4 coisas que só viajantes mais antiguinhos já passaram

Viajar hoje em dia é fácil – acredite! Um bom viajante que leva malas há mais de 20 anos pelo mundo sabe que a tecnologia acabou com muitos “perrengues de viagem”. Listamos alguns deles para a próxima vez que você pensar que viajar é difícil lembrar que “já foi bem mais!”:

1 – Voos caros

Sabe aquele momento em que você encontra passagens em promoção em algum site? Então, promoção era coisa rara com voos!

audrey

2 – As fotos da viagem ficaram… péssimas!

Tirar 500 mil fotos, imprimir e… péssimas! Como era difícil conseguir um bom clique em viagens: tinha que ter câmera boa, saber posicionar bem, usar um bom filme e tomar cuidado para não queimar nada… Hoje em dia com smartphones se ficou ruim, tira outra! O que não vale é perder a beleza do local!

fotos

3 – O hotel é… bem feio

Antigamente confiava-se nas fotos de catálogos (sempre bem produzidas) ou na sorte para encontrar bons hotéis. As estrelas até ajudavam na decisão, mas a decepção acontecia quando se chegava no hotel e via-se que ele não tinha a carinha que você esperava. Agora com uma simples busca encontramos fotos, produzidas e de hóspedes, para ter a certeza que aquele é o hotel dos sonhos de sua viagem!

dicas-de-hotel

4 – Guias pesando na mala!

Planejar uma viagem = comprar uns 10 guias. Escolher o destino = levar o guia na mala. Juntando com livros, poderia ser um peso indesejável na mala (ainda mais na hora de pesar na volta, com todos os presentinhos!). Agora você pode pequisar destinos em blogs e levar dicas no celular, tablet! Bem mais leve, fácil de consultar e prático!

livros (2)

Claro que a lista ainda poderia ser bem maior já que ocorreram mudanças razoáveis nestes 20 anos em média, mas isso foi só para ilustrar um pouquinho das facilidades que temos hoje e como ainda tem gente reclamando, dizendo que é uma tarefa muito difícil… Então tá né? Eu prefiro acreditar que hoje em dia as coisas estão tão fáceis que só precisamos agora de um teletransportador para chegar mais rápido ao próximo destino de viagem. Só acho.

Fonte: Blog nos trilhos do Turismo

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *