Dicas & Destinos

Gorizia: O limite entre Itália e Eslovênia

Fronteiras de países são sempre lugares incríveis de se visitar. É exatamente nelas onde podemos ver duas culturas se chocando e mostrando suas individualidades, assim como, se misturando pouco a pouco. É o que vemos em Foz do Iguaçu, Gyor, e a cidade que falamos aqui: Gorizia.

gorizia

Unindo a arquitetura dos mundos latinos, germânicos e eslavos, a cidade de Gorizia é simplesmente única. Sua cultura aflora em seus parques e nos restaurantes. E, assim como todas as cidades fronteiriças, foi cenário de diversos eventos históricos, principalmente de fluxos de povos.

Não é à toa que na região se falam 3 idiomas oficialmente: o friulano, o esloveno e o italiano! Ao andar nas ruas de Gorizia, é possível ouvir grupos falando desde esloveno, até o inglês, o italiano ou o alemão, já que grande parte das famílias que aqui vivem são, ao menos, bilíngues.

Porque ir à Gorizia?

Além de ter sido uma cidade de extrema importância na Primeira Guerra Mundial, tendo sido lá nas montanhas da região onde várias trincheiras e fortificações militares foram construídas (e ainda se mantêm), Gorizia respira história.

Também é lá onde você pode apreciar a arquitetura medieval quase intocada. Um dos monumentos principais é o Castelo, que pertenceu aos Habsburgos (aqueles da Primeira Guerra Mundial). Dele, podemos ter uma visão panorâmica, já que se situa em uma colina entre a Itália e a Eslovênia.

gorizia

A estrutura do edifício está em perfeito estado, já que há menos de 100 anos, fora restaurada e voltou ao seu aspecto do século XIV. O interior do mesmo é sede do Museu del Medioevo Goriziano, onde inúmeros móveis e objetos originais da era medieval continuam intactos.

E em falando de museus, temos o Museu da Grande Guerra, um dos museus mais importantes dedicados à Primeira Guerra Mundial.

A gastronomia incomparável

Como falamos mais acima, Gorizia foi um ponto de encontro de muitas culturas, e um dos reflexos mais notáveis, além da arquitetura e da língua é a gastronomia. Veja aqui abaixo alguns pratos que você só vai comer em Gorizia:

  • BROVADA: Sendo um nabo de acentuada acidez, ele é servido acompanhando o Zampone, que é um outro prato típico da região!
  • RADICCHIO DE GORIZIA: Pode ser encontrado em óleo ou curado, é um tipo de raiz muito consumida na região;
  • REPOLHO DE SANT’ANDREA: Outro vegetal símbolo, costuma vir na forma de sopa ou acompanhado de milho temperado;
  • LA GUBANA: Uma sobremesa típica e simplesmente deliciosa! Costuma ser consumida com o Pelinkoovec (um licor bem amargo e típico da região).

O aeroporto mais próximo da cidade é o Trieste Airport, e é também lá que você pode encontrar o Smart Transfers Itália, que tem a capacidade de te levar até Gorizia 😀

Temos também sempre a opção do Flix Bus, que fornece um bom serviço de transporte, sem cobrar valores excessivos.

Gorizia é mais um exemplo de cidade que nos convida para uma estadia maior. Rica em cultura, fronteiriça e com atividades únicas, visitar a cidade é fazer uma verdadeira viagem no tempo. Além disso, tem-se a oportunidade de conhecer dois países em uma só viagem. Com um rápido ônibus ou mesmo com algumas horinhas de carro, podemos conhecer outra cidade inteira, e de outro país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *