Cultura & Entretenimento

Beatles na voz de Zé Ramalho

Ouvindo alguns cds aqui em casa paro no álbum “Zé Ramalho canta Beatles” , ouvi bastante logo que foi lançado e é incrível como Zé consegue viajar em várias vertentes da música mundial. Os toques regionais continuam com Sanfonas e com alguns detalhes de violão “ramalheando” assim os ingleses.

Esse projeto já era antigo e tardou a sair. Zé produziu o disco e contou com a direção musical de Dodô de Moraes, que já o acompanha em sua banda de apoio há muitos anos. 

Antes de interpretar Beatles, Zé já havia gravado cds cantando Raul Seixas, Bob Dylan, Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro.

Músicas do quarteto e mais algumas das carreiras solo de John e Paul foram colocadas no álbum que traz uma versão muito interessante de “ While My Guitar Gently Weeps” de George Harrison.

 

Essa “viagem” no universo dos Beatles é muito importante pra que as novas gerações e, até mesmo, as antigas entendam que o artista bebeu e ainda bebe de muitas fontes. Só um artista do nível de Zé Ramalho e tendo tantas composições de sucesso, consegue realizar um trabalho com um olhar totalmente original.

“God” , música de John Lennon, é praticamente recitada por Zé e sua voz de poderoso grave inconfundível seguindo quase ao pé do original gravado por Lennon. Além de “God”, o cd nos mostra lindas versões de “In My Life”, “Jealous Guy”, “A Day in The Life” e tantas outras. É o tipo de disco que devemos ter em casa.

Fiquei imaginando os dois cantando juntos essa música. A viagem que seria nas gravações e o resultado final.

Isso é o que a boa música nos dá. A liberdade de podermos viajar em diferentes línguas, diferentes mundos e nos unir de uma maneira tão prazerosa.

Parabéns Zé Ramalho por, neste álbum, nos lembrar de quatro garotos que, um dia juntos, fizeram tanta gente feliz. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *