Cicloturismo – Muito mais que turismo sustentável

A cada dia mais nós buscamos opções de turismo diferenciadas onde podemos fazer um pouco mais do que só conhecer a história e as belezas de determinado lugar. Com essa busca maior, a evolução e a inovação é praticamente inevitável na maioria das cidades do mundo. Hoje é possível conhecer cidades de formas tão diferenciadas que fica difícil descrever todas. Uma das formas de fazer turismo que anda muito na moda (ainda bem) é usar a velha “magrela”, ou melhor, a bicicleta. Veja alguns lugares onde fazer essa modalidade de turismo é uma boa pedida.

cicloturismo

Em Seychelles, um dos líderes mundiais de turismo sustentável passear de bike é uma ótima forma de passear. O local é ideal para uma “viagem verde”. Isto porque, as rigorosas normas ambientais de conservação do meio ambiente são seguidas a risca.  As paisagens intocadas e a vida selvagem intacta fazem do arquipélago um paraíso para passeios de bicicleta. É fácil e rápido explorar as pequenas ilhas pedalando, portanto fique ligado nos tours e trilhas que são oferecidas durante sua viagem.

Seychelles

Na Ilha de Páscoa, utilizar a bicicleta não é só uma ótima forma de fazer turismo, mas faz parte do dia a dia da população local. A Ilha possui um terreno muito favorável para excelentes passeios e lugares lindos que só se pode chegar de carro ou bike, já que ficam um pouco mais afastados da região onde costumam ficar os hotéis e pousadas. Existem agências especializadas nesses passeios onde vários turistas se juntam para fazer tours bem bacanas.

Muitos Moais que ficaram pelo caminho

Muitos Moais que ficaram pelo caminho

Outra joia que merece um bom passeio de bicicleta é Fernando de Noronha. Eu não diria para você logo de cara alugar uma bike e se aventurar, assim como não indico que você faça isso em lugar nenhum no mundo. Acho que é preciso conhecer a região primeiro com guias especializados e depois sim, se aventurar com a bike de uma forma mais solta, mais livre e com menos pressa. Isso vai depender do tempo que você tem disponível para conhecer cada lugar, obviamente. Se você tiver pouco tempo, ainda assim acho que vale a pena investir umas horinhas do seu dia e uns trocados para ter essa experiência. Noronha tem um terreno com muito “sobe e desce” em alguns trechos, mas ainda assim é possível fazer uma boa investida já que as bikes disponíveis para alugar possuem marchas.

Fernando de Noronha

Andar de bicicleta é também uma forma bem popular de transporte nos grandes centros urbanos, onde a cada dia campanhas são lançadas para incentivar a população local a manter hábitos mais saudáveis e assim também ajudar a afrouxar um pouco os nós do trânsito. Vemos exemplos claros disso pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Paris, Nova York e por aí vai. O importante é que você esteja sempre atento e tendo em mente que é possível sim aproveitar muito cada pedacinho de mundo de uma forma totalmente sustentável e divertida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *