Dicas & Destinos

Os 10 mais belos faróis pelo mundo

Solitários, inspiradores e românticos, os faróis foram e são fonte de inspiração literária e também destino de viagens. Em qualquer parte do mundo encontramos essas belas construções que resistem aos golpes do oceano e se erguem orgulhosas a olhar para o horizonte. Esta rota passa por alguns dos mais belos faróis pelo mundo. O pessoal da Civitatis preparou uma lista incrível dos 10 faróis mais bonitos do mundo – e um deles é brasileiro.

Farol de Santa Marta – Cascais (Portugal)

Este farol pitoresco de 28 metros de altura pintado com riscas azuis e brancas é um dos mais belos ícones de Cascais. Adjacente a ele, encontra-se um museu que exibe a história dos faróis da Costa do Estoril, que estão entre os primeiros a serem construídos em Portugal.

O farol de Santa Marta é um dos pontos que você poderá ver se fizer o free tour por Cascais.

Os 10 mais belos faróis pelo mundo
Os 10 mais belos faróis pelo mundo

Pemaquid Point Lighthouse – Maine (Estados Unidos)

Edward Hopper capturou a sua bela silhueta e os seus arredores numa das suas aquarelas em 1929, Pemaquid Light. Entrou em funcionamento em 1827 e hoje é um dos lugares mais visitados de Bristol, no estado do Maine (Nova Inglaterra).

Farol de Creac’h – Ilha Ouessant (França)

“O Guardião do Mar” na francesa Finistère é um dos mais potentes do mundo. Está localizado no arquipélago de Îles du Ponant e faz parte do Parque Natural Regional da Armorica. Foi iluminado pela primeira vez em 1863 e desde 1988 alberga o Museu dos Faróis, ideal para descobrir todos os segredos da fascinante sinalização marítima.

Farol de Hércules – La Coruña (Espanha)

Ao chegar, a imagem austera e ao mesmo tempo poderosa do farol é verdadeiramente impressionante. Mas é ainda mais impressionante se pensarmos que sob as suas fachadas existe um farol romano que data do século I.

A Torre de Hércules é o farol romano mais antigo do mundo e o único em serviço. Um valor pelo qual foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Visitá-lo é contemplar o “finis terrae” da época e você pode fazê-lo e conhecer a fundo sua história no tour por La Coruña.

Os 10 mais belos faróis pelo mundo
Os 10 mais belos faróis pelo mundo

Trinidad Lighthouse – Califórnia (Estados Unidos)

Este farol histórico é o símbolo da pequena cidade de Trinidad, no sul da Califórnia. Localizado próximo à baía homônima, está cercado por uma bela costa de rochas abruptas.

Cabo da Roca – Sintra (Portugal)

O Cabo da Roca é uma bela falésia que emerge a 140 metros sobre o Atlântico e é o ponto mais ocidental da Europa. Localiza-se a cerca de 18 quilómetros de Sintra (cerca de 40 quilômetros de Lisboa), dentro do Parque Natural Sintra-Cascais, rodeado por pequenas aldeias piscatórias escondidas entre a floresta de Sintra.

No tour por Cascais, Cabo da Roca e Boca do Inferno, você descobrirá porque esse ponto foi conhecido durante séculos como o fim do mundo.

Farol de Malariff – Península de Snaefellsnes (Islândia)

A lava do vulcão Snæfellsjökull aproxima-se da base deste farol localizado no oeste do país e que desde 1946 guarda os 170 km2 do Parque Nacional de Snæfellsjökull. Também conhecido como farol de Karlstaðatangi, tem 24 metros de altura.

La Corbiere, Ilha de Jersey (Reino Unido)

O farol de La Corbiere fica no extremo sudoeste da ilha de Jersey, num pequeno ilhéu. Foi construído sobre uma rocha ligada a terra firme por um caminho que se submerge durante a maré alta. Para os antigos lobos do mar que navegavam de Inglaterra para a França, esse farol marcava o final da parte mais difícil da sua travessia.

Os 10 mais belos faróis pelo mundo

Farol da Barra – Salvador (Brasil)

Fechamos a lista com o emblemático Farol da Barra, em plena capital baiana. Construído em 1839, esse farol faz parte do Forte Santo Antônio da Barra, erguido três séculos antes, quando Salvador ainda nem havia sido fundada.

Você sabe qual é a relação desse farol com a independência da cidade? Não perca o tour pelo centro histórico de Salvador e pelo Farol da Barra para conhecer essa e outras histórias desse símbolo baiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *