Dengue, Chikungunya e Zika – prevenção e cuidados

O aumento no número de casos tem gerado uma crescente busca por informações e métodos de prevenção. Em casa você já está fazendo sua parte, combatendo os focos de acúmulo de água – locais propícios para a criação do mosquito transmissor das doenças Dengue, Chikungunya e Zika – não deixando acumular  água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros. Mas em suas viagens?

O mosquito Aedes Aegypti? tem hábitos preferencialmente diurnos e alimenta-se de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. Mas ele também pode picar à noite? Sim. Ele não deixa a oportunidade passar. Por isso é indicado deixar as janelas do local onde você estiver hospedado trancadas.

  • O mosquito Aedes Aegypti? costuma agir a meia altura, ou seja, principalmente nas pernas das suas vítimas.

Ainda sem vacina, a principal defesa é a utilização de repelente em todas as partes expostas do corpo. Recomenda-se a utilização de repelentes à base de N,N-Dietil-meta-toluamida (DEET) ou Icaridina. Então você já sabe, inclua em seu check-list repelente, não deixe para comprar no local de sua viagem, já leve de casa, ok?

  • Para os repelentes com Icaridina, o ideal é que reaplique a cada 7 horas nas temperaturas abaixo de 30ºC e a cada 4 horas nas temperaturas acima de 30ºC. Sua ação se dá pela vaporização do princípio ativo que forma uma “nuvem” sobre a pele e assim repele os insetos. O ideal é que seja utilizado 15 ou 20 minutos após a aplicação de outro produto (protetor solar, hidratante, maquiagem etc.).

Vai para a praia ou piscina? O repelente deve ser aplicado após o protetor solar, de acordo com as instruções contidas na embalagem.

  • Para evitar a inalação direta do repelente, nas partes altas do corpo como braços, colo, pescoço e rosto, recomenda-se que a aplicação do spray seja feita primeiro na mão e depois espalhada nestas regiões.

Se surgirem manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, não tome qualquer medicamento por conta própria e busque um serviço de saúde para atendimento imediato. O Seguro Viagem serve exatamente para isso. Outra coisa, as mulheres grávidas devem ter orientação médica sobre o repelente a utilizar.

dengue alerta

Confira as características de cada uma das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti?:

Zika Vírus

É uma doença viral aguda, transmitida principalmente por mosquitos, tais como Aedes aegypti, caracterizada por exantema maculopapular pruriginoso, febre intermitente, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, artralgia, mialgia e dor de cabeça. Apresenta evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias.

Não existe tratamento específico. O tratamento dos casos sintomáticos recomendado é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados. No entanto, é desaconselhável o uso ou indicação de ácido acetilsalicílico e outros drogas anti-inflamatórias em função do devido ao risco aumentado de complicações hemorrágicas descritas nas infecções por síndrome hemorrágica como ocorre com outros flavivírus.

Não há vacina contra o Zika vírus.

Chikungunya

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não é possível ter chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus CHIKV ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

Dengue

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele.

Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas.

Com informações da AVIESP e Fiocruz.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *