Pátria educadora de verdade é o Japão

Há três anos, a estação de trem de Kami-Shirataki, localizada na Ilha de Hokkaido, ao norte do Japão, estava prestes a encerrar suas operações, devido à sua localização remota e por conta de um terminal de trens de carga que seria instalado no local. Mas a companhia Japan Railway mudou de ideia. Sabe a razão? A empresa ficou sabendo que uma adolescente chamada Kana embarcava na estação todos os dias para ir à escola. Devido a este fato, foi decidido que a estação permaneceria aberta para que ela continuasse a frequentar as aulas e concluísse o Ensino Médio, e somente depois disso seria fechada.

A Estação de Kami-Shirataki, em Hokkaido, Japão, é visitada por um trem duas vezes por dia, uma da manhã e uma a tarde.

Os trens que passam pela estação agora seguem o calendário escolar e param apenas duas vezes ao dia ali, ela pega o trem às 7h04 todos os dias e retorna pontualmente às 17h08, e ela é a única pessoa a utilizar a estação.

Adolescente, Kana, pega o serviço na estação às 7h04 todos os dias e retorna pontualmente às 17h08

A formatura da adolescente está prevista para março deste ano e a estação será desativada logo após a conclusão do Ensino Médio. Kana declarou ao Jornal DailyMail que se sente triste em pensar que a estação irá desaparecer, mas ressaltou sua gratidão à companhia.

Assista abaixo a reportagem sobre a história de Kana e acredite: Pátria educadora de verdade é o Japão.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *