Variedades & Tecnologia

Burning Man está confirmado para 2022

Burning Man, um dos maiores festivais anuais de contracultura auto sustentável do planeta foi confirmado para 2022

Burning Man

O Burning Man atrai dezenas de milhares de participantes para a cidade temporária de Black Rock City, construída para a ocasião com enormes instalações artísticas e festas em pleno deserto do Black Rock, no estado de Nevada.

O Burning Man, um dos festivais mais incríveis do mundo, nasceu em 1986 em Baker Beach, em San Francisco (EUA), quando Larry Harvey queimou um homem de madeira numa praia, para divertir seu filho. Algumas pessoas participaram da queima e a ocasião fez sucesso, assim Larry decidiu repetir o feito nos próximos anos. Foi justamente assim que nasceu o festival, que em 1990 se mudou definitivamente para o deserto de Black Rock, em Nevada.

Depois, se tornou um dos maiores eventos de contracultura auto sustentável do planeta, que reúne anualmente 70 mil pessoas que ajudam a construir e desmontar toda a estrutura do festival, além de promover interações inesquecíveis. 

O evento que dura  vários dias e geralmente acontece entre o final de agosto e início de setembro, engloba experimentos de artes, música, carros híbridos e todo tipo de manifestação cultural que se possa imaginar. Ele é tão grandioso que pode até ser visto do espaço. E o mais interessante é que ao final do evento, nada fica para trás. “Leave no Trace” é o lema central do mega evento.

Rodeada por campings de todos os estilos e pessoas com culturas diferentes, a cidade foi criada pelos próprios participantes do evento e a ideia de execução do lugar é um verdadeiro acontecimento em “família”, onde todos se ajudam e trabalham em conjunto para fazer tudo funcionar da melhor maneira. Aliás, essa é uma das premissas do evento: ser colaborativo.

burning man

O Burning Man é definido como um experimento de arte, de senso de comunidade, de auto expressão e autossuficiência. Nele, os próprios participantes fazem e exibem sua arte e vivem de maneira autossuficiente.

Por lá não existe dinheiro, compra ou venda: tudo funciona na base da troca. Aliás, dinheiro não tem o menor valor durante o evento. A ideologia do festival se baseia em se doar mais, doando seu tempo, alguma experiência que você tenha, ou de alguma forma algo que traga ao outro o sentimento de dar e receber. A vibe é muito mais sensacional do que pode parecer.

São em média 9 dias de festival, alguns ficam a semana inteira, outros menos tempo, independente da quantidade, cada um é responsável pelo seu próprio consumo, ou seja, você deve levar tudo, tudo mesmo, que for necessário consumir para sobreviver no período de sua permanência na cidade. Por exemplo: você vai precisar levar água suficiente para beber, cozinhar e inclusive para tomar banho. 

Você pode optar pela experiência mais basiquinha de hospedagem e claro, mais em conta, com barracas, colchão de ar e muita disposição para o calor (afinal é o meio do deserto), ou da maneira não tão barata, porém com mais conforto e estrutura, que são nos famosos “motorhomes”, uma espécie de trailer como casa adaptada em um carro mais equipado.

No meio dos campings você vai encontrar de tudo: lounges para descanso, carros artísticos, decorados um diferente do outro com muita criatividade. 

Entre as várias experiências do Burning Man, acontece a noite do branco, a queima do grande homem “o Man”, onde todos se reúnem para um ritual mágico e também a noite mais especial e marcante: a queima do Templo, onde burners deixam seus desejos, dedicatórias, homenagens e recordações, criando uma atmosfera imensa de energia e uma sensação única.

Burning Man

Não se espante se do nada você topar com o Robô Heart, uma espécie de trio elétrico que não tem lugar de parada específico e traz os melhores Djs da cena eletrônica. Seu principal horário é a virada da madrugada para o amanhecer do dia. Existem banheiros químicos, que são espalhados ao longo do evento.

Informações importantes:

  • Se prepare para topar com eventuais tempestades de areia! Sim, elas podem acontecer no decorrer dos dias, por isso a galera usa acessórios bem apropriados para se divertir com segurança.
  • Capriche nos gifts, aqueles presentinhos que você oferece aos outros burners. Esses gifts podem ser desde souvenirs feitos manualmente ou trabalhos prestados, como por exemplo, doação de seu tempo e algumas habilidades.
  • Quando o festival vai chegando no finalzinho, todos começam a organizar, limpar e retirar tudo o que foi levado para o deserto nesses dias de festival. Aliás, uma das regras do evento é justamente o cuidado com o meio ambiente, deixando o deserto do jeitinho que estava antes da chegada de todo mundo. Lembra que estamos falando de milhares de pessoas, né? E ó, as multas podem ser salgadas para quem não tem esse tipo de cuidado.
  • Antes mesmo de ir, você precisa entender uma coisa, é primordial se desprender de tabus, desapego material, tecnologia, redes sociais, essas coisas. A dica aqui é literalmente se entregar para a alegria compartilhada sem preconceitos, cobranças e diferenças. 
  • Você sabia que durante os dias de festival, rolam pequenos eventos, festas, exposições de artes, degustação de vinho e até aulas de yoga? Pois é, e o mais legal: tudo oferecido de graça pelos próprios participantes.

Por lá:

  • beba sempre muita água
  • alimente-se de forma leve
  • leve sempre lanterna e acessórios com luz para ser identificado e não ocorrer nenhum acidente
  • lembre de levar sempre um copo ou caneca de plástico com você. Afinal, sempre vai rolar um drinque ou outro que pode ser servido ao longo do festival por outros burners
  • só lembrando que carros não podem circular por lá. Então, se você tiver uma bicicleta, este será seu meio de transporte ao longo dos dias. Aproveita e capricha na decoração com luzinhas bem coloridas e sempre carregue um cadeado. Mas se liga na hora de estacionar, afinal, são tantas que você pode correr o risco de perdê-la no meio das outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *