Dicas & Destinos

Era uma casa muito engraçada

Por Naira Amorelli

Era uma casa muito engraçada / Não tinha teto, não tinha nada… Quem não lembra dos versos do nosso querido “Poetinha” Vinicius de Moraes tão lindamente musicados por Toquinho para o disco infantil a Arca de Noé da década de oitenta? A questão aqui é uma só: você sabia que a tal “casa muito engraçada” existe? Sim, existe e fica no Uruguai, em Punta Balena, bem pertinho de Punta del Este. A Casa Pueblo é uma linda e louca obra do artista plástico, cineasta e escritor Carlos Vilaró que iniciou sua grandiosa e suntuosa obra de arte em 1958 com uma construção original em lata e aos poucos foi adicionando elementos, cômodos e cada vez aumentando mais sua obra com estrutura mais forte, mantendo sempre suas linhas arredondadas.

Casa Pueblo

Para rolar uma interação maior com o azul do céu, segundo o artista, ele pintou toda estrutura de branco. Uma lindeza só!

Nosso poetinha quando foi embaixador do Brasil no Uruguai simplesmente se encantou com a constução que seu amigo havia realizado. Em uma de suas visitas na casa de Vilaró, ele improvisou alguns versos durante uma manhã para agradar as filhas do amigo e o resultado foi tão bom que tempos depois saiu a poesia e a música.

Casa Pueblo4

Curiosidade

Até a morte de Vilaró, em fevereiro deste ano, a casa continuou sendo construída, nunca parou. Lá foi sua morada, na parte mais alta até o fim de sua vida.

Casa Pueblo3

O local além de residência também funciona como hotel com mais de 70 quartos e restaurante. Interessante que todos os quartos são batizados com nomes de personalidades que por lá passaram.

Casa Pueblo1

No fim da música que Toquinho cantava, ele dizia: “mas era feita com muito esmero / Na rua dos bobos, número zero”, mas o que muita gente não sabe é que na letra original lia-se “Mas era feita com pororó/ Era a casa de Vilaró”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *