Com que mala eu vou?

Por Naira Amorelli

Saber exatamente o que devemos colocar em uma mala de viagem pode ser um martírio para muitas pessoas, mas não é só a isso que devemos da atenção. Qual o melhor modelo? Qual o tamanho ideal? Rígidas, com rodinhas, discretas… E aí, qual a melhor opção?

malaVamos começar falando em qualidade. Mala boa tem que ser durável resistente e segura. Você já viu como elas costumam ser maltratadas e como sofrem nas mãos dos funcionários que as despejam nas esteiras ou nos bagageiros de ônibus, sem o menor cuidado? Se elas não tiverem uma boa resistência, não durarão muito tempo. Infelizmente as melhores não costumam ser baratas, mas vale cada centavo o investimento feito, pode acreditar. As malas rígidas e com quatro rodinhas são geralmente mais resistentes e práticas. Além destas vantagens, elas protegem mais a roupa para não amassar tanto e se tiver algum material mais sensível, ela certamente garantirá maior proteção.

Com relação ao tamanho, as malas de tamanho médio costumam ser mais adequadas. Com elas você não encherá de tralhas desnecessárias e também terá espaço para guardar o que comprar de extra durante a viagem.

E a cor? Isso é muito pessoal, eu concordo, sugiro que escolha as mais coloridas. O motivo é bem simples: diferenciar-se das demais. Eu tenho uma mala que amo, segura, do tamanho certo, mas por ser preta bem básica, eu sempre fico tensa quando viajo com ela. Já coloquei minhas fitinhas, que já foram roubadas, tags bacanas, que também foram retiradas e agora estou pensando em grafitá-la para que fique totalmente personalizada. É uma saída bem radical, mas adoro usar essa danadinha, então, vou fazer algo desse tipo para garantir minha tranquilidade, principalmente naqueles aeroportos super confusos e visados.

Com relação à segurança, você tem que dar muita atenção ao que vai utilizar para proteger sua mala. Algumas pessoas se garantem somente com aqueles lacres plásticos de segurança que algumas companhias aéreas oferecem (quando possuem). Eu particularmente não confio só nisso não. O mais indicado é que você compre um cadeado aprovado pelo TSA (Transport Security Administration), principalmente se pretende viajar para os Estados Unidos. A probabilidade de ela sofrer uma inspeção dos agentes de segurança americana é bem grande e facilitando a vida deles, é muito melhor para você, já que eles possuem uma chave mestra para abrir este tipo de cadeado e assim você não sofrerá prejuízos e ela não seguirá aberta pelo restante da viagem.

Agora sim, você já tem boas informações para sair em busca da sua mala perfeita. Só não exagere na hora de “rechear” sua mala nova e ter dores de cabeça por conta disso.

Boa viagem!

Artigo originalmente publicado por mim no Site Empreendedorismo Rosa 

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *