Dicas & Destinos

Bronx, o novo destino turístico de Nova York

O Bronx possui lugares únicos e vibrantes, está carregado de história e uma viagem para Nova York vai ficar incompleta se for deixado de fora

Bronx

A apenas algumas estações de metrô do centro de Manhattan, o Bronx oferece tudo, desde o Zoológico do Bronx até o mundialmente famoso Yankee Stadium. Dê um passeio no Grand Concourse ou pegue uma balsa de Manhattan para um local rústico à beira-mar chamado Clason Point. 

O Bronx possui lugares únicos e vibrantes como Riverdale, onde os visitantes podem tomar uma cerveja Guinness num autêntico pub irlandês, An Beal Bocht. Passear pela Arthur Avenue, a Little Italy do bairro; e no bairro Mott Haven, onde The Lit. Bar é parada obrigatória para os amantes de livros, e o restaurante Chocobar Cortés para os amantes de chocolate.

O Bronx está carregado de história: George Washington dormiu lá no século XVIII, o poeta Edgar Allan Poe viveu no bairro no século XIX. A música hip-hop nasceu no Bronx no século XX. O bairro também tem 7 mil acres de parques (cerca de 25% de sua área total), de jardins gloriosos como Wave Hill, o Jardim Botânico de Nova York e Van Cortlandt Park, famoso por suas trilhas de cross-country.

Segundo a vice-prefeita de Nova York, Maria Torres-Springer,  como berço do hip-hop e epicentro de diversas culturas e amplos espaços verdes, o Bronx está repleto de experiências imperdíveis na cidade de Nova York. 

“À medida que o clima esquenta, não há melhor momento para explorar a extraordinária música, comida, arte, compras e natureza que a área do Bronx têm a oferecer.”

Os locais turísticos mais famosos são o Yankee Stadium, o Bronx Zoo e o New York Botanical Garden, porém também está repleto de experiências locais autênticas e únicas para serem exploradas. Como, por exemplo, os destinos à beira-mar, como City Island e Orchard Beach, até Arthur Avenue e Little Italy, os murais e restaurantes ao longo da River Avenue e da 161st Street, na fronteira com o Yankee Stadium.

O presidente da NYC & Company,  Fred Dixon, dá dica para quem quiser viver mais intensamente essa experiência. 

“Uma escolha única e encantadora para acomodações no Bronx é o hotel boutique Opera House Hotel. Está localizado em um teatro histórico renovado que já recebeu lendas do entretenimento como Harry Houdini e os Irmãos Marx. O hotel tem 60 quartos, academia, café da manhã gratuito, serviço de concierge e está localizado próximo a duas estações de metrô: 149th Street-Grand Concourse e 3rd Avenue-149th Street.”

O Bronx também abriga centenas de restaurantes, muitos deles simpáticos estabelecimentos familiares que oferecem cozinha autêntica de todo o mundo, seja o sancocho colombiano no La Masa, a culinária mexicana na Taqueria Tlaxcalli ou a comida italiana na Arthur Avenue. 

O logotipo vermelho e branco da Michelin pode ser encontrado na porta do SUYO Gastrofusion, um espaço elegante e chique onde o menu latino-asiático inclui empanadas tailandesas de frango e panko maduros. 

O Bronx também se tornou um destino para a comida da África Ocidental, graças às comunidades de imigrantes como Little Ghana. Experimente a cozinha ganesa no Papaye, especialidades togolesas no Bognan International e Grin para comida da Costa do Marfim.

Abaixo está uma visão detalhada de alguns bairros do Bronx, juntamente com as principais atrações, restaurantes, locais de artes e outros destinos e experiências únicas, incluindo passeios de barco e pontes:

Yankee Stadium, o Grand Concourse e Hip-Hop História

Para assistir os Bronx Bombers pegue o metrô B, D ou 4 para a 161st Street. Os ingressos para as arquibancadas custam menos de US $30. Basta estar preparado para torcer pelo time da casa: os torcedores do Yankee são extremamente leais. A comida do estádio vai muito além de cachorros-quentes e cerveja nos dias de hoje com opções como Mighty Quinn’s Barbeque, Marcus Samuelsson’s Streetbird, The Halal Guys e City Winery.

Fora do estádio, tome uma cerveja no Stan’s Sports Bar com os fãs dos Yankees ou vá de cerveja artesanal no Bronx Drafthouse.  Também tem o Eating Tree, um restaurante jamaicano, que é conhecido pelo frango. Durante a caminhada, procure os murais do artista de rua Andre Trenier; ele pintou uma dúzia homenageando lendas do beisebol como Joe DiMaggio.

Do outro lado da rua do estádio, o histórico Bronx Terminal Market abriga uma variedade de restaurantes e varejistas. Uma exposição chamada [R]Evolution of Hip Hop, organizada pelo Universal Hip Hop Museum (que tem uma localização permanente atualmente em construção no bairro de Melrose), será inaugurada neste verão. Enquanto isso, os fãs de hip-hop também podem fazer uma peregrinação até a placa “Hip Hop Blvd” na Sedgwick Avenue, 1520. Foi aí que o hip-hop nasceu em 1973, quando um DJ começou a fazer rap e scratching discos em um toca-discos para manter as pessoas dançando na pista.

A poucos quarteirões a leste do estádio está o Grand Concourse. Esta famosa avenida de 8 km foi inspirada nos Champs-Élysées em Paris e é conhecida por seus edifícios art déco. 

O Grand Concourse Historic District inclui o Fish Building, 1150 Grand Concourse, com um mural externo com tema aquático e um saguão de design arrojado, e o Andrew Freedman Home, 1125 Grand Concourse, uma vila de estilo neo-renascentista de um quarteirão originalmente usada como lar de idosos para pessoas ricas que perderam suas fortunas. 

Vale a pena visitar o Museu de Artes do Bronx, 1040 Grand Concourse, e a entrada é gratuita. 

Mott Haven e South Bronx

Pegue o trem 6 para a 3rd Avenue-138th Street e caminhe alguns quarteirões até a Alexander Avenue, que abriga o The Lit. Bar, a única livraria independente do Bronx. Oferece ficção de ponta, poesia, não ficção e livros infantis, bem como clássicos de escritores como bell hooks e Toni Morrison, todos com curadoria de Noëlle Santos, que também é fundadora do The Lit. Bar. 

No mesmo quarteirão, experimente comida caseira sulista e porto-riquenha no Beatstro, que homenageia o hip-hop com exibições de LPs originais e muito mais. Na esquina, pare no Chocobar Cortés para martinis de chocolate e outras delícias.

A área também possui um conjunto de destinos artísticos: WallWorks New York – Kreate Hub, uma galeria de arte contemporânea; BronxArtSpace, um local para artistas emergentes e sub-representados; e o Bronx Documentary Center, uma vitrine de fotos, filmes e perspectivas não encontradas em nenhum outro lugar. Na Walton Avenue, o Teatro Pregones abriga o Teatro Itinerante Porto-riquenho. O exclusivo hotel boutique Opera House Hotel fica nas proximidades.

A sudeste de Mott Haven, na área de Port Morris, confira The Bronx Brewery and Empanology, que oferece versões contemporâneas da culinária porto-riquenha clássica, bem como pratos veganos.

Arthur Avenue (Belmont), Bronx Zoo, New York Botanical Garden

Há apenas uma coisa a dizer para quem se dirige à Arthur Avenue: Buon appetito! Localizada no bairro de Belmont, a área é conhecida como Little Italy no Bronx e é um importante destino gastronômico. Os fãs classificam a pizza no Zero Otto Nove tão boa quanto qualquer coisa na Itália. 

O Mario’s tem um ar da velha escola (o restaurante comemorou seu 100º aniversário em 2019), enquanto o Tra Di Noi oferece clássicos caseiros, o Dominick’s serve comida em estilo familiar e o Antonio’s Trattoria é um pouco mais contemporâneo. Compre raviolis para levar para casa no Borgatti’s e doces no Delillo, e não perca o Arthur Avenue Retail Market, lar do The Bronx Beer Hall e do Mike’s Deli. A estação de metrô mais próxima é a Fordham Road (comboio B, D ou 4).

O Zoológico do Bronx e o Jardim Botânico de Nova York estão localizados ao leste da Arthur Avenue, no Bronx Park. 

Bronx  Jardim Botânico de Nova York
Jardim Botânico de Nova York

O zoológico de 265 acres, um dos maiores do país, abriga mais de 17.000 criaturas representando 700 espécies. As exposições incluem as Planícies Africanas (leões), Madagascar (lêmures), Floresta do Gorila do Congo, Montanha do Tigre, Montanhas do Himalaia, Mundo dos Répteis, Mundo dos Pássaros, Casa do Rato, além de girafas, bisões, ursos, o Jardim das Borboletas (abril a outubro) , Wild Asia Monorail (maio a outubro) e muito mais. 

Um número limitado de ingressos gratuitos está disponível online com antecedência para as quartas-feiras. Pegue o trem 2 ou 5 para a estação East 180th Street, depois um táxi ou ônibus para o Asia Gate do zoológico, a 1,6 km de distância. 

O Jardim Botânico de Nova York é o maior jardim botânico urbano do país e um marco histórico nacional. Seus 250 acres incluem um milhão de plantas e 50 jardins especiais, incluindo orquídeas, azaleias e rosas; milhares de árvores (algumas com mais de 200 anos); e o Conservatório Enid A. Haupt, uma estufa de estilo vitoriano. Pegue a linha local Harlem da ferrovia Metro-North do Grand Central Terminal até a Botanical Garden Station; o B, D ou 4 para Bedford Park Boulevard, ou o 2 para Allerton Avenue.

Riverdale, Kingsbridge e Van Cortlandt Park

O noroeste do Bronx abriga alguns lugares maravilhosos para comer e beber, juntamente com dois dos mais belos espaços verdes do bairro: Wave Hill e Van Cortlandt Park.

Wave Hill originou-se como uma propriedade privada visitada por luminares como Charles Darwin, Mark Twain, Arturo Toscanini e Theodore Roosevelt. Hoje qualquer pessoa pode desfrutar de suas trilhas na floresta, jardins temáticos e vistas panorâmicas do rio Hudson. A programação inclui passeios de pássaros e na natureza, shows de arte e música ao vivo. 

Pegue um trem Metro-North do Grand Central Terminal para Riverdale na Linha Hudson, ou o trem 1 para Van Cortlandt Park-242nd Street.

O Van Cortlandt Park é famoso por suas trilhas de cross-country, que incluem o famoso Cemetery Hill. Ao longo de uma corrida, procure a escultura de uma tartaruga e uma lebre e pare na loja Lloyd’s Carrot Cake do lado de fora do parque; é um favorito entre os corredores que procuram recompensar seus esforços. 

Os caminhantes podem desfrutar de florestas e pântanos em um ritmo mais calmo na Putnam Trail, Cass Gallagher Nature Trail, John Kieran Nature Trail, John Muir Trail e Old Croton Aqueduct Trail, todos com 2,4 km ou menos. 

O parque também abriga playgrounds, uma pista de skate, uma piscina olímpica, campos de críquete, beisebol e futebol e até um estábulo e trilhas para passeios a cavalo. 

O Van Cortlandt House Museum, dentro do parque perto da Broadway na 246th Street, foi construído em 1748 e recebeu George Washington duas vezes durante a Guerra Revolucionária. Uma exposição conta a história de escravizados afrodescendentes que viveram e trabalharam na propriedade.

A poucos quarteirões do museu, o Kingsbridge Social Club faz pizza em um forno rotativo exclusivo e serve zeppole celestial. E não perca o An Beal Bocht, um dos melhores pubs irlandeses da cidade. Com o nome de um famoso romance irlandês, An Beal Bocht, exibe um mural de escritores irlandeses como parte de sua decoração. Nas manhãs de sábado, os visitantes podem ouvir músicos de bluegrass tocando enquanto desfrutam de um farto café da manhã irlandês. Também vale conferir o show de música ao vivo no pub à noite. A estação da 238th Street na linha 1 é a parada mais próxima, mas esteja preparada para subir uma escada íngreme ao ar livre (conhecida como rua de degraus) para chegar no An Beal Bocht de lá. A estação da 242nd Street fica mais longe, mas o terreno é menos acidentado.

Woodlawn

Este bairro ao norte, na fronteira com os subúrbios de Westchester, às vezes é chamado de Little Ireland. Um conjunto de pontos de comida e bebida irlandesas ao longo da Katonah Avenue, que inclui Rambling House e Behan’s Public House (nomeado em homenagem ao escritor irlandês Brendan Behan, cujo trabalho é estampado nas paredes). Ambos os locais oferecem música ao vivo. A cozinha serve peixe e batatas fritas e um pequeno-almoço irlandês. Prime Cut Irish Butcher Store oferece salsichas e potpies, entre outros pratos.

Woodlawn Cemetery é um glorioso espaço verde com 400 acres de jardins paisagísticos e arborizados pontilhados de esculturas e mausoléus. Pare no escritório na entrada principal para ver um mapa listando dezenas de pessoas famosas enterradas lá. 

No Jazz Corner do cemitério, preste homenagem às lendas da música Duke Ellington, Miles Davis e Lionel Hampton. Outros notáveis enterrados em Woodlawn incluem a grande cantora cubana Celia Cruz, a sufragista Elizabeth Cady Stanton, o autor de Moby Dick Herman Melville, o prefeito de Nova York Fiorello LaGuardia e o poderoso comissário de parques Robert Moses, a atriz Diahann Carroll, a empresária afro-americana Madame C.J. Walker e a afro-americana Nobel e o vencedor do Prêmio da Paz Ralph Bunche. Fundado em 1863, o cemitério é um marco histórico nacional. Passeios temáticos estão disponíveis. Pegue o trem 4 até a estação Woodlawn; ou os trens 2 ou 5 para a Rua 233; ou um trem Metro North (linha local do Harlem) do Grand Central Terminal para Woodlawn.

Pelham Bay Park e City Island

Com mais de 2.772 acres, o Pelham Bay Park é o maior parque da cidade de Nova York. As atrações incluem o Playground for All Children, Pond Walk, Sensory Garden, um campo de golfe de 36 buracos e outras instalações esportivas, além de caminhadas pela natureza ao redor de Hunter Island, Siwanoy Trail e Turtle Cove. 

Os aficionados por história podem visitar a Mansão Bartow-Pell, em estilo grego do século XIX, do parque. Orchard Beach – às vezes chamada de Riviera do Bronx – oferece uma grande faixa de areia em Long Island Sound. Nos dias de pico do verão, esteja preparado para multidões e música. Para chegar lá, pegue o trem 6 até a estação Pelham Bay Park no final da linha.

Para chegar a City Island, a vila de pescadores do Bronx, pegue o ônibus Bx29 na estação de Pelham Bay Park. Escolha entre vários restaurantes: Sea Shore Restaurant and Marina, Artie’s Steak & Seafood Restaurant, Lobster Box, Tony’s Pier e The Black Whale. Para uma bebida, dirija-se ao The Snug. 

Para comprinhas vá na Kaleidoscope Gallery (jóias, artesanato, decoração e obras de arte) ou 239 Play (brinquedos antigos). 

Casas históricas, em estilo vitoriano de 1876 podem ser vistas na Samuel Pell House e na 21 Tier St., essa rua apareceu no filme de Wes Anderson, The Royal Tenenbaums. 

Os visitantes também podem ir ao Museu Náutico City Island, para ver  túmulos decorados com navios e criaturas marinhas no cemitério local ou alugar um barco no Jack’s Bait & Tackle.

Há um quilômetro e meio ao sul da estação de Pelham Bay, o bairro de Schuylerville é o lar de Third Eye Throwbacks para roupas vintage e muito mais. Nas proximidades, o Louie & Ernie’s é conhecido pela ótima pizza.

Bridges

O Bronx é o único bairro de Nova York que não fica em uma ilha. Está conectado ao resto da cidade por uma infinidade de pontes, e os visitantes podem chegar ao Bronx caminhando por algumas delas. Duas das passarelas de pedestres mais atraentes estão na Henry Hudson Bridge e na High Bridge.

Bronx

Henry Hudson conecta o Inwood Hill Park, em Manhattan, ao bairro Spuyten Duyvil, no Bronx. Spuyten Duyvil é também o nome da estação ferroviária Metro-North próxima, bem como o nome do riacho que flui abaixo da ponte.

A High Bridge liga Washington Heights, em Manhattan, na 172nd Street e Amsterdam Avenue, ao bairro de Highbridge no Bronx, na University Avenue e 170th Street. A High Bridge é a ponte mais antiga da cidade de Nova York. Foi inaugurada em 1848 como parte do sistema do Aqueduto de Croton, embora alguns de seus arcos de pedra originais tenham sido substituídos por um arco de aço

Boats

Pegue o NYC Ferry para o Bronx por apenas US $2,75, o mesmo preço de uma viagem de metrô. Os barcos partem de Wall Street, 34th Street e outros cais do East River para duas paradas no Bronx, Soundview e Throgs Neck-Ferry Point Park. 

A parada do Soundview fica em um pequeno parque chamado Clason Point. Fica numa península adorável e tranquila que parece Nova Inglaterra. Faça um piquenique e aprecie a vista ou caminhe até a Soundview Avenue para comer no Maravilla’s Bar & Grill ou no Mi Casita Lounge. A última parada do barco, Ferry Point Park, inclui um campo de golfe estilo links de 18 buracos.

Ao longo do rio Bronx, com 13 quilômetros de extensão, duas empresas oferecem passeios de barco a remo e canoa, passeios, observação de pássaros e outras atividades para moradores e visitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *