Projetos de acessibilidade por um Pernambuco "Sem Barreiras".

 

O primeiro desafio do turista portador de deficiência é a escolha do meio de hospedagem. Alguns hotéis e pousadas especiais oferecem cadeiras de rodas, quartos e banheiros adaptados, portas mais largas e barras de apoio. O mesmo já podem ser vistos em restaurantes, com a preocupação de ofertar aos turistas cardápios em braile.

Com o objetivo de se tornar um destino turístico ainda mais acessível no país, Pernambuco tem se reinventado para melhor recepcionar pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. Com a criação do projeto Praia Sem Barreiras, e do programa Pernambuco Sem Barreiras, está sendo possível resgatar e garantir momentos de lazer a todos que visitam e residem no Estado. Pensando em garantir uma evolução ainda maior neste cenário social pernambucano, a Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), por meio da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), vem realizando capacitações gratuitas ligadas à acessibilidade em meios de hospedagem, bares e restaurantes próximos as praias onde funcionam o Praia Sem Barreiras.

Capacitação_Leticia-Jaques

As palestras são ministradas pelo consultor em acessibilidade, Manoel Aguiar, que é deficiente visual. Durante os treinamentos práticos, o palestrante cria situações que acontecem corriqueiramente quando uma pessoa com deficiência física, auditiva ou visual é recepcionada ou atendida nos estabelecimentos, apontando as falhas encontradas. Nas palestras são passadas informações importantes e as melhores maneiras de agir, conversar e recepcionar este público, de acordo com a sua necessidade. Participam da capacitação: mensageiros, recepcionistas, garçons, cummis e maitres.

Até o final de dezembro, a meta é que vários estabelecimentos do bairro de Boa Viagem, no Recife, meios de hospedagem e restaurantes da praia de Porto de Galinhas, no Ipojuca, sejam atendidos, as capacitações tiveram início no dia 25/11 e foram realizadas nos seguintes estabelecimentos: Hotel Vila Rica, Restaurante Orla, Restaurante Casa de Itália, Internacional Palace, Hotel LG Inn, Park Hotel, Hotel Jangadeiro, Bar e Restaurante Picanha e Onda do Mar Hotel. Ao total, 100 profissionais já foram capacitados, entre mensageiros, recepcionistas, garçons e cummis. Em 2014, será a vez de capacitar os profissionais da praia do Sueste, em Fernando de Noronha, e os que trabalham nas proximidades da praia do Bairro Novo, em Olinda.

Nos próximos dias 12 e 13 de dezembro, os Restaurantes Galetus e Papa Capim (respectivamente), ambos em Boa Viagem, irão capacitar garçons e recepcionistas.

Para ser contemplado com a capacitação, que é gratuita, é necessário que os hotéis, pousadas, bares e restaurantes tenham o mínimo de acessibilidade. Os interessados podem entrar em contato com a unidade de Projetos Especiais, da Empetur, através do telefone 3182-8154.

Recife-Olinda-Tour_Divulgação

E para complementar os projetos de acessibilidade,  as Secretarias de Turismo de Pernambuco, do Recife e de Olinda assinam o Termo de Compromisso para Assinatura do Convênio da Linha de Turismo Recife-Olinda Tour.

O serviço será oferecido a partir de 2014 por seis ônibus double deck com capota retrátil, plataforma de acessibilidade para cadeirante e compartimento para bicicletas. O andar inferior será climatizado, oferecerá assentos para gestantes, obesos e idosos e terá capacidade para 17 passageiros enquanto o andar superior comportará 57 pessoas. Além do sistema de áudio em português, inglês e espanhol, os passageiros contarão com um guia trilíngue em cada ônibus e uma audiodescrição, destinada às pessoas cegas ou com baixa visão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *