Variedades & Tecnologia

Sinais do Fim do Mundo


Sempre que posso utilizo as redes sociais para mandar algum tipo de mensagem, sejam mensagens musicais ou alguma palavra positiva e, hoje, o que me veio à cabeça foi a famosa história do fim do mundo e do, também famoso, calendário Maia. Um dia o mundo acabará, ao menos para nós, individualmente falando. O mundo termina quando morremos, dizem uns. Outros dizem que estamos, apenas, “de passagem” e que iremos para “outro lugar”.

Há os que dizem que voltaremos, reencarnados, até que cumpramos nossa missão. Outros afirmam que os vulcões entrarão em erupção, tsunamis inundarão,  como na música “eternas Ondas” de Zé Ramalho.

https://www.youtube.com/watch?v=E0P4-5SrOU8

Existe também a possibilidade do planeta X (Nibiru) que, segundo os que acreditam, está perto da Terra e irá alterar o eixo do nosso planeta ou, ainda, que  haverá uma invasão extraterrena de naves e armas, tecnologicamente, nunca antes apresentadas aqui no nosso planeta, armas estas que irão nos aniquilar.

Seria um caos total, parecido também com a canção de Paulinho Moska, “Último Dia”? 

Seria um novo dilúvio bíblico? E quem comandará a Nau desta vez?

A insistência humana para adivinhar o futuro é coisa antiga e muitos dizem que conseguem realizar tais feitos.

Sociedades secretas, falsos profetas e estudantes de astrologia, todos,  buscam a data certa do juízo final. Será que isso realmente acontecerá ou o homem, desde o principio, busca algo que o faça temer, que o torne crente e, que “andando na linha” seja salvo?

A busca da salvação é para uns a grande chave. Estando salvos não serão colocados na grande fogueira. Será que os que dizem estar salvos, estão realmente salvos? E salvos em que sentido?

Voltemos ao nosso assunto de hoje, 2012, o fim do mundo. Como sabemos a notícia anunciada pelos maias, diz que o fim do mundo acontecerá no dia 21-12-2012. Mas será que estão chegando, realmente, os últimos dias?

Ou seria mais um dia dos últimos dias? Últimos dias de que? O fim do mundo está próximo ou estamos buscando desculpas para a não realização? Creio em  uma nova era, como várias que já vieram e ainda estão para chegar. Está  na hora do homem ser amigo de si mesmo e, principalmente, amigo do próximo para, a partir daí, começar a amar e a se amar.

Talvez o mundo esteja caminhando rumo ao indesejável pela maioria dos seus habitantes. O individualismo cada vez mais constante, as crises, as doenças, as guerras etc. são fatos que não retratam o amor e que, com certeza, estão muito distantes deste.

Por outro lado existe a resistência, as pessoas que lutam de alguma forma para que o bem consiga governar. E, neste meio, existem os que carregam o amor e são capazes de doar a sua vida pelo próximo. Estes são raros, mas existem, e lutam por um planeta em perfeita harmonia. Os sinais do fim do mundo estão bem claros, mas, acredito que o mundo não acabará, ele apenas vai dar uma grande chacoalhada.

Fabrício Ramos  é cantor, compositor, colunista cultural e também um pesquisador apaixonado pelo fenômeno UFO. 

Com um álbum todo autoral gravado, que o levou  a fazer turnê no Japão, suas músicas estão conquistando fãs em todo o mundo graças à grande “teia” mundial. Fabrício divide seu tempo entre a graduação de História na PUC-SP e seus shows onde insiste em enviar mensagens de conscientização social, paz e amor, mesclando suas raízes pernambucanas com a música pop. 

Facebook  |  Twitter | www.fabricioramos.com

E-mail: producaofabricioramos@bol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *