Negócios & Serviços

Cruzeiros marítimos voltam a ser realizados no Brasil

Após 20 meses de paralisação, causada pela pandemia de COVID-19, as viagens de cruzeiro no litoral brasileiro voltaram a ser realizadas no início de novembro. O Ministério do Turismo havia anunciado, em outubro de 2021, que esse retorno aconteceria neste mês, e tudo se concretizou após a publicação da Portaria Interministerial 658 de 2021.

Cruzeiros marítimos

A temporada, que se prolongará até abril de 2022, já está ocorrendo normalmente, desde que os protocolos de segurança estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sejam seguidos.

De acordo com informações do Ministério do Turismo, estarão disponíveis nesse período mais de 566 mil leitos nas embarcações, 35 mil a mais que os oferecidos na temporada 2019/2020 – a última antes da paralisação. Além disso, a previsão é de que sejam feitos cerca de 130 roteiros e 570 escalas em portos brasileiros.

Os principais destinos previstos dos cruzeiros marítimos são as cidades de Angra dos Reis, Balneário Camboriú, Búzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilhabela, Ilhéus, Itajaí, Ubatuba, Santos, Rio de Janeiro, entre outros.

No entanto, só estarão autorizados a realizar os trajetos os navios que obedecerem às normas da Anvisa. Todos os hóspedes e tripulantes só poderão embarcar com o comprovante das duas doses de vacina contra o coronavírus, junto com o resultado negativo do teste PCR, feito até 72 horas antes, ou de antígeno, feito até 24 horas antes do embarque, um formulário com informações sobre suas condições de saúde e após uma quarentena de 14 dias.

Além disso, o uso de máscaras e o distanciamento seguem obrigatórios, assim como número de tripulantes reduzido, circulação do ar em ambientes fechados, higienização de superfícies e testes diários de 10% da tripulação e 10% dos passageiros. Como de costume, os passeios em terra firme estão autorizados a ocorrer, mas obedecendo aos protocolos das Companhias Marítimas e à legislação de cada município.

O que não pode faltar na mala

É importante estar com a mala bem preparada ao fazer qualquer viagem. Mas cruzeiros marítimos têm algumas especificidades que vale pontuar antes de preparar a bagagem. Até porque algumas coisas mudaram por causa da pandemia. Confira abaixo dicas do que você não deve esquecer de levar no seu próximo cruzeiro.

  • Roupas básicas: elas são essenciais. Verifique se pegou tudo: camisetas, bermudas, pijama, chinelos, tênis e roupas de banho e íntimas, como lingerie ou cuecas Zorba. Dê preferência para tudo o que for mais confortável e versátil. Assim, você pode usar looks diferentes sem levar uma mala pesada.
  • Higiene e cuidado pessoal: não é necessário se preocupar com sabonetes, toalhas e produtos para cabelo, porque as próprias companhias oferecem esses produtos nos quartos. Mas não deixe de levar escova e pasta de dente, protetor solar e cremes hidratantes.
  • Dress code: é comum que os cruzeiros façam eventos que pedem por roupas específicas – até mesmo trajes de gala. Se informe sobre isso e não deixe de colocar na mala.
  • Bagagem de mão: documentos e objetos de valor sempre devem ir em uma bolsa menor levada pelo próprio hóspede. Isso diminui o risco de perda ou roubo de itens importantes para o embarque. Aproveite para guardar nela as máscaras e o álcool em gel.
  • Bolsa extra: por fim, é interessante ter uma bolsa apenas para as compras nas paradas da viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *