Descubra Portugal

03 dicas de passeios para conhecer Lisboa de ponta a ponta

Desbravar Lisboa é uma das tarefas iniciais assim que você pisa em Portugal, uma boa forma de começar é fazendo um tour panorâmico para ter uma noção básica da história e geografia da cidade. 

Do aeroporto para o centro de Lisboa, por ser bem próximo ao centro – cerca de 7 km – não é nenhum absurdo de caro pegar um táxi, principalmente se estiver com muita bagagem ou cansado. No entanto se você optar pelo transporte público, ao lado do portão de desembarque tem uma estação de metrô que funciona entre 6 da manhã e uma da madrugada. Você pode optar também pelo aerobus ou outros ônibus urbanos. A mobilidade em Lisboa definitivamente não é um problema.

Viajar por Portugal é simplesmente uma delícia, sem exageros, e conseguir economizar na hora de comprar passagem aérea é mais gostoso ainda, pois sobra mais dinheiro para bacalhau, pastéis de nata e vários passeios pelo País. Por isso fique atento sempre que pintar uma promoção! Na minha última viagem fiz muitos passeios a pé, de elétrico (bondinho) e também testei alguns passeios muito legais e diferentes daqueles básicos de ônibus turísticos, que no caso de Lisboa, não possuem acesso a diversos pontos do miolinho mais charmoso, e pude economizar bastante. 

lisboa

De Tuk Tuk com a Eco Tuk Tour ou de SideCar com a Bike my side é possível acessar as colinas e ruelas estreitas da cidade sem grandes dificuldades. Nos dois casos, o passeio é guiado por profissionais super experientes e muito atenciosos, prontinhos pra tirar todas as dúvidas com um baita sorrisão no rosto. Pode perguntar sem medo. O passeio passa pelos principais atrativos da região da Baixa, Alfama, Castelo, Chiado, Liberdade e muito mais. No caso do passeio de SideCar, também demos uma esticada até Belém, que fica um pouquinho mais afastado, passando pelo Mosteiro dos Jerônimos, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Ponte 25 de abril e pela badalada LX Factory onde se encontra a Livraria Ler Devagar.

A literatura em Lisboa

A Ler Devagar é, talvez, a meca dos amantes de livros, em Lisboa. Nasceu numa litografia do Bairro Alto mas acabou se mudando para a LxFactory; A Ler Devagar satisfaz qualquer apaixonado pela literatura. É impossível ficar indiferente ao número incontável de livros dispostos nas prateleiras que se iniciam do chão e chegam ao teto.

Neste espaço fascinante e de se perder por entre títulos variados, não faltam novidades literárias, edições recentes e volumes mais antigos. O ambiente industrial da loja mantém uma característica totalmente especial. Em uma subida aos patamares superiores, é possível observar a livraria noutra perspectiva.

Com várias mesinhas dispostas ao longo dos corredores e ainda dois cafés com apetitosos lanches, a Livraria Ler Devagar é o ponto ideal para uma tarde de estudo, para um encontro literário ou simplesmente para ficar ali, mergulhada por entre os milhares de exemplares de histórias repousadas nas prateleiras.

Turistando por Lisboa

Se locomover por Lisboa é muito simples, e talvez esse seja um dos motivos que me atraem e me faça encarar os voos Rio de Janeiro-Lisboa quase todo ano. Motivos que vão desde a cultura, comidas típicas, locais históricos e suas construções. Uma vez em Lisboa, nada de alugar carro para rodar pela cidade já que ela possui uma ampla e prática rede de transportes públicos. São diversas as linhas de ônibus, metrô, trens e bondes que nos leva para todo canto da cidade. E lembre-se também que temos o táxi e que em Lisboa ele tem uma tarifação bacana e bem barata se compararmos com outras cidades europeias.

Estando em Lisboa, faça um tour de elétrico

Lisboa é cheia de subidas de testar a resistência de qualquer atleta, acredite. Uma das melhores formas de dar uma panorâmica pela cidade é fazer um passeio de elétrico para já sentir o clima da cidade logo na sua chegada. Apesar de ser oficialmente um meio de transporte, os turistas acabam usando mesmo para turistar e tá tudo bem, viu!

O famoso elétrico Prazeres 28 está sempre lotado e as filas costumam ser bem demoradas. Se você estiver por lá no verão, vai complicar ainda mais pelo fator calor insuportável, vai por mim. Então, se você puder fazer o passeio saindo do Cemitério dos Prazeres, bem cedinho, a possibilidade de pegar filas mais brandas é maior e o número de pessoas entrando e saindo do bondinho ao longo do percurso também é reduzido. Mas atenção, muito cuidado com as bolsas e carteiras, esse é o alvo preferido dos carteiristas de Lisboa, eles se misturam e ninguém percebe nada. Como toda grande cidade, vale ficar atento.

lisboa

Agora a dica vai para o seu bolso. Eu sei que viajar custa caro e qualquer economia é sempre muito bem-vinda, então, assim que chegar em Lisboa compre logo seu Lisboa Card. Com ele você tem entrada gratuita em 29 museus e monumentos, além de poder utilizar metrô, ônibus, elevadores, inclusive o da Santa Ajuda e os  bondinhos de forma ilimitada. Gente, é muita economia. Como minha viagem foi dividida por etapas, eu usei 2 Lisboa Card de 72 horas e me atendeu muito bem. O truque aqui é se planejar para montar uma ordem lógica para visitar as atrações, dentro do período que você tem para utilizar, e aí, o google maps é um ótimo aliado nessa hora.

Certamente você vai se deparar com lugares que vai se apaixonar. Eu confesso que mesmo conhecendo muito bem Lisboa, não resisto a um passeio desses logo no meu primeiro dia na cidade.

Você pode optar por algumas rotas e não necessariamente ficar limitado ao Prazeres 28. O elétrico que vai até Belém, por exemplo, é mais uma espécie de metrô de superfície, não tem aquele climão de antiguinho, mas ainda assim tá valendo pra ir até a famosa pastelaria comer um pastel de Belém.

1 Comentário

  1. 13 de março de 2020 ás 12:40 Responder
    Viviane

    Como está a imigração em relação aos viajantes que vão do Brasil para Portugal com o coronavirus em todo lugar? Quem está com viagem marcada deve se preocupar? Há risco da imigração barrar ou cancelarem os voos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *