Variedades & Tecnologia

8 incríveis passeios ao ar livre para serem feitos de casa

Transmissões prometem transportar o viajante para o topo de montanhas a buracos azuis profundos, sem sair da sala de estar

passeios ao ar livre

Que todo mundo está louquinho de saudade de pôr o pé na estrada, nós temos certeza absoluta. A questão que não quer calar é: o que que a gente faz pra ir amenizando essa pressão? Afinal, a gente não faz ideia de quando as coisas vão “normalizar” e a gente vai poder arrumar a mala e sair por esse mundão.

Aí, o pessoal da Skyscanner teve uma idéia genial e separou os melhores passeios ao ar livre, que podem ser feitos de casa, para quem não resiste a uma paisagem exuberante. São 8 destinos ideais para os viajantes que amam pegar uma mochila e desbravar o mundo. Só que, dessa vez, a experiência será por meio de transmissões ao vivo da vida selvagem, que prometem transportar o viajante para o topo de montanhas a buracos azuis profundos, sem sair da sala de estar. Vambora?

Machu Picchu, Peru

Esta antiga cidadela inca no alto da Cordilheira dos Andes está na lista de lugares para visitar de muitos viajantes e um dos mais belos para fazer passeios ao ar livre, concorda? Por enquanto, que tal ter acesso a essa maravilha do mundo em alta definição e com seu próprio guia de áudio? Observe as estruturas antigas via webcam, com várias perspectivas em 360 graus e aprenda mais sobre sua fascinante história.

Trilha Sol Duc Falls, EUA

Caminhar contemplativamente pela floresta, ou praticar Shinrin-yoku, como a prática é conhecida no Japão, comprovadamente reduz o estresse, melhora a felicidade e inspira criatividade. Já que explorar o mundo real, fazer passeios ao ar livre está fora de cogitação, este vídeo de quatro horas de caminhada é a melhor opção disponível.

Sente-se e aproveite o lento e meditativo passeio pela Trilha Sol Duc Falls no Parque Nacional Olympic. O canal 4K Relaxation tem 59 trilhas disponíveis, incluindo Cedar Butte, Kaena Point e Sunset Beach.

Trondheim a Bodø, Noruega

A Linha Nordland no Ártico está longe de ser uma viagem de trem normal. Ela não só é a linha ferroviária mais longa da Noruega, e tampouco a mais bonita. A jornada épica de 10 horas começa na cidade universitária de Trondheim, terminando a 729 quilômetros ao norte, no Círculo Polar Ártico da Noruega.

Este vídeo, em tempo real, leva o viajante ao longo da Linha Nordland, da Estação Trondheim até a cidade costeira de Bodø, no Ártico. Além de ser o ponto máximo ao norte que é possível viajar de trem, também é a única linha ferroviária do mundo a atravessar o Círculo Polar Ártico.

Robson Bight, Canadá

A natureza está florescendo enquanto os humanos estão em quarentena. Já houve avistamentos de golfinhos selvagens nos portos da Sicília, javalis em Barcelona, veados Sika em Nara, no Japão, e até elefantes patrulhando as ruas de Kerala. Este canal do YouTube possibilita que os curiosos vejam ao vivo a vida selvagem.

Parques Nacionais, EUA

O Serviço Nacional de Parques (NPS) instalou centenas de câmeras nos parques nacionais dos Estados Unidos. Essas webcams ajudam o NPS a rastrear a qualidade do ar nessas que são algumas das terras mais protegidas do país. Mas elas também são uma ótima forma de desfrutar paisagens deslumbrantes da costa leste à oeste, que incluem Yosemite, Joshua Tree, as Montanhas Great Smoky, e muito mais.

Isso sem falar das câmeras dos ursos e do ninho das águias americanas, que são uma excelente maneira de passar alguns momentos com os moradores mais famosos dos parques.

Lago Lowes, Escócia

Esta reserva da vida selvagem perto de Dunkeld, em Perth, é o lar de milhares de espécies de animais selvagens. E a mais popular delas, sem dúvida, é a família de águias-pesqueiras que vive no alto das copas das árvores com vista para o lago.

Alguma alma corajosa instalou uma câmera lá no topo para observar os pássaros em seu habitat natural. É possível vê-los cuidando do ninho ou trazendo peixes frescos para os filhotes. Dá também simplesmente para deixar o vídeo rodar e desfrutar os sons suaves da vida selvagem escocesa em segundo plano.

Condado de Laikipia, Quênia

O site Explore, especializado em animais selvagens africanos, possui 12 câmeras espalhadas por savanas, pisos de florestas e poços de água em todo o continente, incluindo países como Quênia, África do Sul e República Democrática do Congo. É possível alternar entre as câmeras para observar gorilas, girafas, hipopótamos e elefantes vivendo o seu dia a dia.

O Explore possui várias câmeras em todo o condado de Laikipia, que transmitem de macacos selvagens explorando seus reinos no topo das árvores, a búfalos pastando perto de um poço de água, entre outras cenas incríveis.

Floresta de Algas das Ilhas do Canal, EUA

Já passamos pelos cumes das montanhas peruanas e savanas africanas aos fiordes escandinavos e trilhas florestais da América do Norte. Agora é hora de explorar embaixo d’água com esta câmera ao vivo em Landing Cove, em Anacapa, uma das cinco ilhas do Parque Nacional das Ilhas do Canal.

Trata-se de uma área de extrema importância biológica. É possível ver a vida selvagem subaquática atravessar a floresta de algas cor de âmbar e, quem sabe, ter a sorte de avistar um leão-marinho nadando entre os peixes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *