Variedades & Tecnologia

Brasília completará 60 anos em abril

A cidade planejada para ser a capital federal foi inaugurada em 1960

A quarta cidade mais populosa do país, sede do governo e dos três poderes federais, a capital do Distrito federal completa em 2020, 60 anos de sua inauguração, realizada no dia 21 de abril de 1960. Pensada para ter uma viação útil, a construção da cidade foi um dos principais feitos do então presidente Juscelino Kubitschek. 

A transferência da denominação da capital federal, do Rio de Janeiro para a nova cidade se deu, simbolicamente, pelo fechamento do Palácio do Catete, sede do governo federal à época. Desde a época do Brasil Colônia, planejava-se levar a capital do país para a região central, com o objetivo de evitar ataques marítimos em possíveis confrontos. 

O projeto de ruas foi feito pelo arquiteto Lúcio Costa e os principais prédios da cidade foram projetados por Oscar Niemeyer, escolhido pelo presidente Juscelino. O carioca foi autor das principais estruturas da cidade: o Congresso Nacional, os Palácios da Alvorada e do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília. 

Brasília

A data também não foi escolhida à toa: o dia 21 de abril também é marcado pela morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. A data também é lembrada pela inauguração da capital italiana, Roma. O Plano Piloto, projeto urbanístico de construção da cidade lembrava o formato de um avião, silhueta que caracteriza o mapa brasiliense até hoje. 

Em 1987, Brasília recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), figurando na mesma lista que outros monumentos mundiais,como o Palácio de Versalhes, as Pirâmides do Egito e a Muralha da China. 

Encontro de brasilidades

Por ser uma cidade “jovem”, a população de Brasília inicialmente foi formada por pessoas de todos os outros estados brasileiros, muitos incentivados pelos empregos na área de construção civil na época que o projeto começou a tomar forma. Essa mistura ajudou a criar uma cultura vasta e uma miscigenação de sotaques, comidas, música e os demais traços culturais que hoje compõem o lugar. 

O plano inicial era ter cerca de 500 mil habitantes até os anos 2000, estimativa que foi superada e, no início dos anos 90, esse número já alcançava a marca de 1,5 milhão de pessoas. Atualmente, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade tem cerca de 2,9 milhões de habitantes. 

A política por lá é um pouco diferente do que estamos acostumados no restante do país. Brasília não tem prefeitos, pois o art. 32 da Constituição proíbe que o Distrito Federal seja separado em municípios, sendo considerado uno. O DF não é nem um estado, nem um município, de acordo com as leis brasileiras. É um híbrido e possui competências e obrigações destinadas a ambos. 

Um bom lugar para se morar

A capital federal registra altos índices quando se trata de desenvolvimento humano e qualidade de vida. Segundo dados de 2010, os últimos da pesquisa, Brasília possui o nono maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. A expectativa de vida é de cerca de 77 anos, também considerada alta. 

Além disso, a grande variedade de monumentos, centros culturais e o conhecido céu de Brasília são atrativos mais do que interessantes para visitar e conhecer o lugar, que muitas pessoas acabam ficando de vez. Culturalmente, a cidade tem mais de 11km de área tombada, com monumentos históricos e prédios que são um prato cheio para as pessoas que se interessam por história  política. 

A terceira maior economia do país

Brasília é um dos principais pólos econômicos do país, tendo uma renda média quase três vezes maior do que a nacional. O comércio, o turismo e o conceito de economia criativa são muito explorados, fazendo com que a cidade registre renda per capta de mais de R$70 mil, segundo dados do IBGE de 2016. 

O setor de serviços representa cerca de 71% de toda a produção econômica da cidade, segundo o portal do governo do Distrito Federal. O site ainda destaca o setor de informações (telefonia móvel, acesso à internet e TV por assinatura) como um dos maiores potenciais de crescimento para a economia local. 

Com todos esses atributos e muitos outros, a cidade planejada e pensada para ser a capital federal, sede dos três poderes nacionais e um símbolo de liberdade, democracia e tudo que a república brasileira representa está completando 60 anos de existência. Parabéns, Brasília!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *