Variedades & Tecnologia

1ª Expo Internacional da Consciência Negra acontece neste fim de semana

A expo está dividida em cinco espaços: Cultura, Empreendedorismo e Tecnologia, Mulheres Negras, Saúde e Educação

Expo Internacional Dia da Consciência Negra

A cidade de São Paulo está promovendo neste fim de semana a 1ª Expo Internacional da Consciência Negra, feira que tem como objetivo expor talentos negros da cidade em diversas áreas.

O tema desta primeira edição é “São Paulo Farol Antirracista”. Xande Pilares, Leci Brandão, Rael, Rashid, Sandra de Sá e Dexter são alguns dos nomes que se destacam na programação de shows da feira.

A expo está dividida em cinco espaços: Cultura (com 35 stands), Empreendedorismo e Tecnologia (26), Mulheres Negras (25), Saúde (18) e Educação (16). Toda a cenografia foi produzida por profissionais do Carnaval paulistano, reunindo símbolos da África ancestral.

Entre os destaques da feira está a escultura principal na entrada: uma representação da Mãe África, com 10 metros de altura. O Espaço Saúde trará uma experiência sensorial, remetendo à medicina ancestral. Já no Espaço Educação, será recriado um cenário que remete à primeira universidade do mundo, datada de 860 a.C., Tombucto, na cidade do Mali.

Há ainda o Espaço Cultura, com cenografia inspirada no Theatro Municipal de São Paulo. Ele receberá apresentações de grupos e artistas de diversas linguagens artísticas, como circo, teatro, dança e literatura.

“A Cultura Negra é parte fundamental da cidade e também será fundamental para a retomada econômica da capital paulista. Nosso maior ganho em promover um evento de tamanha grandiosidade é mostrar para a população, que em sua maioria é composta por pessoas negras, que podemos ser qualquer coisa”, explica a secretária de Cultura da cidade de São Paulo, Aline Torres.

A 1ª Expo Internacional da Consciência Negra começa na próxima sexta-feira (19), fechado para autoridades e imprensa, e abre para o público no sábado (20) e domingo (21). O encerramento será na segunda-feira (22), exclusivo para visitações escolares.

Para comparecer à feira, é preciso confirmar a presença antecipadamente, através do site oficial do evento. A entrada é totalmente gratuita. É preciso apresentar comprovante de vacinação contra covid-19 ou teste negativo.

Confira a programação de mesas de debates da 1ª Expo Internacional da Consciência Negra

Dia 20
10h, Abertura
Reconhecimento – Combate ao Racismo entre presente, passados e futuros
Com Irene Vida Gala, Elisa Lucas, Kenia Maria, Judith Morrison, Edna Roland, Adriana Vasconcellos e Marta Suplicy

11h30
Museus, Cultura e Educação – uma conversa entre o Museu Afro-Brasil e o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana
Com Siméia Mello, Kendely Oliveira, Paul Gardullo e Dr. Dwandalyn Reece.

14h
Mesa 1 – Passado: Reescrever o passado, pensar o presente e imaginar futuros pela literatura
Com Lilia Schwarcz, Itamar Vieira e Rosane Borges

16h
Mesa 2 – Presente: Ocupando todos os lugares – raça, gênero e território no mercado de trabalho e na mídia
Com Mafoane Odara, Adalberto Neto, Urenna Best (Panamá) e Preto Zezé. Mediação de Thais Bernardes.

17h30
Mesa 3 – Futuro: Empreender e reinventar: decodificando o futuro por uma perspectiva afrodiaspórica
Com Niousha Roshani (Costa do Marfim), Jaqueline Góis, Hélio Santos. Mediação de Adriana Vasconcellos


Dia 21

10h
Mesa 4 – Passado: Resgatando e Preservando tradições africanas pela saúde, cultura e educação
Com Katiúscia Ribeiro, Leila Rocha e Oba Kabiesy Adekunle Aderonmu. Mediação de Joyce Ribeiro

11h30
Justiça, racismo e sistema carcerário: dos velhos probelams aos desafios da tecnologia
Com Babyi Querino, Roberto Tardelli e Dora Cavalcanti. Mediação de Eunice Prudente

14h
Mesa 5 – Presente: Cultura, Internet e Tecnologia no combate ao racismo e na garantia de direitos
Com Silvio Almeida, Neon Cunha, Egnalda Côrtes e Viviane Ferreira. Mediação de Joana Raphael (OMPIR, Niterói)

16h
Mesa 6 – Futuro: Abrindo outros caminhos: economia, sustentabilidade e políticas afrofuturistas
Com Nina Silva (Black Money), Armelle Cibaka (ICLEI), Roberto Rojas (OEA) e Katyna Argueta (PNUD). Mediação de Jonathan Raymundo


Dia 22

10h
Desenvolvimento – Perspectivas para uma economia antirracista
Com Natália Dias (Standar Bank), Luana Ozemela (Roots Fund), Rui Mucaje (Afrochamber) e Marta Suplicy (SMRI)

Serviço:
Quando: Aberta ao público de 20 a 22 de novembro
Onde: Pavilhão Oeste do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana, São Paulo)

Com informações: Metro e Secretaria de comunicação de São Paulo.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *