Variedades & Tecnologia

Rock in Rio movimenta turismo carioca e apresenta novidades para a edição de Lisboa

O Rock In Rio, criado no ano de 1985, e que também teve edições em outras cidades do mundo, como Madri, Las Vegas e Lisboa, ajudando a expandir sua marca, é muito mais que um evento musical, pois aborda temas como sustentabilidade e responsabilidade socioambiental, além de impactar diretamente o turismo local. 

De dois em dois anos, o Rock in Rio atrai milhares de turistas de diferentes partes do país e do mundo, gerando inúmeras oportunidades de emprego – em 2019 foram 30 mil empregos gerados. O resultado acaba refletindo em toda a cadeia de lazer e consumo. 

A estimativa da RioTur foi que a Cidade do Rio de Janeiro recebeu cerca de 420 mil turistas somente para o Rock in Rio 2019, com a ocupação dos hotéis chegando a 70% na primeira semana do evento, entre os dias 27 e 29 de setembro e 80% na segunda semana, entre os dias 3 e 6 de outubro. O impacto econômico para a cidade ficou estimado em R$ 1,7 bilhões.

Os 700 mil ingressos ingressos para o festival foram vendidos em 73 países, entre eles; Colômbia, Argentina, Chile, Peru, EUA, Canadá, Portugal, Emirados Árabes, Dinamarca, Noruega e Polônia. E as principais vendas no Brasil aconteceram em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Bahia, Distrito Federal, Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Sul, além do próprio Rio de Janeiro

O evento também aquece o setor hoteleiro, assim como as principais plataformas para locação de apartamentos e casas por temporada e as companhias aéreas. Para atender à demanda de visitantes de fora do Estado, a companhia aérea Latam planejou um reforço na oferta de voos para o Rio de Janeiro com um aumento corresponde a 14 mil assentos a mais adicionados à malha aérea da companhia. Segundo estudos realizados pela Fundação Getúlio Vargas, o impacto econômico para a cidade está estimado em R$ 1,7 bilhões. 

Os cerca de 700 credenciados como imprensa, entre jornalistas, fotógrafos e repórteres brasileiros e estrangeiros, divulgaram de forma espontânea o Rio de Janeiro enquanto cobriam o festival, e isso reforça a ideia que um evento que também ajude a incentivar o turismo é fundamental para qualquer destino e ter um calendário robusto acaba valorizando o que acontece em torno das cidades fora da sede do evento, pois divulgar outras atrações e destinos do Estado, seja antes ou durante os shows também é uma oportunidade que não deve ser desperdiçada.

Rock in Rio

Agora a Cidade do Rock volta a abrir portas em Portugal com mais atrações e novas experiências

O maior evento de música e entretenimento está de volta ao Parque da Bela Vista, em Lisboa, nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho de 2020 com uma Cidade do Rock mais mágica do que nunca e com mais atrações, novas experiências e muito entretenimento.

Confira o preço dos ingressos para o Rock in Rio Lisboa 2020 em: portaldeportugal.com/confira-o-preco-dos-ingressos-para-o-rock-in-rio-lisboa-2020

Segundo Roberta Medina, Vice-Presidente do Rock in Rio, o objetivo é celebrar a magia, o brilho nos olhos e o sorriso no rosto. “A gente nunca para de pensar em como criar experiências que surpreendam e emocionem, porque a gente acredita que são elas que definem a forma como nosso público se relaciona com a marca Rock in Rio. É essa vontade que nos faz contar histórias, partilhar momentos e guardar recordações especiais. A nova Cidade do Rock vem cheia de novas experiências, construídas a partir das áreas de interesse do público. Vai ser inesquecível!”, vibra.

As novas opções de entretenimento pensadas e 9ª edição do Rock in Rio contribuem para entregar uma experiência cada vez mais imersiva, enriquecedora e única aos visitantes da Cidade do Rock. Assim, além dos já conhecidos Palco Mundo, Galp Music Valley, Super Bock Digital Stage, Yorn Street Dance, Espaço Gourmet, 7Up Slide, Somersby Pool Parties e Área VIP o evento contará com muitas novidades:

O Sports Bar será o espaço dedicado aos amantes do esporte e que terá transmissões de jogos de várias modalidades – incluindo todos os jogos do Campeonato Europeu que acontecem nos dias do evento – assim como de experiências e momentos de interação com o público. Serão competições de claques, sorteios, quizzes e muitas outras surpresas anunciadas em breve.

Para os pequenos visitantes da Cidade do Rock, o Rock in Rio Kids será a parada certa. Desenhado e pensado exclusivamente para crianças entre 3 e 8 anos de idade, a área vai recriar alguns dos palcos e conceitos do festival como miniaturas do Palco Mundo, pórtico principal, slide, Rock Street e muito mais.

Os Games, que desde 2017 fazem sucesso aqui no Brasil, agora ganham um quarteirão inteiro no Rock in Rio Lisboa. Além da famosa arena Worten Game Ring, a Game District vai receber outra das principais novidades: uma montanha-russa VR (com realidade virtual).

Já Rock Street, que conquistou a preferência dos visitantes da Cidade do Rock, volta para mais uma edição. Sucesso na edição do Brasil, este ano a rua de Lisboa também será inspirada na cultura asiática. Entre fachadas coloridas que lembram a arquitetura do continente, o público poderá passear por templos, palácios, uma coleção de elementos típicos da cultural oriental e sonoridades de um continente não tão distante. Entre a animação das ruas e shows no palco, também será possível perceber a ligação entre Portugal e o continente em uma área repleta de novas experiências.

Diferente do Brasil, além da área VIP, o Rock in Rio Lisboa contará com dois espaços premium pensado nos diversos públicos que visitam a Cidade do Rock. Com serviço personalizado, transporte exclusivo até ao evento e localização privilegiada com vista para todo o Parque, além do Palco Mundo, estarão o Table (uma espécie de camarote com mesas para 10 convidados) e os Rooftops (áreas privadas em cima dos bares). E por falar na Cidade do Rock vista das alturas, um dos ícones do festival, a Roda Gigante vai oferecer o melhor pôr-do-sol de Lisboa e outras surpresas que também prometem encantar.

“Ao longo destes 35 anos, o Rock in Rio tem-se destacado pelas experiências que cria e é isso que vamos continuar a oferecer, pois é esse o nosso DNA. Em Portugal, já contamos com 15 anos de experiências e momentos marcantes. O exemplo mais recente foi o evento de Celebração na Torre de Belém, que elevou a experiência cultural para um novo patamar sensorial e emocional combinando um palco único com concertos inéditos, videomapping e fogos de artifício. Há duas semanas terminamos mais uma edição do festival no Brasil, onde as experiências dentro da Cidade do Rock voltaram a ser o destaque. Experiências, acima de tudo, imersivas, que aproximam o público do espetáculo e o envolvem, ainda mais, no acontecimento e na música. E é isso que vamos fazer em Lisboa em 2020, oferecendo novos momentos na Cidade do Rock que recebe novos espaços, novas sensações e novas memórias para o futuro de todos os fãs que passarem pelo festival”, destaca Roberta Medina.

1 Comentário

  1. Pingback: Embarque na Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *