Descubra Portugal

Legalização de imigrantes em Portugal poderá beneficiar brasileiros

Matéria publicada originalmente no Portal de Portugal

No dia 11 de janeiro de 2019, foi aprovado no parlamento português o projeto de lei que visa regularizar imigrantes em Portugal que não tenham documentos legais, mas que trabalhem ou morem no País, em permanência, desde julho de 2015.

imigrantes em Portugal

É importante lembrar que o projeto de lei foi aprovado pela Assembleia da República, mas só entrará em vigor quando passar por todas as questões legais posteriores.

O projeto, apresentado pelo Partido Comunista Português (PCP), foi aprovado na generalidade, com votos contra do partido CDS – Partido Popular. Partido Social Democrata (PSD) e Partido Socialista (PS), os dois maiores partidos de Portugal, optaram pela abstenção e o projeto passou com os votos favoráveis de PCP, Bloco de Esquerda (BE) e “Os Verdes”, um fato incomum no parlamento.

O texto prevê que:

“Os cidadãos estrangeiros que se encontrem a residir em Portugal sem a autorização legalmente necessária possam obter a sua legalização desde que disponham de meios de subsistência através do exercício de uma atividade profissional, ou em qualquer caso, desde que tenham cá residido permanentemente desde momento anterior à entrada em vigor da Lei n.º 63/2015, de 30 de junho, ocorrida em 1 de julho desse ano, lê-se no diploma, referindo-se a uma das últimas alterações legislativas sobre a matéria.

Além disso, a iniciativa do PCP determina:

A adoção de processos de decisão dotados de transparência, correção e rigor, a concessão de autorização provisória de residência aos cidadãos estrangeiros que tendo requerido a sua regularização aguardem decisão final, a aplicação extensiva da regularização ao agregado familiar dos requerentes e a adoção de mecanismos de fiscalização democrática do processo através do Conselho para as Migrações e da Assembleia da República.

O texto apresentado alega que “permanecem em Portugal muitos cidadãos não nacionais que trabalham honestamente, que procuram entre nós as condições de sobrevivência que não têm nos seus países de origem, e que vivem no nosso país, alguns deles desde há muitos anos, em situação irregular, com todo o cortejo de dificuldades que essa situação implica quanto à sua integração social”.

Cidadania Portuguesa

Se você não faz parte dos imigrantes em Portugal e está querendo morar em Portugal, saiba se tem direito à cidadania portuguesa. Basta conferir nesse link: “cidadania portuguesa”, responder às perguntas e então saber se pode seguir com o processo.

Sabemos que geralmente o processo de obtenção de Cidadania portuguesa é bem burocrático e confuso, sendo desgastante por poder levar mais de dois anos quando realizado pelos Consulados. Além disso, muitas vezes não há informações claras e suficientes sobre as documentações necessárias, exigindo então retrabalhos para colocar tudo em conformidade.

Contudo, ao realizar o processo com uma empresa especializada, como a Cidadania Já, ele é feito diretamente por Portugal, demorando uma média de 3 a 8 meses para ser concluído. Além disso, todos os documentos são validados antes de serem enviados e o processo é acompanhado até sua conclusão, deixando tudo muito mais simples, prático e rápido.

8 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *