Variedades & Tecnologia

Ramadã: afinal, o que significa esse mês santo?

O 9º mês do calendário islâmico é o mais sagrado dentro da cultura muçulmana e um momento de compaixão e autorreflexão

Ramadã

Desde o início do Ramadã, em 13 de abril, o significado do evento vem sendo discutido e muitos se perguntam por que é tão importante e sagrado. O Ramadã é uma tradição da religião islâmica e celebra a primeira revelação do Alcorão a Maomé, um líder religioso árabe, que os muçulmanos acreditavam ter acontecido no nono mês do calendário islâmico. Para honrar e dar as boas-vindas ao espírito deste mês sagrado, Dubai, como uma cidade predominantemente muçulmana, está abraçando sua herança e oferecendo uma variedade de experiências culturais para residentes e visitantes. 

Ao contrário do calendário gregoriano. que conta os anos pelas voltas que a Terra gira em torno do sol, o calendário islâmico é baseado nos meses lunares. Assim, o Ramadã é uma data móvel e, neste ano, vai até 12 de maio. 

A primeira revelação do Alcorão tornou o Ramadã um mês muito importante para os muçulmanos, razão pela qual o ritual de jejum ocorre. Seu propósito é permitir que os filhos de Alá se aproximem dele e cresçam espiritualmente. O jejum é uma prática obrigatória para os muçulmanos e deve ser realizado entre o nascer e o pôr do sol.  

O Ramadã tradicionalmente termina com uma celebração conhecida como Eid al-Fitr, que pode ser traduzida como “festival do jejum”. As comemorações podem durar até três dias e é muito comum as pessoas trocarem presentes entre si. 

Abstenção

O jejum do Ramadã consiste em abster-se de todo alimento, bebidas, mesmo água, relações sexuais, cigarros ou remédios, da aurora ou amanhecer até o por do sol.

O Ramadã não se resume à abstenção de alimentos e prazeres. É um mês de profundo recolhimento espiritual, meditação, quando se deve praticar a caridade e o arrependimento e pedir o perdão de Alá. Momento de purificação, de ler Alcorão, de se reunir nas mesquitas e entre amigos e parentes para quebrar o jejum, fazer súplicas e celebrar.

Como o calendário lunar muda, muitas vezes o Ramadã cai no inverno, às vezes no verão ou em períodos intermediários.

Dubai abraça sua herança árabe 

Localizado nos Emirados Árabes Unidos, Dubai tem uma ênfase cultural muito forte em sua identidade, e os visitantes podem mergulhar na história e cultura da cidade experimentando algumas tradições. Como andar pelo Souk, um mercado tradicional onde se pode comprar vários produtos típicos, dar um passeio pela cidade velha para admirar a arquitetura antiga ou ir ao deserto para ter uma experiência como os beduínos. Os turistas também devem conhecer o bairro histórico de Al Fahidi e a casa e vila tradicional do Sheik Saeed Al Maktoum, explorar vilas de estilo tradicional com torres eólicas e pátios, ver ceramistas e artistas locais de perto e vivenciar a vida local no Sheikh Mohammed Center for Cultural Understanding

Para abraçar o espírito do Ramadã e honrar sua herança, Dubai está oferecendo uma série de experiências culturais e gastronômicas para toda a família. Neste ano, o Dubai Festivals and Retail Establishment (DFRE) reuniu uma ampla gama de atividades que destacam perfeitamente as ocasiões familiares, a comida e o ambiente que fazem do Ramadã uma época tão especial do ano. 

Ahmed Al Khaja, CEO do DFRE, disse: “A reputação bem-merecida de Dubai como um destino global realmente se destaca durante o Ramadã, quando a cidade mostra um espírito de união e comunidade que é compartilhado por mais de 200 nacionalidades e culturas que vivem em Dubai. O calendário de eventos fornecerá aos residentes e visitantes uma visão sobre o verdadeiro significado do Mês Santo, com experiências tradicionais e gratificantes que abrangem os setores inigualáveis de varejo, comida e bebida e entretenimento da cidade”. 

Dubai ganha vida com as tradicionais instalações de iluminação, incluindo bandeiras e decorações 3D, em diferentes pontos turísticos da cidade, como a torre do relógio em Deira, o World Trade Center Roundabout e a praia em frente ao Jumeirah Beach Residence.  Pelas pontes Al Maktoum, Al Garhoud e Business Bay, 370 bandeiras espalham a mensagem do Ramadã em Dubai. 

Além disso, o Dubai Festival City Mall dará as boas-vindas a famílias e amigos para explorar uma grande variedade de eventos e atividades com o tema Ramadã, e hotéis, restaurantes e lojas de grife, como Armani, estão oferecendo promoções especiais para os clientes.  

Todos os eventos são realizados de acordo com todas as regras importantes de saúde e segurança, incluindo distanciamento social e uso de máscaras em todos os momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *