Dicas & Destinos

Pompeiópolis: Turquia inicia escavações no antigo porto

Com mais de mil anos, o porto é um dos maiores e mais importantes do Mediterrâneo Oriental

Pompeiópolis

O Ministério da Cultura e Turismo da República da Turquia iniciou as escavações no antigo porto de Pompeiópolis, que são conduzidas pelo professor Dr. Remzi Yağcı, Chefe do Departamento de Museologia da Faculdade de Letras da Universidade Dokuz Eylül. Datado do século II, o antigo porto tem 1.800 anos e fica localizado em Mersin, no sul do país. As escavações têm previsão de durar aproximadamente dois meses e, em sua primeira fase, o objetivo principal será descobrir os quebra-mares, com a fase final prevista para desenterrar a ligação do porto com a rua colunada.

Observando que a área era um dos maiores portos do Mediterrâneo Oriental, o professor Yağcı explica a relevância histórica do local: “Este é o porto da cidade fundada pelo grande Pompeu. Pompeiópolis foi uma cidade grande e o porto é um indicador de atividade econômica significativa. Embora a maior parte da área ainda esteja soterrada, era um dos portos mais ativos do Império Romano. O local está há muito tempo em nosso programa e agora as obras começaram.”

A equipe de escavação está atualmente trabalhando no quebra-mar ocidental em uma área de 160 metros do comprimento total de 320 metros. A distância entre os dois quebra-mares é de 180 metros e há concretos hidráulicos usados ​​em grandes portos. “Um levantamento de todos os portos romanos mostrou que Pompeiópolis apresenta uma estrutura sólida de dois andares, e um porto na Itália tinha proporções semelhantes. Uma versão da estrutura pode ser vista numa moeda cunhada no 249º aniversário da fundação da cidade. Estátuas na foz dos quebra-mares indicam que este era de fato um porto magnífico. Sua inauguração não é um projeto a médio prazo, mas sim a longo prazo”, conta Yağcı. O professor ainda explica que o porto foi totalmente ativado há quase dois mil anos e quase 3/4 dele estão atualmente cobertos de areia.

História da antiga cidade de Pompeiópolis

Segundo fontes históricas, Pompeiópolis era uma cidade portuária fundada pelos rodianos. Como outras cidades da Anatólia, mais tarde ficou sob o domínio persa, embora fosse uma cidade relativamente autônoma com autoridade para emitir sua própria moeda. Quando Alexandre, o Grande, derrotou os persas em 333 a.C., a região ficou sob domínio helenístico.

Após a morte de Alexandre e sob o governo de seu comandante Seleuco, a cidade experimentou seu período de pico. À medida que o poder dos helenos diminuiu, a cidade foi exposta a ataques de piratas e, em 67 a.C., o general romano Pompeu os derrotou e reviveu a cidade com vários arranjos.

O imperador romano, Adriano, visitou a cidade e forneceu apoio financeiro para a construção do porto. Durante o período bizantino, a Antiga Cidade de Pompeiópolis tornou-se um centro diocesano que se destacou pelo seu aspecto religioso, sendo abandonada devido ao grande terremoto da Cilícia, em 525. Posteriormente, depósitos aluviais transportados pelo riacho Lyparis cobriram a antiga cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *