Se você for fazer coisas estúpidas, pelo menos torne-se doador de órgãos

Todos os anos muitas pessoas morrem à espera de uma doação de órgãos. Não é só no Brasil que a lista de espera é muito longa e a lista de doadores é curta. Por canta disso, a organização belga sem fins lucrativos Re-Born To Be Alive quer aumentar a conscientização sobre a doação de órgãos discutindo o tema de uma forma inesperada e bem humorada. A campanha foca a estupidez do dia a dia para falar desse assunto sério que é salvar vidas.

estupidez campanha doação órgãos

A campanha faz uma aviso: “Se você for fazer coisas estúpidas, pelo menos torne-se doador de órgãos. Porque, como doador, você pode doar até 8 órgãos e salvar até 8 vidas. O cérebro, contudo, não pode ser doado. E em alguns casos isso é uma coisa boa.

No Brasil, a ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas lançou a campanha Asas do Bem. Uma iniciativa que visa conscientizar a população sobre a importância vital dos aviões na realização de transplantes. Esse é o objetivo da campanha estrelada pelo médico Drauzio Varella. Todos os anos, mais de 4,5 mil voos das empresas aeras realizam, sem custos algum, o transporte de órgãos e equipes médicas para todo o país, e essas informações serão levadas ao público das redes sociais e aos passageiros.

asas do bem Drauzio

O Sistema Nacional de Transplante (SNT) – por meio da Central Nacional do Transplante – coordena uma complexa operação logística que envolve hospitais de origem e de destino, onde pacientes aguardam para realização de um transplante. Em um país com dimensões continentais, o avião é único meio de transporte que oferece a agilidade necessária para que um órgão possa ser transportado de uma região para outra mantendo as condições de conservação adequadas para uma cirurgia.

De acordo com os dados do SNT, cerca de 30% dos procedimentos realizados no Brasil utilizam órgãos que foram transportados pela aviação comercial. No ano passado, as companhias aéreas, AVIANCA, AZUL, GOL e TAM, associadas à ABEAR transportaram gratuitamente 6 mil órgãos, ou o equivalente a 95% de todos os órgãos transportados no país, em mais de 4,5 mil voos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *