Gastronomia etc.

Restaurante Alaia: good vibes em meio ao agito do Rio de Janeiro

Hoje escrevo para os amantes de sol e praia que procuram uma opção gastronômica mais saudável, com sabor e good vibes no centro financeiro da Cidade Maravilhosa.

Fabio Cavalcanti e Patricia Lorenzon, sócios do Alaia.

Da paixão do jovem casal Patricia Lorenzon e seu marido Fabio Cavalcanti pelo surfe, por uma alimentação saudável, equilibrada e com sabor, surgiu o restaurante Alaia, que chegou ao Centro do Rio de Janeiro no início de dezembro como uma opção para ter uma refeição saudável e equilibrada para o horário do almoço. Mas antes de falar sobre o restaurante, gostaria de explicar sobre o nome “Alaia”. É o nome da famosa prancha de madeira sem quilhas que possui um bico arredondado e a tail quadrada. Essas pranchas eram usadas no Hawaii antes mesmo do século 20, e lá, eram geralmente feitas da madeira de uma árvore nativa chamada Acacia koa. Essa árvore de cor avermelhada ou marrom-dourado é considerada uma “tonewood” ou seja, uma madeira cujas características acústicas influenciam na pureza do som  de um instrumento. É utilizada para lateral e fundo de violão, corpo de guitarra, braço de baixos, bateria, piano, tecla de piano, órgão de tubos, arcos de violino, violino e xilofone. É também apreciada para a fabricação de móveis, esculturas e entalhes.

No Restaurante Alaia tudo é feito para o cliente se sentir no mundo colorido dos surfistas, na linguagem do esporte: o pico ideal! A decoração é o grande diferencial do restaurante. A ideia é que o cliente viva realmente uma experiência durante a refeição. As palhas do teto, vindas diretamente de Trancoso-BA, remetem ao “tonewood” e dão ao ambiente um conforto acústico raro. O colorido do piso reflete o mar, logo na entrada a natureza é representada por um pequeno jardim e uma pintura na parede, inspirada pelas formas orgânicas de Burle Marx e pelo simbolismo de Niemeyer, criada pelo artista carioca Rafael Uzai (o fato de ele ser surfista só ajudou) deixa o ambiente ainda mais agradável e moderno. Fotos nas paredes, materiais em madeira, uma Alaia exposta no salão, um corrimão em formato de pranchão, uniformes dos funcionários parecidos com os aventais utilizados pelos artesãos nas oficinas de conserto e fabricação de pranchas e o caixa em forma de quiosque de praia compõem a decoração.

Filé Mignon acompanhado de Rostie de Aipim com Queijo Cottage e Alho Poró, Batata Rústica e molho de Mostarda. Foto: Naira Amorelli

A cozinha conta com Elvira Cozzolino como nutricionista e com a chef Angelucci Oliveira, e o restaurante funciona de segunda a sexta, sempre nos horários de almoço (11h às 15h30), no esquema à la carte. No cardápio há os “Grelhados”, em que é escolhida a proteína (Filé Mignon, Ribeye, Hambúrguer de Costela ou Quinoa, Coxa e Sobrecoxa desossada, Filé de Salmão, Peito de Frango recheado com Espinafre e Cream Cheese, entre outros), os acompanhamentos (“Salada de Quinoa com Abóbora assada, Legumes e Mix de Castanhas”, “Mix de Folhas com Tomate e Parmesão ao Molho Pesto”, “Purê de Batata Doce com Tomilho”, “Rostie de Aipim com Queijo Cottage e Alho Poró”, “Batata Rústica”, “Chips de Legumes assados”, “Ratatouille de Legumes”, “Canelones de Abobrinha e Berinjela com Ricota”, “Linguine ao Pesto de Espinafre”, “Risoto de Pêra e Ricota defumada – com Biomassa de Banana verde”, entre outros) e os molhos (Mostarda,  Iogurte, Chimichurri ou Barbecue caseiro).

  • Você pode escolher o Grelhado com dois acompanhamentos e um molho, mas também há opções de saladas, hambúrgueres e sanduíches.

Hambúrguer de Costela, Mix de Folhas com Tomate e Parmesão ao Molho Pesto e Risoto de Pêra e Ricota defumada, com Biomassa de Banana verde. Foto: Naira Amorelli

Na questão sustentabilidade, os sócios Patricia Lorenzon e Fabio Cavalcanti optaram por copos biodegradáveis para servir as bebidas do restaurante, uma opção que reduz o uso da água e a emissão de gás carbônico. E exploraram bem a conexão visual com a rua, deixando a luz entrar pelos vidros que fazem parte de sua fachada.

O Restaurante Alaia fica na Rua do Rosário, 114 no Centro do Rio de Janeiro. Funciona das 11h às 15h30 e para maiores informações o telefone é o (21) 2507-5212.

Brownie de chocolate com nozes e linhaça (Vegano). Foto: Naira Amorelli.

Pudim de Tapioca com Paçoca de Amendoim. Foto: Naira Amorelli.

Dica: Se você quer dar uma “mergulhada” no esporte, faça uma visita ao AquaRio e conheça o Museu do Surf by Rico de Souza, com fotos e pranchas históricas que mostram o desenvolvimento do surf no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *