Gastronomia etc.

Rosh Hashaná: um novo ano e doce para os judeus

Um novo ano começa para os judeus no anoitecer do dia 24 de setembro. Com ele, iguarias para adoçar o paladar e fazer votos de paz e prosperidade para o ano que se inicia. A mesa judaica é cheia de simbolismos especialmente nas datas comemorativas. Vários alimentos simbólicos são ingeridos na refeição da primeira noite de Rosh Hashaná: a maçã mergulhada em mel invoca um ano novo mais doce; carne ou qualquer bebida doce traz um ano farto e doce; o pão Chalá redondo simboliza a eternidade; as cenouras em rodelas são associadas a moedas de ouro e representam prosperidade. Além de tudo isso, vários símbolos judaicos dão forma aos doces que são distribuídos entre amigos como mensagem de prosperidade e votos de um ano novo doce: menorah, chamsa, estrela de David e outros.

Curiosidades sobre a data:

Segundo o calendário judaico, a partir do anoitecer do dia 24 setembro de 2014 inicia-se o ano 5775. Para os judeus, é tempo de refletir e se arrepender dos pecados. Ao invés de brindar com champanhe e pular sete ondas, eles preferem se focar na introspecção e na reflexão. O Ano Novo é chamado de Rosh Hashaná, dia em que Deus criou o mundo.

O Rosh Hashaná acontece geralmente em setembro, pois a contagem dos anos no judaísmo é feita pelo calendário lunar. O ano lunar tem 354 dias, portanto faltam 11 para os 365 contados normalmente. Para ajustar, se convencionou que alguns anos têm um mês a mais no calendário judaico. O primeiro mês do ano é chamado de Tishrei, palavra que remonta ao período de 586 a.C. a 536 a.C., quando Jerusalém foi destruída pelos babilônios e os judeus foram forçadamente exilados para a região mesopotâmia. Ali eles desenvolveram o calendário de 12 meses – que às vezes ganha um mês extra para o ajuste com o calendário tradicional.

Alguns alimentos importantes:

Maçã – “Possa ser Tua vontade renovar para nós um ano bom e doce “.

Chalot – As chalot servidas em Rosh Hashaná são redondas, símbolo de continuidade e eternidade, como o círculo que não tem começo nem fim; sem ângulos, nem arestas, um pedido para um ano sem conflitos. Costuma-se mergulhar o pão no mel em vez do sal habitual, em todas as refeições desde Rosh Hashaná até ao sétimo dia de Sucot.

Mel – O valor numérico da palavra “dvash” (mel) equivale ao valor de “Av Ha’Rachamim” (Pai Misericordioso): assim o mel representa a esperança de que a sentença decretada pelo Supremo Juiz seja amenizada pela Sua compaixão.

Frutas e alimentos especiais – É costume comer carne e vinho doce ou qualquer bebida doce nesta refeição, para ter um ano farto e doce.

Tâmara – Costuma-se ingeri-la para que acabem os nossos inimigos (em hebraico, yitámu, parecido com tamar).
“Yehi Ratson milefanêcha sheyitámu oyvecha vessoneêcha, vechol mevacshê raatênu”.
“Possa ser a Tua vontade que sejam consumidos os Teus inimigos e os Teus oponentes e todos aqueles que querem o nosso mal”.

Abóbora ou cenoura – A palavra “mern”, em yidish, pode ser traduzida como “cenoura” e também como “se multipliquem”. Por isto comemos cenoura – para que os méritos se multipliquem.

Romã – Costuma-se ingerir em sinal para que aumentem os nossos méritos como os caroços da romã. Há uma explicação que a romã possui 613 caroços – o número das mitsvot da Torá.
“Yehi Ratson milefanêcha sheyirbu zechuyotênu carimon”.
“Possa ser a Tua vontade que os nossos méritos cresçam em número como [as sementes] da romã”.

Peixe
“Yehi Ratson milefanêcha shenifrê venirbê cadaguim; vetishgach alan beená pekichá”.
“Possa ser a Tua vontade que nós nos frutifiquemos e nos multipliquemos como peixes; e cuida de nós com olho aberto “.

Bolo2

Para comemorar o Rosh Hashana, data mais importante do calendário judaico, várias confeitarias e restaurantes prepararam menus especiais para a data, confira:

Torta de Figo

Torta de Figo

A The Bakers destaca alguns pratos e doces especiais. Entre as opções de salgados, o Arenque Marinado – receita familiar com creme de leite, cebola e especiarias; e a Chalá Redonda. No quesito Tortas, destaque para a Sabra Cake – torta de figo decorada com a Estrela de David; a Almond Cake – torta com camadas de bolo de amêndoas com suave mousse de chocolate ornamentada com amêndoas filetadas; e para a Torta da Vovó Judaica – tradicional torta de maçã com receita secular da família – leve massa doce recheada com maçãs assadas, passas, canela e outras especiarias. A The Bakers também preparou opções de Cestas com produtos diversos como chocolates, vinho, pão de mel, brownie e biscoitos.

Torta Vovó

Torta da Vovó Judaica

The Bakers/Copacabana – www.thebakers.com.br
Rua Santa Clara, 86-B, Copacabana
Telefone: (21) 3209-1212

Tábua de Mini Sanduíches, Chalá de Arenque, Pães e Almond Cake

Tábua de Mini Sanduíches, Chalá de Arenque, Pães e Almond Cake

A confeitaria Kurt, no Leblon, destaca alguns produtos para o Rosh Hashana, como o Bolo de mel; a Pecan Pie – torta de nozes pecan e caramelo enfeitada com a estrela de David; a Torta de maçã com passas, escrita Shana Tova; a Picada de Abelha – bolo do norte da Alemanha recheado de creme de baunilha com um pote de mel de marzipan, e a Le Gateau, torta de chocolate com 2 enfeites de colméia. Esse ano, a novidade é o Bolo de Amêndoas com Limão Siciliano – que no preparo do bolo, no lugar da farinha, é utilizado a fécula de batata, por isso ele não contém glúten e é mais leve que o tradicional. Além das tortas, o Kurt oferece Cestas com produtos que simbolizam sorte e prosperidade para o ano novo, como Pão de Mel, Financier, Biscoitos, Bombons de Chocolate etc.

Picada de Abelha

Picada de Abelha

Confeitaria Kurt – www.confeitariakurt.com.br
Rua General Urquiza, 117 – loja B – Leblon
Telefone: 2294-0599/ 2512-4943

Bolo de mel com nozes e mensagem de “Shana Tova”.

Bolo de mel com nozes e mensagem de “Shana Tova”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *