Dicas & Destinos

Brasil amplia medidas para retomada do turismo

Pacote prevê manutenção de empregos, entre outras medidas e retorno ao quadro positivo do setor

retomada do turismo

O governo federal lançou um pacote de medidas que visam estimular a atividade turística no país. Intitulado de Retomada do Turismo, o projeto busca acelerar a retomada das viagens e recuperar o setor dos impactos sofridos com a pausa por conta da pandemia do coronavírus.

De acordo com o Ministério do Turismo, todas as ações serão realizadas a partir do zelo pela segurança e a responsabilidade em meio à crise sanitária vivida no país. Assim, o pacote de medidas para a Retomada do Turismo foi idealizado com base em quatro eixos: preservação de empresas e empregos no ramo turístico; melhoria da estrutura e da qualificação de destinos; implantação dos protocolos de biossegurança; e promoção e incentivo às viagens.

Para isso, há ações que vão desde a concessão de linhas de empréstimos às empresas para preservar os empregos, mesmo que a demanda esteja baixa, a obras de revitalização de destinos para a melhoria da infraestrutura. Também estão previstas medidas de qualificações dos trabalhadores, tanto na área turística e histórica do local, quanto nos métodos preventivos da Covid-19. 

De acordo com o Palácio do Planalto, para concretizar os passos traçados, as medidas reúnem esforços da iniciativa pública e privada, do terceiro setor e também do Sistema S, que inclui o Sesc, o Senai, o Sesi e o Sebrae. “O que acontece aqui hoje é uma grande coalizão, uma grande aliança em favor da retomada do turismo brasileiro”, afirma o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, em evento promovido no Palácio do Planalto.

A pasta e o governo federal esperam colher os resultados dessas ações até 31 de julho de 2021. Os valores gastos para colocar essas medidas em prática ainda não foram divulgados.

“A você, turista, nós podemos afirmar que o turismo brasileiro está preparado para recebê-lo. Procure os estabelecimentos que têm o selo do Turismo Responsável; são mais de 23 mil estabelecimentos em todo o Brasil, obedecendo todos os protocolos de biossegurança”, afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Campanha de incentivo

Justamente para promover o programa e incentivar o turismo, o governo também lançou a campanha “Viaje com Responsabilidade e Redescubra o Brasil”, como forma de chamar os brasileiros para passeios turísticos dentro do território do país. Para cada estado – mais o Distrito Federal – há conteúdos específicos.

Essa estratégia adotada pelo governo é, na verdade, uma constatação da comunidade científica mundial. De acordo com especialistas, essa preferência dos cidadãos por deslocamentos mais curtos e em um automóvel acontecerá como medida preventiva e também pelo medo de pegar a doença. O mesmo comportamento foi registrado na China, em que 77% dos mil chineses entrevistados, de 18 a 24 anos, deram prioridade aos destinos nacionais em sua primeira viagem após a quarentena. A pesquisa foi realizada pela consultoria Oliver Wyman.

Por conta disso, as pessoas que já estavam pensando em visitar outros locais do Brasil podem escolher o destino com base nos planos do governo, preferindo destinos dentro de seu próprio estado, e buscar um seguro para viajar mais tranquilo. 

O turismo no Brasil

O turismo responde por cerca de 8,1% do Produto Interno Bruto (PIB) e é responsável por empregar cerca de 7 milhões de pessoas direta e indiretamente no Brasil. Em um comparativo do primeiro semestre de 2020 com o mesmo período do ano anterior, houve uma queda de 37,9% no faturamento das atividades turísticas, medida pela Pesquisa Mensal de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

1 Comentário

  1. Pingback: Embarque na Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *