Variedades & Tecnologia

Rock in Rio Humanorama propõe conversas sobre temas urgentes da sociedade

Nesta segunda edição além da versão online, o evento acontece de forma presencial em São Paulo e promete ajudar o público a se despertar como agentes de mudança

Rock in Rio Humanorama

O Rock in Rio Humanorama está a todo vapor e a expectativa para acompanhar as conversas entre pessoas que acreditam no diálogo e na construção de um mundo melhor só aumenta. De 28 a 31 de julho, o festival de conversas sobre temas urgentes da nossa sociedade acontece de forma híbrida dando a oportunidade de o público participar no formato online, 100% gratuito, ou na experiência presencial no Learning Village -primeiro hub de inovação e tecnologia com foco em educação e desenvolvimento de pessoas da América Latina. O evento faz ainda uma dobradinha entre países e acontece simultaneamente em Portugal e no Brasil.

Ao longo de quatro dias, o Rock in Rio Humanorama explora em formato de conversas diferentes questões urgentes nesse futuro que já está acontecendo, diante de mudanças tão aceleradas. Elas geram questões socioculturais que nos afetam diretamente, tanto como indivíduos quanto como sociedade.

Nestas conversas estão empresários, artistas, ativistas, executivos, acadêmicos, parceiros e jovens inspiradores como o jornalista Manoel Soares, cocriador da CUFa — Central Única de Favelas, como mediador de um painel inédito que contará com a participação da autora do livro “Crescer e Partir”, Tamara Clink, e de uma Jovem Transformadora do Instituto Ashoka, que identifica oportunidades potenciais em talentos da sociedade, Midriah Pereira. Juntos, os três, um pai e duas filhas, formam a conversa “O que você está ensinado para os seus pais que vai ser útil para eles navegarem neste novo mundo”.

Cheias de experiência e sabedoria, um potente trio de mulheres com mais de 50 anos se reúne para discutir uma revolução feminina. Liderado pela jornalista Renata Ceribelli com a participação da atriz, dançarina e ativista Mona Rikumbi e da jornalista Márcia Monteiro, o painel “A revolução feminina dos 50+” traz uma importante discussão sobre a romantização da juventude e a ressignificação da vida após a maturidade. Para Renata Ceribelli, a vivência da plenitude dos 50 anos começa com uma mudança de atitude: “Para conquistarmos essa liberdade interna, tanto viver do jeito que a gente quer, quanto da maneira igualitária, regida pelos mesmos direitos que os homens, precisamos, do nosso jeito, seguir com essa transformação”.

Empoderamento Feminino é um dos temas debatidos em um painel com a atriz Suzana Pires; Ana Minuto — primeira coach negra a desenvolver uma metodologia de processo de coaching que atenda as especificidades dos afrodescendentes e afroempreendedores; e a palestrante Helena Vieira. Com o tema “Os ingredientes sobre a cidade do futuro”, o painel que traz o jornalista de sustentabilidade, Agostinho Vieira e outros convidados, mostra uma perspectiva de como estará a população mundial em 2050 e as possíveis soluções sustentáveis para os centros urbanos.

O jornalista Marcelo Tas e a youtuber Rita Von Hunty são presenças confirmadas em um dos painéis presenciais conversando sobre “Que narrativa você quer criar para o seu mundo?”.

Como a proposta do Rock in Rio Humanorama é ser um espaço inclusivo e acessível para que pessoas de diferentes realidades, áreas de atuação e visões de mundo participem da conversa, a experiência online — tal como foi na primeira edição do projeto — contará com tradução em libras (para o Brasil) e tradução em língua gestual (para Portugal) além de ter o conteúdo transcrito em legendas, sendo a participação totalmente gratuita, bastando que os interessados se inscrevam no site da plataforma do evento.

Também no site do evento, os interessados em participar da experiência presencial poderão adquirir seu ingresso, pelo investimento de R$590,00, sabendo que para cada ingresso vendido, o Rock in Rio e a HSM doarão um curso livre da HSM University em áreas como Gestão de Projetos e Gestão Estratégica Financeira para talentos empreendedores das periferias do Brasil.

O diálogo é essencial para construirmos um olhar empático, identificarmos oportunidades e criarmos soluções para os desafios que vivemos em sociedade. O Rock in Rio Humanorama vem para aumentar o repertório de visões de mundo e ampliar a consciência em indivíduos e empresas interessados em tornar-se agentes de mudança”, conta Agatha Arêas, Vice-Presidente de Learning Experience do Rock in Rio. 

Do Rock in Rio Humanorama, o público pode esperar conteúdos relevantes e abordagens inéditas dos temas que compõem a programação, cuja curadoria é assinada pelo próprio Rock in Rio, em colaboração com parceiros de peso, como a content creator A-Lab, a HSM, a SingularityU Brazil, o Gravidade Zero e o Learning Village.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *