Variedades & Tecnologia

Ponte Rio – Niterói completa hoje 36 anos


No dia 4 de março de 1974, a bordo do Rolls Royce presidencial, o então presidente Emilio Garrastazu Médici, acompanhado de seu ajudante de ordens e futuro presidente João Figueiredo e o ministro dos Transportes, Mario Andreazza, fizeram a travessia inaugural da ponte, concretizando uma secular aspiração dos habitantes da região e uma demanda do progresso do país.

Foi em 1966 que o governo tomou a decisão política de construir a ligação entre as duas cidades e criou comissões de estudos para as alternativas possíveis: túnel ou ponte. Aprovada a opção ponte, o projeto foi viabilizado economicamente por meio de financiamento inglês e, em 1968, a rainha Elizabeth II em pessoa lançava no Rio a pedra fundamental da obra.

A construção durou cinco anos e, no seu auge, empregou mais de dez mil operários liderados por cerca de 200 engenheiros. Considerada um dos mais importantes marcos da capacitação técnica brasileira – tantas foram as inovações e os desafios vencidos – ainda hoje a Ponte Rio – Niterói é uma obra superlativa: a maior ponte do Brasil e do hemisfério sul, a maior estrutura protendida das Américas, o maior vão em viga reta construído pelo homem. Hoje, ela é a sétima do mundo em extensão, mas, segundo engenheiros que participaram da construção, a Ponte Rio – Niterói ainda está entre as três maiores do mundo em volume espacial (área construída), por conta dos enormes pilares e das fundações muito profundas, com suas estacas de concreto fincadas na rocha do fundo da baía a até 60 metros abaixo da lâmina d’água.

Estatísticas curiosas

Com base nas séries estatísticas realizadas ao longo da concessão, além dos dados disponíveis do período anterior, foram feitos alguns exercícios empíricos com resultados bastante interessantes e curiosos. Trata-se de uma brincadeira estatística para reforçar a grandiosidade da Ponte Rio – Niterói.

• De 4 de março de 1974 até hoje, já passaram pela Ponte Rio – Niterói, nos dois sentidos de direção, mais de um bilhão e 315 milhões de veículos.

• Esse total de veículos transportou mais de 3 bilhões e 170 milhões de pessoas nesses 36 anos.

• Com base na população mundial, de 6 bilhões e 811 milhões de pessoas (jan. / 2008), o equivalente a quase metade da população do planeta (46%) já passou pela Ponte.

• O equivalente a toda a população brasileira já passou pela ponte mais de 16 vezes.

• Todos os veículos alinhados dariam 110 voltas na Terra.

• Todas as pessoas de mãos dadas dariam 160 voltas na Terra.

Todas as pessoas lotariam 35 mil Maracanã. Brincadeiras a parte, a Ponte é mesmo um grande marco e uma verdadeira “mão na roda” para os cariocas que a utilizam todos os dias.

Parabéns!!

Fonte: Redação / DT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *