Variedades & Tecnologia

Alceu Valença e o seu "VIVO" !!!

Ele veio fazer a festa no 1º de Maio, em São Paulo,  no vale do Anhangabaú e levou um mar de gente ao delírio com seus clássicos que marcaram gerações. Alceu Valença e a sua trupe fecharam a noite trazendo clássicos como “La Belle de Jour” e “Anunciação” que a multidão cantava em uma só voz. “Táxi Lunar” e “Tropicana” também fizeram parte do repertório. Alceu, em um ritmo alucinante, se movimentava no palco, interagindo com o público e mostrando que continua em plena forma.

Alceu

E ainda em São Paulo, desta vez uma viagem no tempo, Alceu volta aos anos 70 e apresenta o show “Vivo”, que, em sua formação original, trazia Lula Côrtes, Paulo Rafael (com Alceu até hoje), Zé Ramalho (tocando viola) e músicos da Ave Sangria, polêmica banda recifense que misturava psicodelia e muito rock n´roll.

Serão 4 noites imperdíveis, 04, 09, 10 e 11 de Maio, onde será gravado o tão aguardado DVD deste espetáculo, um enorme presente para os fãs mais antigos e para os novos admiradores da obra de Valença.

Alceu no palco

Músicas como “Sol e Chuva” e “Vou Danado pra Catende” são marcas dessa época de inovação musical. É importante lembrar que Alceu participou de um festival da TV Globo, em 1975,  onde foi criada uma categoria para premiá-lo, pois, a sonoridade apresentada era algo nunca antes visto. O pernambucano ganhou o prêmio “Pesquisa” naquela oportunidade.

Paulo Rafael e Zé da Flauta são os músicos que estarão fazendo parte da banda e que são membros da formação original do “Vivo”. Paulo Rafael, multi-instrumentista e produtor musical, já acompanha Alceu há mais de 25 anos, e, sempre em alta, continua compondo e produzindo trabalhos musicais de outros artistas e também trilhas sonoras.

Paulo Rafael e Zé da flauta

Paulo Rafael e Zé da flauta

Tovinho (Teclados), Nando Barreto (Baixo), Cássio Cunha (Bateria), Edwin (Percussão) completam a banda base, que, acredito contará com mais alguns convidados. Esses músicos com seus talentos e experiências individuais que, somados, abrilhantam ainda mais os shows. Isso sem nos esquecermos da sua produção com pessoas competentíssimas, pelas quais, eu tenho um carinho enorme.

O SESC  está de parabéns pela sua programação. O Brasil agradece.

Já vi vários shows de Alceu e afirmo, com todas as letras,  que  esse show é um daqueles momentos que não podemos deixar de ver.

Viva  Alceu Valença e sua música que ultrapassa barreiras e resiste, fortemente, aos dias atuais de letras sem conteúdo e passageiras que a mídia atual nos apresenta.

Alceu está lá na frente.

Só temos uma coisa a dizer: Obrigado Alceu Valença por nos mostrar uma música verdadeira e de qualidade ímpar.

Agora é só aguardar…

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *