Cultura & Entretenimento

Brasil, o país do Carnaval?

Por Rita do Val

‘O Carnaval não nasceu no Brasil, é uma herança europeia do período colonial’, afirma internacionalista da Faculdade Santa Marcelina – FASM

riodejaneiro

O país está em festa: é Carnaval! Entre blocos de rua, bailes luxuosos e desfiles espetaculares nos “sambódromos” do Rio e de São Paulo, os brasileiros têm um cardápio variado de opções para cair na folia. Mas se pensamos que o Carnaval é criação dos brasileiros, estamos enganados, conforme nos mostra a coordenadora do curso de Relações Internacionais da Faculdade Santa Marcelina, Rita do Val.

“Essa celebração pagã, que tem suas origens na Antiguidade, foi incorporada ao calendário da Igreja Católica na Idade Média para marcar o início da Quaresma”, explica. “Chegou ao Brasil, trazida pelos portugueses no período colonial, por volta do século 17. Essa festa, inicialmente de rua, ganha os salões de baile no século 19, marcando o início das composições das marchinhas de Carnaval”, completa.

carnaval-do-rio-de-janeiro2

No entanto, foi com o presidente Getúlio Vargas que o Carnaval se tornou uma instituição nacional. “O ex-presidente populista aproxima a sua política das manifestações populares, o Carnaval passa a ser organizado e os desfiles das escolas de samba são financiados pelo Estado”, recorda a internacionalista.

grupo-carnaval

Hoje, essa indústria do Carnaval movimenta milhões de reais, emprega centenas de pessoas e é um dos cartões postais do Brasil, conforme elucida a docente. “Estrangeiros vindos de toda a parte chegam ao país para assistir aos desfiles, sair atrás de algum trio elétrico ou simplesmente acompanhar um bloco de rua. Há opções para todos os gostos”.

Rio 400 anos

Ainda que não tenhamos inventado o Carnaval, com certeza, em terras brasileiras ele ganhou tons especiais e contagia a todos. Os quatro dias de festa fazem o país parar e é comum se afirmar que o ano só começa depois da quarta-feira de cinzas. “Em meio às denúncias de corrupção, violência e falta d’água, o momento é de folia e refrigério para o povo brasileiro, que adotou o Carnaval e colocou o seu tempero”, observa.

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

1 Comentário

  1. 1 de Maio de 2018 ás 10:19 Responder
    Pedro

    Um dia eu estava no interiorzão do Brasil, bem no coração de um altiplano central, no município de Campo Verde no MT. Um gaúcho detentor de mares de soja de nome Geraldo Scarton, era o homem com quem eu tratava de negócios porquanto lá estava eu ajudando companheiros em construção de estradas. Era feriado de carnaval. Nós trabalhávamos normalmente. O gaúcho, irônico mas não debochador, dizia que esta coisa chamada carnaval é de um país vizinho chamado Rio de Janeiro completamente perdido em costumes banais infestados de erotismo barato…:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *