Hospedagem

Hotel CWB Express, em Curitiba. Opções de lazer no feriado de Páscoa é o que não falta.

Curitiba é internacionalmente reconhecida por unir crescimento urbano planejado à preservação de áreas verdes. Mas a cidade também reserva outras surpresas como a preservação da história das várias etnias que a fundaram e de logradouros públicos que foram transformados em museus ou parques. 
 
Na região central de Curitiba está a Praça Tiradentes, lugar onde oficialmente a cidade nasceu. Linhas de ônibus de diversas modalidades vão e vem em meio a um farto comércio pelo qual circulam milhares de pessoas todos os dias. Nela está a Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz de Curitiba. É um dos mais importantes patrimônios culturais da cidade. Sua construção, em estilo neogótico, teve início em 1876 e acabou em 1893. A praça também abriga bustos de personagens importantes da história do Brasil como Getúlio Vargas, Marechal Floriano Peixoto, Tiradentes e João Turin, escultor brasileiro, considerado o precursor desta arte no Paraná. 
 
Na região central, a rua mais conhecida é a Rua das Flores, o primeiro calçadão de pedestres do país. Construída em 1972, é um importante eixo comercial. É caracterizada por edifícios e sobrados centenários. Tem bares turísticos e canteiros de flores em toda a sua extensão. A Rua das Flores também é palco de artistas de rua, como palhaços que interagem com os passantes, músicos e homens-estátua.
 
Andando a pé pela região central é muito fácil chegar ao Centro Histórico, onde estão as ruínas da Igreja de São Francisco de Paula, nunca concluída, o Relógio das Flores, a Fonte da Memória e vários casarões reciclados que foram transformados em espaços culturais. É neste local que, aos domingos, é realizada a Feira de Artesanato do Largo da Ordem, uma das maiores do Brasil. As primeiras edições ocorreram em 1973, organizada por membros da comunidade hippie que expunham e vendiam artesanato. Por este motivo, muitos ainda denominam o evento como Feira Hippie ou Feirinha do Largo. Com o tempo, o número de expositores e artesãos aumentou, assim como a frequência de moradores locais e turistas, o que a tornou uma das principais atrações de Curitiba no final de semana. Na feira, além de artesanato, é possível encontrar antiguidades como vitrolas, rádios antigos, televisores e até carros. 
Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz de Curitiba - Créditos SETU  Paraná Turismo

Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz de Curitiba

Uma das formas de passear por Curitiba é a Linha Turismo, uma linha de ônibus especial que circula a cada 30 minutos, percorrendo aproximadamente 44 km em cerca de 2 horas e meia. O roteiro começa na Praça Tiradentes, mas é possível iniciar o trajeto em qualquer uma das paradas desta linha. O ingresso dá direito a um embarque e quatro reembarques. Os veículos são equipados com sistema de som para fornecer informações gravadas sobre os locais visitados em três idiomas – português, inglês e espanhol.
 
Hotel CWB expressCuritiba oferece aproximadamente 18 mil leitos que, em dias úteis, são movimentados por grandes eventos, congressos e convenções. Mas em feriados e finais de semana o grande número de parques, museus e logradouros bem conservados são o grande atrativo, além dos shoppings e ruas temáticas que favorecem o turismo de compras.
Para quem pretende conhecer a região central de Curitiba e ter fácil acesso para aeroporto e rodoviária, uma das opções é o hotel CWB Express. O pacote para o feriado de Páscoa vai de 28 a 31 de março, com três noites de hospedagem e café da manhã. Custa à partir de R$ 240,00 por pessoa em apartamento duplo.
.
Mais informações em www.btghoteis.com.br ou (41) 3071-5005.
 
publieditorial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *