Dicas & Destinos

Circuito Histórico de Herança Africana tem novas datas no RJ

O Circuito Histórico de Herança Africana promove maior acesso ao conhecimento sobre a história da Zona Portuária do RJ na perspectiva social e cultural de africanos, indígenas e seus descendentes no Brasil

Circuito de Herança Africana

O Instituto Pretos Novos abre, a partir de 19 de março, vagas para a inscrição no Circuito de Herança Africana /Educação Patrimonial Grátis, aos sábados, no horário de 9h às 11h, através da Ementa Calero.

Procurando valorizar a socialização dos conhecimentos nas áreas da Educação e Cultura, o Instituto apresenta, gratuitamente,  ao público, atividades que possibilitam a inclusão e a mobilização social, sob a perspectiva da escravidão africana no Brasil. De 2005 a 2019, o IPN recebeu  mais de 130 mil visitantes.

Circuito de Herança Africana

O Circuito de Herança Africana é um espaço para vivências e experiências de Educação Patrimonial, onde o público desenvolve práticas sociais, observando e interagindo com fatos e lugares que ressignificam o processo de aprendizagem, contemplando Sítios históricos e arqueológicos, como Cais do Valongo (Patrimônio da Humanidade /UNESCO-12-072017), Cemitério dos Pretos Novos e demais locais de Memórias sensíveis e de Valor Universal, assim como a Pequena África, território de resistência e inovação cultural dos africanos e afro descendentes promovendo a reflexão e valorização da cultura trazida do continente africano para o Brasil no âmbito do processo sociocultural da diáspora.

O Circuito Histórico de Herança Africana promove maior acesso ao conhecimento sobre a história da Zona Portuária do RJ na perspectiva social e cultural de africanos, indígenas e seus descendentes no Brasil. Desta forma, o IPN pretende contribuir para a construção de uma reflexão crítica e uma sociedade mais justa e igualitária.


>> Experiência AirBNB pelo Centro Histórico do Rio de Janeiro com Naira Amorelli <<


Um pouco sobre a Pequena África

Pequena África é como ficou conhecida a área hoje composta pelos bairros da Saúde, Gamboa e Santo Cristo, desde a Praça Mauá até a Cidade Nova, na região portuária do Rio de Janeiro, na virada do século XX. A Pequena África marcava a existência de diversos locais que definiam o espaço como território de influência africana, como as rodas de samba na Pedra do Sal e o candomblé da Tia Ciata, na Praça Onze.

Circuito de Herança Africana

Serviço

Datas – 19 e 26 de março/ 30 de abril.

Horário – 9h às 11h

Ponto de Encontro – Largo São Francisco da Prainha.

Garanta aqui o seu ingressoo

2 Comentários

  1. Pingback: Embarque na Viagem

  2. Pingback: Embarque na Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *