Variedades & Tecnologia

Museu de Arte do Rio inaugura rampa de skate nos pilotis

A instalação sonora foi criada pelos artistas Guga Ferraz e Daniel Castanheira especialmente para a exposição “Rua!”

rampa de skate

A partir do próximo sábado, dia 24 de julho, os skatistas do Rio de Janeiro vão ter um novo espaço para praticar o esporte na cidade. A rampa de skate criada pelos artistas Guga Ferraz e Daniel Castanheira especialmente para a exposição “Rua!” será remontada nos pilotis do Museu de Arte do Rio. A rampa chega ao espaço na mesma semana que começa, em Tokyo, mais uma edição dos Jogos Olímpicos, que pela primeira vez terá o skate entre as modalidades. 

A mostra coletiva reforçou a vocação do MAR para discutir as questões sociais das cidades e colocou a arte em diálogo com a cultura das ruas através de manifestações culturais urbanas como o grafite e o skate, esporte que em 2021 participa dos Jogos Olímpicos pela primeira vez. Segundo o diretor do museu, Raphael Callou, a rampa nos pilotis representa a abertura do espaço para todos. “Rua! é uma exposição que trata exatamente do movimento da cidade e das pessoas. Estamos abrindo o museu gratuitamente para as pessoas estarem nesse espaço conhecendo um recorte da exposição e se socializando novamente. Para isso, vamos seguir todos os protocolos de segurança”, explica. 

Inaugurada em janeiro de 2020, “Rua!” reuniu cerca de 80 obras, entre fotografias, vídeos, grafites e esculturas, de artistas integrantes da Coleção MAR, como Carlos Vergara, Evandro Teixeira, Paula Trope, Tiago Sant’Ana e Tia Lúcia, além de trabalhos de cinco grafiteiros convidados: Panmela Castro, Cruz, Rack, Ramo Negro e Coletivo I love MP. A curadoria foi assinada pela equipe do museu, sob a coordenação do curador-chefe, Marcelo Campos. 

Um dos grandes destaques de “Rua!”, que saiu de cartaz no último dia 4 de julho, a rampa de skate é uma instalação sonora com nove metros de comprimento acoplada a um sistema de som que amplifica os sons produzidos pelos skatistas. O público poderá utilizar o espaço gratuitamente aos sábados e domingos, das 12h às 17h, mediante a instrutor. Serão distribuídas 20 pulseiras por dia na bilheteria do museu, que darão direito ao uso da rampa por até 30 minutos. Por conta da pandemia da Covid-19, o espaço está condicionado à lotação, respeitando as regras de distanciamento social recomendadas pelos órgãos de saúde. O uso de máscara é obrigatório. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *