Hospedagem

Pet Friendly – roteiro atualizado de hospedagens no Rio

UM ROTEIRO ATUALIZADO COM AS MELHORES HOSPEDAGENS PET FRIENDLY NO NOVO CENÁRIO CARIOCA

Um boom hoteleiro tomou conta do cenário carioca nos últimos dois anos. Os investimentos realizados por conta das olimpíadas 2016 trouxeram uma infinidade de novos hotéis, que agora encontram-se em pleno funcionamento na cidade.

Com o novo panorama do setor de hotelaria no Rio de Janeiro, também chegou a reprogramação do conceito de hospitalidade, que marcou a entrada de bandeiras de redes hoteleiras mundiais no circuito, e adaptação de modelos de negócio conforme a demanda, abarcando inegavelmente os serviços “Pet Friendly”.

O montante de valores que gira em torno do mercado de hospedagem para pets é gigante. São inúmeras as formas de apresentar os serviços “pet friendly”, que já começam desde o deslocamento do hóspede até o estabelecimento comercial, com firmamento de parcerias estratégicas que proporcionam uma vantagem competitiva, como o serviço de táxis para pets.

A concorrência para receber animais de estimação é grande, um termômetro da tendência e necessidade urgente do mercado em abarcar o novo conceito para receber os cães e gatos como hóspedes “extras”. Já existem inclusive plataformas digitais de turismo em modelos como sites “Airbnb” para pets, onde os donos podem encontrar cuidadores para seus animais por temporada, enquanto viajam, e deixam seus pets por diárias que giram até o patamar de cem reais a diária.

Para que um estabelecimento seja considerado “pet friendly”, não basta simplesmente permitir a entrada de um animal de estimação durante a estadia. Uma verdadeira força-tarefa é movimentada em prol da política para pets, com investimento em material, e treinamento de capital humano para receber o moderno modelo de família, que agora ganha a possibilidade de viajar completa.

Para montar esse roteiro atualizado com as melhores hospedagens “pet friendly” da Cidade Maravilhosa, diante da nova e extensa gama de novos hotéis na cidade, meu primeiro passo foi uma grande pesquisa rumo a que hotéis estariam oferecendo este serviço, averiguando através de informações em quais condições são aceitos, e saber acerca da estrutura que oferecem – com a propriedade de quem já experimentou ao longo de dezesseis anos com sua própria canina alguns carimbos no passaporte em viagens.

Alguns itens exigidos são um excelente termômetro para aferir se o estabelecimento é uma boa escolha para você trazer o seu cão. Observei os critérios exigidos em cada Hotel “Pet Friendly”, como por exemplo a exigência de apresentação da carteira de vacinação, o que denota cuidados com a segurança da coletividade e também do seu animal.

Outro item importante a se verificar é a existência da taxa de limpeza. Como a limpeza de uma acomodação ocupada por um pet demanda produtos especiais e maior higiene, é uma boa saber que o hotel tem um valor único cobrado de maneira extra, além da diária de hospedagem. Isso significa que providenciam os cuidados suficientes para uma estadia que zela pela saúde e conforto. A taxa costuma ter um valor simbólico, variando geralmente entre cinquenta e cem reais.

Procure se informar acerca da política de trânsito do animal nos espaços comuns do Hotel: se permitem livremente a circulação sem coleira, ou se é exigida bolsa para transporte.

Nessa jornada, tive a oportunidade de observar os critérios de cada Hotel para o ingresso do animal de estimação. O primeiro check-in para a experiência dos serviços “pet friendly” junto à minha fiel companheira de viagens – a Mirc da raça maltês – ocorreu no Hotel Grand Hyatt Rio de Janeiro. Esse é um dos estabelecimentos Pet Friendly que está no mais alto grau de excelência. Minha canina adorou os mimos deixados com carinho no quarto, como caminha, potes d’água e para a ração, travesseiro de ossinho, e área com material para higiene do animal – o que não é encontrado para o pet na maioria das acomodações hoteleiras, mesmo em hotéis cinco estrelas, e é de extrema importância para saúde do dono e animal. Recebemos produtos da linha Granado exclusiva para animais. Uma equipe muito bem treinada estava de prontidão para nos receber e passar todas as instruções pertinentes à estadia. Recebemos também um guia dos serviços para animais de estimação nas redondezas, com endereços úteis em caso de emergência, contato de passeadores de cães, lugares para banho, tosa e afins.

fotos-hyatt-3

Hotel Grand Hyatt Rio de Janeiro

No novíssimo Hotel-Design Yoo2, o pet deve pesar até 10 kg e a carteira de vacinas deve estar em dia, sendo apresentada na chegada ao local. Nas áreas comuns, o pet pode andar no colo do dono ou nas bolsinhas de transporte, para uma convivência harmônica. Fizemos um Check-in inteligente e diferenciado, nos sofás do lobby e através de um tablet, garantindo um conforto maior para o pet. O check-in desta forma certamente é um diferencial em relação a outros estabelecimentos hoteleiros. Fomos atendidas por um staff cool, de dressing fashion e totalmente preparada para dar todas as instruções sobre a hospedagem com o animal de estimação. O quarto é amplo para a circulação do animal, todo decorado com inspiração na cidade do Rio de Janeiro, tropicalidade, e tons verde e amarelo. Para o pet, encontramos pote e caminha com a estampa personalizada do Hotel, além de amenities próprias para uso veterinário. O Hotel Yoo2 é mais um dos estabelecimentos Pet Friendly altamente recomendados.

fotos-hotel-yoo2-3

Hotel-Design Yoo2

O Miramar by Windsor é um dos hotéis mais tradicionais da orla de Copacabana. Depois de passar por um incrível retrofit e mudanças internas, o cinco estrelas da orla passou a oferecer serviços exclusivos, como a opção totalmente customizada para estadia de seus hóspedes junto a pets.

Ao efetuarmos nosso check-in, fomos recepcionadas pelo serviço diferenciado de Mordomia do Hotel, com um funcionário encarregado de nos conduzir ao quarto, e mostrar os “pet amenities”, tais quais o tapetinho personalizado, potes para água e ração, e o inusitado kit cidade limpa – um tubete com saquinhos plásticos para levar o pet para suas necessidades básicas na rua.

Além de apresentar toda estrutura referente ao pet, um mordomo esteve à minha disposição para acompanhar a agenda, efetuar reservas em restaurantes, e desfazer minhas malas para arrumar as roupas nos cabides e gavetas. Para quem está cansado de viagem e ainda com a responsabilidade de tomar conta de um animal, é excelente a ajuda de alguém para essas tarefas mínimas.

A hospedagem para cães e gatos é permitida para pets de até 5KG. Podem inclusive ser alocados 2 pets por apartamento. É cobrada uma taxa de estadia por cada animal. Há andares separados destinados aos que desejarem ficar junto com seus animais de estimação. Muito interessante o serviço de apoio via Concierge, que tem à disposição do hóspede um cadastro de clínicas veterinárias no entorno do Hotel, e passeadores de animais.

fotos-miramar-by-windsor-2

Miramar by Windsor

O recém-inaugurado Best Western Fashion Premier by Lenny Niemeyer, fica dentro do complexo Vogue Square na Barra da Tijuca. É um hotel que tem a cara do lifestyle carioca, e ainda recebe os animais de estimação para estadias de luxo junto aos respectivos donos. Seguindo a tendência do mercado de hotelaria mundial, permite a hospedagem para cães e gatos de até 10 kg, independentemente da raça. Basta avisar que seu pet lhe fará companhia durante a hospedagem, e tudo será providenciado nos mínimos detalhes. Eles podem andar e se divertir pelo hotel inteirinho com a coleira, exceto no restaurante Da Bela, localizado no térreo. Ao chegarmos em nosso quarto, encontramos as “Pet amenities” deixadas especialmente para a minha maltesa, que já a fizeram feliz e saltitante desde o primeiro momento. Um tapete gigante da Zee Dog escrito “I’m the Boss” virou parque de diversões, junto com brinquedinhos, material descartável para área onde fazer as necessidades, comedouro e bebedouro. Depois de explorarmos o quarto, super espaçoso, demos uma volta pelas áreas comuns do Hotel, em especial no solarium com espreguiçadeiras, ao lado da piscina. O Hotel, além do lindíssimo design da Lenny Niemeyer e quartos de um bom gosto impressionante, também é ecofriendly, com uso de placas solares, reuso de 60% das águas das pias, e tem seu cunho de responsabilidade social na priorização contratação de mão-de-obra local.

fotos-best-western-premier-by-lenny-niemeyer

Best Western Fashion Premier by Lenny Niemeyer

O Promenade Palladium disputa, sem dúvida, a medalha de ouro no circuito de hotéis “pet friendly” carioca. Realmente fiquei impressionada em como esse estabelecimento está bem estruturado para receber um cão nas partes comuns e acomodações. Ao lado da recepção, existe um moderno bebedouro elétrico com água potável para os animais, que fica permanentemente ligado – sensacional – o que não é tão comum, mesmo em hotéis “pet friendly”. O dia inteiro da nossa chegada ao Hotel, permaneceu uma plaquinha “Bem-Vinda Mirc”, colocada no balcão principal do lobby, com desenhos de patinhas – uma recepção mais simpática seria impossível. Dentro da acomodação, um quarto tipo loft com saleta e apoio de cozinha, tudo bastante amplo e com bom espaço de circulação para o animal. A varanda é grande e conta com redes de proteção para garantir mais segurança. Para o animal hospedado, uma caminha, fleece, tapete higiênico, comedouro, bebedouro, brinquedinho, waste bags para as necessidades e uns biscoitos em formato de patinhas – que a minha canina devorou em felizes 30 segundos. Ao efetuar o check-in com a minha maltesa, recebi imediatamente um diretório impresso com todos os serviços disponíveis nas adjacências. Um deles é o “Pet Day Care” na Rua Tubira, onde estão disponíveis monitores para acompanharem em diversas atividades o cão, enquanto o proprietário estiver ocupado em suas atividades quando hospedado no Rio, e não quiser deixar seu animal sozinho por muito tempo no Hotel. No diretório também constam contatos de veterinários, e lugares recomendados para um bom passeio, como o Shopping Leblon, que possui concierge com saquinhos plásticos e tapetes higiênicos. O Hotel fica no Leblon, um bairro amante dos animais, inclusive com uma enorme quantidade de restaurantes onde é possível levar seu pet, e não o deixar o tempo inteiro dentro da acomodação durante a hospedagem. No entorno do Promenade Palladium, encontra-se o Stuzzi, onde os clientes podem levar os animais de estimação para a varanda do gastrobar. Em alguns casos, a Chef Paula Prandini, mediante reserva, pode preparar sugestões especialmente para os cãezinhos. No Sushi Leblon, Quadrucci, e Nam Thai, os cães podem ficar na área da varanda, e os restaurantes disponibilizam potinhos d’água.

Também me foi entregue uma cartilha supercompleta com a política de hospedagem, regras, e todas as recomendações necessárias. No Promenade Palladium, somente são aceitos animais caninos de pequeno porte, até 15KG, sendo expressamente vedado animais de médio e grande porte, tais como cães das raças pit bull, doberman e pastor alemão. É imprescindível o proprietário do animal apresentar, sob pena de não poder se hospedar no ato do check in, a carteira de vacinação atualizada. É aconselhada a vermifugação para viagens, bem como o tratamento sanitário para eliminação de ectoparasitas. Recomendam que a rotina do animal seja minimamente alterada, portanto somente deixar o animal sozinho na unidade se ele também estiver acostumado a ficar sozinho em sua própria casa. Caso o proprietário do cãozinho se ausente, eles solicitam que a recepção seja avisada, para que na presença de qualquer problema, o responsável seja contatado. Durante os deslocamentos internos dentro do Hotel, solicitam que os animais circulem no colo do dono de coleira, ou na caixa de transporte – jamais soltos. É proibida a hospedagem de fêmeas no cio. É cobrada uma taxa adicional por diária referente à hospedagem do animal de estimação. O Palladium mantém convênio com clínicas e veterinários, assim como casas de alimentos, de higiene e tosa. A recepção fica com uma lista extensa de vários estabelecimentos conveniados. Fica bastante claro que o animal precisa ser sociável no convívio com os demais, para não atrapalhar a boa convivência, não se mostrando extremamente agressivo, barulhento ou de difícil convivência.

fotos-promenade-palladium-2

Promenade Palladium

O Hilton Barra recebe como hóspedes, tanto cães quanto gatos, para a estadia em família ficar perfeita. Um dos grandes diferenciais dentre outros hotéis pet friendly, é que o Hilton permite acomodar até dois animais de estimação por apartamento, e também acolhe os de grande porte. A boa notícia para quem tem animais de grande porte, é que eles são muito bem-vindos aqui. A maioria dos hotéis pet friendly só aceita animais de pequeno porte, restringindo muito as opções de hospedagem para quem quer viajar com os maiores. No Hotel Hilton Barra eles podem ter até 34KG. É cobrada uma taxa especial de limpeza após a hospedagem, fornecendo o tratamento de higiene adequado para a manutenção da acomodação. Eu e minha maltesa fomos recebidas nesta manhã com vários mimos e uma equipe super bem preparada para fornecer todas as instruções pertinentes à estadia especial. Os cães não precisam necessariamente ficar só no colo dos donos pelas partes comuns do hotel, também podem circular livremente no chão, desde que de coleira, e bem comportados. Os quartos, espaçosos para garantir maior conforto e espaço de circulação dos donos junto com os pets, possuem uma caminha e pote para água.

fotos-hilton-barra-2

Hilton Barra

O Hotel 5 estrelas Grand Mercure Riocentro abriu em 2014, e depois de um ano e meio de funcionamento tornou-se “pet friendly. Foi uma honra ser a primeiríssima hóspede a inaugurar os serviços Pet Friendly do estabelecimento, que abraçou a tendencia da hotelaria mundial. O hotel estava em festa e a equipe toda da recepção feliz ao nos receber. No Grand Mercure, todos os quartos estão preparados com estrutura para receber os pets. Para a estadia do animal de estimação, o hotel disponibilizou caminha, potinhos para água, ração, lacinho para prender os pelos, e brinquedinhos.

Os pets também são aceitos na área externa do Brisa Restô – o Restaurante do hotel que também se transformou em pet friendly – desde que com coleira. Foi uma verdadeira festa o almoço em família, uma feijoada com música e espaço para a maltesa correr na varanda enorme, sem ficar restrita o tempo todo a uma estadia dentro do quarto. É cobrada uma taxa especial para a limpeza e higienização apropriada da acomodação.
São aceitos cães e gatos, de pequeno a médio porte, até 15KG.

fotos-hotel-grand-mercure-3

Grand Mercure Riocentro

O Grand Sheraton Rio de Janeiro Hotel & Resort é um dos ícones da hotelaria carioca inaugurado na década de 70. Passou por uma obra fantástica com aporte de U$50 milhões, ganhou uma estrutura inteiramente nova, e passou a oferecer serviços “pet friendly”. O hóspede deve assinar em sua chegada um termo de responsabilidade, para que possa usufruir de uma estadia confortável junto a seu animal de estimação. O hóspede deve manter seu cão o tempo inteiro de coleia enquanto trafegar pelas áreas comuns, exceto piscina, quadras de tênis ou restaurantes, onde sua entrada é restrita. A arrumação no quarto somente é realizada na presença do dono ou na ausência do cão, para que as camareiras não permaneçam sozinhas junto aos animais, visto que muitos podem não estar acostumados ao convívio social com estranhos. Também é dada a opção ao hóspede de realizar o agendamento prévio da arrumação em momento em que o animal não esteja presente. O hotel também disponibiliza em cada quarto um guia bastante completo de serviços na cidade, tais como clínicas 24h, clubes de recreação para pets com área de lazer e parque aquático exclusivo para seus cães e donos, informações sobre shoppings “pet friendly” nas redondezas, e restaurantes que permitem a acomodação do animal na área externa. São disponibilizados comedouro, bebedouro e cama personalizada.

fotos-hotel-grand-sheraton-3

Grand Sheraton Rio de Janeiro Hotel & Resort

Um apêndice se fez necessário no circuito de hotéis “pet friendly”. Um hotel que oferece o serviço há mais de uma década é o Le Canton, que fica na região serrana do Rio. Pude observar pessoalmente as transformações do serviço ao longo dos anos, no intuito de sempre oferecer tudo que há de excelência no segmento. Inicialmente os cães permaneciam durante a noite em um charmoso canil e com cuidados veterinários à disposição. Foram antenando-se às mudanças, e agora os animais podem permanecer dentro dos quartos, junto aos donos. Como o hotel possui um canil onde mantém cães encontrados na região que necessitem de apoio, um veterinário permanece de plantão para atendê-los, e em consequência os pets do hotel também ficam guarnecidos com o profissional sempre no local. É uma raridade um hotel per friendly disponibilizar um veterinário de plantão para qualquer emergência. O Hotel aceita pets de até 15 quilos, e não somente cães e gatos, como tartarugas e papagaios também. Os pets são bem recebidos com o ‘Kit Le CãoTon’, que inclui ração, água, caminha e manta. Devem ficar acomodados no quarto do hóspede e podem circular pelas áreas sociais no colo do dono. É cobrada uma taxa diária como estadia, com limite de um animal por apartamento.

fotos-le-canton-4

Le Canton

O novo mercado antenado à realidade comercial, abraçou a ideia do conceito, trazendo essa tendência para os empreendimentos hoteleiros como realidade da reestruturação no ramo de turismo.

Viajar em família é uma delícia. Mas, muitas vezes, um membro importante do clã fica de fora por ser um animal de estimação, um verdadeiro filho para muitas pessoas. Na programação de viagens em família, por muitas vezes um importante membro fica de fora dos planos, o que está mudando gradativamente com a nova visão do mercado hoteleiro no que concerne às necessidades e desejos do consumidor moderno.

Por Kaki Melo – uma empresária e verdadeira apaixonada pelo mundo da Hotelaria e Gastronomia, sempre em busca de viagens fantásticas, dicas de bons endereços e roteiros fascinantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *