fundador da associação.

“Reunimos opções de acomodações mais centrais ou remotas, atendendo às mais exigentes expectativas com o mesmo conforto e segurança. Alguns hóspedes buscam chalés isolados, outros encaram a distância como um inconveniente. O mais importante é informar, no momento da reserva e no check-in, os cuidados que o hotel pratica e as restrições obrigatórias locais para que a experiência possa anteder aos anseios dos que estão retomando seus planos de viagens”, afirma Helenio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *