Variedades & Tecnologia

Cora Coralina é homenageada em caminho inspirado no de Santiago de Compostela

Inspirado no Caminho de Santiago da Compostela, na Espanha, Goiás lança Caminho de Cora Coralina com proposta diferenciada.

A proposta foi homenagear a poetisa Cora Coralina, um dos principais nomes da literatura goiana, que ficou famosa por retratar a simplicidade de seu cotidiano, publicando seu primeiro livro apenas aos 75 anos.

Uma trilha de 282 km foi traçada baseada em relatos de viagens realizadas desde o século 18 e passa por regiões com morros verdes, paisagens encantadoras e um céu totalmente peculiar. Confira em caminhodecoracoralina.com.br.

A trilha (trechos)

O caminho Cora Coralina começou a ser demarcado em 2015, onde fica uma trilha histórica usada por bandeirantes há centenas de anos e será inaugurada oficialmente em março. Aventureiros interessados em conhecer as belezas naturais e a cultura do estado que abraça o Distrito Federal poderão se encantar neste caminho único.

Para percorrer a trilha, o viajante terá 3 opções: bicicleta, a pé ou a cavalo. A proposta é viajar entre as belezas do cerrado, residências dos séculos 18 e 19, ruínas de antigas lavras de ouro, fazendas e cidades históricas.

Diferente do Caminho de Santiago de Compostela – onde os peregrinos seguem um percursso para venerar as relíquias do apóstolo Santiago Maior, que teria seu sepulcro na catedral de Santiago de Compostelao Caminho de Cora Coralina oferecer outras´formas de contemplações.

“A intenção é tematizar o roteiro em cima da poesia, de paisagem, de gastronomia e de cultura. A poesia será um diferencial”, diz João Lino, gerente de projetos, produtos e pesquisas turísticas da Goiás Turismo, agência de turismo do estado, ficou responsável pela pesquisa de campo e pelo conceito do caminho.

Onde

O caminho começa em Corumbá de Goiás, município com pouco mais de 11 mil habitantes e a 140km de Brasília e termina na Cidade de Goiás, antiga capital do estado, mais conhecida como Goiás Velho, e local de nascimento da poetisa. O caminho passa por outras belas cidades históricas, como Pirenópolis, Jaraguá, Itaguari e Itaberaí.


Nos oito municípios por onde o caminho passa, existe uma estrutura para receber o turista com opções para hospedagem, especialmente nas cidades maiores.

A trilha pode começar a partir de dois pontos: um perto do Terminal Rodoviário, na qual se atravessa um pequeno trecho de mata (o percurso pode ser irregular para ciclistas ou pessoas montadas em cavalos); o outro começa perto da rodovia GO-225, na subida da Avenida São João.

Planeje sua Viagem

O tempo ideal para conhecer a trilha toda é ao menos 5 dias de viagem. O Caminho de Cora Coralina, com sua natureza pura e exuberante, natural e rústica, exige cuidados de todos para continuar atraindo contempladores ao longo das próximas décadas ou mesmo séculos.

Para Reginaldo Moronte, que conheceu o caminho em 2015, a convite de um amigo, o melhor jeito de fazê-lo é caminhando, de bicicleta ou montado em algum animal. Destaca também que é necessário preparo físico, não pode ser qualquer cicloturista. É necessário, ao menos, um ano de prática. Podem acontecer acidentes, então o ideal são, no máximo, 10 pessoas por grupo.

Um tênis em bom estado é fundamental para quem quer fazer a caminhada com tranquilidade. O ideal é levar um par de reserva para casos de necessidade. Meias limpas e secas também ajudam no conforto. Calçados novos devem ser evitados, uma vez que bolhas nos pés podem te impedir de curtir plenamente os encantos do Caminho de Cora Coralina. Teste sempre o calçado antes com caminhadas para que o mesmo se ajuste ao pé. Outra dica já testada por caminhantes de longo curso é ter vaselina, para passar nos pés no início das caminhadas, ela irá ajudar na prevenção de bolhas.

Um kit de primeiros socorros é muito útil em caso de emergência. Faça dele seu companheiro de caminhada. Carregue aqueles itens que são indispensáveis para uso caso tenha recomendação médica para isso.

Saia de casa ou do seu ponto de parada bem alimentado e só leve alimentos com pouco peso e bom valor energético, como barras de cereais, frutas frescas ou secas, passas, amêndoas, amendoins, nozes, salaminho, queijos, biscoitos, sanduíches naturais e chocolates. Gel energético ajudam muito. Tenha sempre planejado sua parada de apoio para alimentação.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *