Variedades & Tecnologia

Em entrevista ao nosso Portal, o Prefeito do Rio Eduardo Paes conta como a cidade se prepara para os próximos eventos.

 

Em um espaço de apenas três anos (entre 2013 e 2016), a Cidade Maravilhosa vai sediar os mais importantes eventos esportivos e religiosos do mundo, um dos principais responsáveis por alcançar esses objetivos, que envolvem a revitalização da cidade, é o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Advogado, iniciou sua carreira pública aos 23 anos, como subprefeito dos bairros de Jacarepaguá e Barra da Tijuca. Foi vereador, deputado federal em dois mandatos, secretário Municipal do Meio Ambiente e secretário Estadual de Turismo, Esporte e Lazer, hoje com 43 anos é candidato à reeleição no Rio de Janeiro.

Em entrevista exclusiva ao Portal de Turismo Embarque na Viagem, o Prefeito Eduardo Paes conta como a cidade do Rio de Janeiro se prepara para receber a Copa das confederações e Jornada Mundial da Juventude em 2013, Copa do Mundo de 2014, Jogos Olímpicos de 2016, sobre a melhoria na estrutura receptiva e a importância que a internet e o Blogueiro de Viagem & Turismo possuem na divulgação do Rio.


Prefeito Eduardo Paes, quais bairros serão beneficiados pelos eventos que o Rio de Janeiro receberá nos próximos anos?

A cidade toda está sendo beneficiada. Costumo dizer que os Jogos Olímpicos devem servir à cidade e não a cidade aos Jogos. Por isso, todas as nossas realizações ficarão de legado para o Rio de Janeiro. Com a implantação dos quatro corredores articulados para ônibus: Transoeste, Trancarioca, Transolímpica e Transbrasil, vamos aumentar de 18% para 63% o número de pessoas beneficiadas com o transporte de alta de capacidade no Rio. A Transoeste, por exemplo, já está em funcionamento e liga a Barra da Tijuca a Santa Cruz. O BRT passa por bairros que não receberão competições esportivas, mas que careciam de um sistema eficiente de transporte.

Outro projeto de infraestrutura urbana é a revitalização da Zona Portuária. Por meio de uma parceira-público-privada de R$ 8 bilhões estamos requalificando esta região, antes abandonada. Vamos transformá-la num dos maiores polos de cultura, lazer e entretenimento da cidade. Além de museus, hotéis e centros empresariais, a área está passando por uma profunda transformação urbana com a pavimentação de vias, drenagem e reformulação de todo o sistema de iluminação.

 

Quais obras de infraestrutura são indispensáveis para o desenvolvimento e consolidação do turismo em regiões que tem potencial turístico, mas não tem estrutura?

O projeto mais ambicioso da prefeitura é o Porto Maravilha, que prevê a requalificação da Região Portuária da cidade com objetivo de transformá-la em um polo residencial, turístico, de entretenimento e de negócios. A região está recebendo melhorias em infraestrutura; grandes mudanças no sistema viário; recuperação de patrimônio histórico, arquitetônico e cultural; e obras de pavimentação, calçamento, drenagem e iluminação pública em seis bairros – Gamboa, Santo Cristo, Saúde, São Cristóvão, Centro e Cidade Nova.

Porta de entrada de muitos turistas na cidade, a Região Portuária também ganhará projetos especiais que não vão atender apenas a esses visitantes mas também aos atuais e futuros moradores. O Museu do Amanhã, do renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava, e o Museu de Arte do Rio (MAR), já estão em construção na Praça Mauá. Ali, também será construído um grande passeio público arborizado até o Armazém 6, onde hoje há a Avenida Rodrigues Alves. Esse novo Boulevard terá ciclovias, vias de pedestres e de passagem do VLT (Veículo leve sobre trilhos). O município também entregou à cidade, em meados de 2012, o Cais do Valongo e o Jardim do Valongo, dois dos seis pontos que integram o Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana. Abertos à visitação pública, receberão sinalização especial e farão parte de um circuito de visitas guiadas para a divulgação da história, encoberta pelo aterro da Avenida Barão de Tefé.

Outra região que começa a atrair mais turistas por conta de investimentos, principalmente, na rede hoteleira, é a Zona Oeste. Só na Barra da Tijuca são quase nove mil quartos de hotéis em processo de licenciamento. Nessa região também fica o Parque dos Atletas, área de lazer para as delegações durante os Jogos Olímpicos de 2016 e, que hoje, abriga grandes eventos como o Rock in Rio. O local também funciona como centro esportivo para os cariocas.

 

Copa das Confederações, Copa do Mundo, Jornada Mundial da Juventude e Olimpíadas, na visão do Prefeito, qual a principal dificuldade que a Cidade terá para receber bem o turista durante os próximos eventos?

Os Jogos Mundiais Militares, em julho de 2011, e a Rio+20, em junho desse ano, mostraram que a cidade está preparada para receber grandes eventos. Cerca de seis mil atletas de mais de 100 países vieram ao Rio para os Jogos Militares. O encontro foi essencial para definir e testar os protocolos para eventos olímpicos e avaliar a capacidade de resposta do Centro de Operações Rio. A Rio+20 também foi um sucesso. Ao todo, foram movimentados R$ 274 milhões na economia do município, que recebeu cerca de 110 mil turistas no período. Cerca de 45 mil pessoas estiveram presentes no Riocentro nos dias da conferência oficial e mais de 1 milhão de pessoas participaram dos eventos paralelos. De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Rio (ABIH-RJ), a taxa de ocupação dos hotéis chegou a 95% no período do evento. A grande novidade da Rio+20, o site de hospedagem domiciliar HospedaRio, foi um sucesso de público, aumentando a oferta de hospedagem domiciliar na cidade em 143%. Nossa expectativa para os eventos que estão por vir é ainda melhor. A experiência que estamos ganhando vai permitir que façamos eventos ainda mais bonitos, durante a Copa das Confederações, a Copa do Mundo, a Jornada Mundial da Juventude e os Jogos Olímpicos de 2016.

 

Copa das Confederações e Jornada Mundial da Juventude – JMJ, serão realizadas no Rio de Janeiro em 2013. O senhor acredita que Rio está preparado para acolher bem todos os participantes?

Pouco tempo antes de recebermos a Jornada Mundial da Juventude, entre 23 e 28 de julho de 2013, seremos anfitriões da Copa das Confederações, entre 15 e 30 de junho. Não tenho dúvidas que a competição irá preparar a cidade para eventos dessa magnitude, como a Jornada Mundial, que já estima a chegada de três milhões de jovens ao Rio de Janeiro. A prefeitura vai dar todo o apoio de infraestrutura e logística que o Vaticano e o Comitê Organizador Local precisam para realizar uma das maiores Jornadas da história. Os principais acontecimentos serão em Copacabana e na Base Aérea de Santa Cruz, locais amplos e preparados para receber inúmeros peregrinos. Em termos de hospedagem, além de hotéis, os participantes serão acomodados em casas paroquiais, ginásios de escolas, faculdades e casas de famílias cadastradas.

 

Existe um planejamento de roteiros voltados para o turista durante a Copa do Mundo da FIFA 2014, e os estádios de São Januário, Laranjeiras e algumas sedes de times do Rio poderão ser incluídos junto a roteiros tradicionais?

O Rio é uma cidade de múltiplas rotas turísticas. Temos belas praias, parques, montanhas e cachoeiras. O Cristo Redentor foi eleito uma das novas sete maravilhas do mundo em 2007 e recebe turistas ao longo de todo o ano. Também temos o Pão de Açúcar, o Jardim Botânico, a Pedra da Gávea, … Nosso principal estádio, o Maracanã – que vai receber sete jogos da Copa de 2014, incluindo a final – é o segundo ponto turístico mais visitado no Rio de Janeiro. A visitação de outros estádios como São Januário e Laranjeiras também pode ser um ótimo programa para os turistas.

 

Poderão ser usados voluntários para servir de guias de turismo nos principais roteiros turísticos da Cidade durante esses eventos, e quais investimentos a prefeitura está empregando para qualificar os profissionais que irão atender o turista no Rio de Janeiro?

Estamos formatando um projeto, em parceria com os Ministérios do Turismo e da Cultura, que oferecerá cursos de atendimento a todos os quiosqueiros, barraqueiros e ambulantes licenciados da orla da Lagoa Rodrigo de Freitas e das praias do Flamengo à Barra da Tijuca, além dos comerciantes do Centro de Tradições Nordestinas Luiz Gonzaga, em São Cristóvão. A capacitação de 16 mil profissionais da Guarda Municipal e das Polícias Militar e Civil, além de taxistas e profissionais dos setores de hospedagem e de alimentação em áreas turísticas também está prevista. O currículo compreende 160 horas de aulas presenciais, com conteúdo adaptado aos diferentes níveis de público, incluindo aulas básicas de inglês e espanhol.

Outro projeto bacana é o Anfitriões do Futuro, que já acontece para alunos do 5º ano do Ensino Fundamental das escolas do município. Por meio de roteiros turísticos em diferentes regiões da cidade como o Parque Laje, a Biblioteca Nacional e o Cristo Redentor, um guia ensina às crianças, de maneira lúdica e informativa, a história da cidade na qual elas vivem. A intenção é criar nesses meninos e meninas uma sensação de pertencimento à cidade para que elas possam replicar todo o conteúdo aprendido durante os grandes eventos.

Na Educação temos outro projeto importante, o Rio Criança Global, que tem o objetivo de universalizar o ensino do inglês nas escolas municipais. Em 2012, já foram beneficiados 400 mil alunos do 1º ao 7º ano. Até 2014, todos os 532 mil alunos, do 1º ao 9º ano, das 1.072 escolas municipais, serão atendidos. Em 2016, estes jovens estarão ainda mais preparados para receber os milhares de visitantes que chegarão à cidade.

 

A ABAV Nacional e o Portal de Turismo Embarque na Viagem estão promovendo o 1º Encontro de Blogueiros de Viagens & Turismo na Feira de Turismo das Américas, encontro este que tratará do poder de influência na escolha de destinos e viagens que essa blogosfera possui, o Senhor acredita que os blogueiros de Viagem & Turismo incentivam o turista em tomar a decisão de visitar certas áreas?

A internet é o mais poderoso instrumento de divulgação e promoção no mundo. Conectados à rede, podemos atingir milhares de pessoas em todo o planeta por meio de tweets, posts no Facebook e, é claro, por meio dos blogs. Eu não tenho dúvidas de que o trabalho dos blogueiros de Viagem & Turismo tem cada vez mais importância na divulgação da nossa cidade maravilhosa e na missão de torná-la um dos melhores lugares para se visitar no mundo.

 

Prefeito Eduardo Paes, nós do Portal de Turismo Embarque na Viagem agradecemos por essa entrevista rica em detalhes, e desejamos ainda mais sucesso em sua gestão.

Fotos: J.P.Engelbrecht

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *