Variedades & Tecnologia

Plantas e animais de estimação: quais espécies ter em casa para diminuir os riscos de acidentes

Confira quais plantas são as melhores opções para garantir a segurança dos bichinhos de estimação

Plantas e animais

Cultivar plantas é um hábito relaxante e divertido, e a inclusão do verde em diferentes ambientes da casa é uma ótima maneira de deixar o clima mais aconchegante. Com tantas espécies de cores, tamanhos e hábitos diferentes disponíveis para compra, a tarefa de escolher o tipo ideal pode se tornar complexa. Um ponto que deve ser levado em consideração é a presença de animais em casa, já que o contato com uma planta tóxica pode colocar a vida do bichinho em risco.

Certas espécies podem causar reações graves, tanto em humanos, quanto em animais, quando ingeridas ou manuseadas em certas partes de sua estrutura. Náusea, irritabilidade da pele, ardência nos olhos e no nariz, além de dificuldade para urinar, são alguns dos problemas mais comuns nesses casos. Mesmo quando elas são usadas somente como um detalhe na decoração, na forma de um buquê ou arranjo, por exemplo, é necessário escolher as espécies de plantas com cuidado, pois um descuido é suficiente para trazer um grande problema.

Além disso, ainda que a planta não seja considerada tóxica, é importante ficar atento, já que a ingestão de determinadas plantas em grande quantidade também pode causar alguns problemas de saúde. Adubos industrializados ou orgânicos também são perigosos, independentemente da espécie. Portanto, o livre acesso dos pets às plantas ornamentais deve ser evitado. Confira quais são as plantas mais seguras para se ter em casa com animais e que não serão tão prejudiciais caso entrem em contato com os bichos de estimação, segundo o ASPCA (American Society for the Prevention of Cruelty to Animals).

Samambaia-americana (Nephrolepis exaltata)

Para quem gosta de plantas pendentes e com comprimentos interessantes, as samambaias são uma ótima opção, trazendo um belo tom de verde para o ambiente. Por ser nativa de regiões tropicais do mundo inteiro, ela se adapta bem ao clima brasileiro, sendo de fácil cultivo e uma espécie ótima para quem não está acostumado a cuidar de plantas. Ela é uma das plantas ornamentais mais populares no país por conta de sua beleza e por não apresentar riscos à saúde dos bichinhos. 

Clorofito (Chlorophytum comosum)

O clorofito é uma planta ornamental nativa da África do Sul, sendo muito usada como forração no Brasil, e popularmente conhecida como paulistinha ou gravatinha. Uma de suas principais vantagens é a habilidade dessa espécie de purificar o ar dos ambientes domésticos. Além disso, ela tem uma bela folhagem e não pede cuidados muito complicados, ajudando a decorar o espaço de forma prática e bonita.

Peperômia-Melancia (Peperomia argyreia)

Com folhas redondas e de um verde brilhante, a Peperômia-Melancia chama a atenção e é uma boa opção para quem procura uma planta ornamental de cuidados simples. Basta deixá-la com boa iluminação indireta e solo bem drenado. Na hora de escolher sua peperômia, é preciso prestar bastante atenção, já que existem vários tipos dessas plantas e algumas delas são tóxicas para animais, como a Peperômia-filodendro (Peperomia scandens).

Maranta-cascavel (Calathea lancifolia)

Apesar de não ser tão popular, essa planta ornamental é uma boa alternativa para quem procura plantas de crescimento vertical, que podem ficar nos cantos do cômodo. Essa espécie é de clima tropical, não tolerando temperaturas muito baixas, devendo receber atenção especial durante o inverno. A parte superior de suas folhas tem um tom verde marcante com desenhos verde-escuros, enquanto a parte de baixo da folha é vermelho-vinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *