Dicas & Destinos

Dubai lidera a recuperação do turismo global um ano após reabertura

Com desempenho positivo e aberta para brasileiros, a cidade recebeu 3,7 milhões de visitantes nos últimos meses

recuperação do turismo

Em julho, Dubai celebra um ano da reabertura de suas fronteiras para turistas internacionais, inclusive do Brasil. Dados publicados pelo Departamento de Turismo e Marketing Comercial de Dubai mostram que a cidade recebeu 3,7 milhões de visitantes entre julho de 2020 e maio de 2021. O desempenho positivo reforça o papel de liderança que o emirado está desempenhando na recuperação do turismo global, destacando o posicionamento da cidade como um destino de visita obrigatória e reafirmando seu compromisso em garantir a saúde e a segurança de todos os residentes e visitantes.

Entre julho e dezembro de 2020, o emirado recebeu mais de 1,7 milhão de visitantes de mercados que estavam abertos, e mais dois milhões de visitantes nos primeiros cinco meses de 2021. O Brasil contribuiu com esses números para a recuperação do turismo e o país ficou entre os 10 que mais enviam turistas a Dubai em junho. Os requisitos para brasileiros entrarem no emirado são simples e padrão: um teste PCR negativo válido 72 horas antes da viagem, teste na chegada em Dubai e contratação de um seguro médico com cobertura para Covid-19. Com uma posição geográfica privilegiada, a cidade está conectada com o mundo inteiro e existem diversas opções para chegar no emirado. A companhia aérea Emirates oferece voos diretos para Dubai saindo do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Também é possível voar para o emirado por outras companhias aéreas, mas será necessário fazer escalas em outros destinos. 

Para Helal Saeed Almarri, diretor geral do Turismo de Dubai, a série de medidas estratégicas rápidas tomadas pela liderança do emirado permitiu à cidade demonstrar um alto nível de resiliência e agilidade na gestão da pandemia para, eventualmente, assumir a liderança na retomada do turismo internacional. “Essa retomada demonstra nosso compromisso com uma estratégia de mercado diversificada, a capacidade de nosso setor de turismo de se adaptar e responder com agilidade em todos os nossos mercados, o apelo duradouro de nossas múltiplas ofertas e a confiança que os visitantes depositam em Dubai como um destino seguro”, completa Helal.

Além disso, Helal também pontua que o desempenho positivo do emirado valida a eficácia do modelo de parceria público-privada e as robustas campanhas de marketing internacional projetadas para sustentar o apelo de Dubai como destino de escolha para viajantes globais. “O papel desempenhado por nossos parceiros estratégicos, como Emirates, flydubai, Dubai Airports e outras partes interessadas da indústria, transmitiram consistentemente a mensagem de que Dubai é aberta e segura para todos os viajantes e contribuiu imensamente para a estabilização da indústria”, afirma.

A estratégia de recuperação do turismo de Dubai provou ser crucial para revigorar o mercado de hospitalidade nacional em maio de 2020, preparando o terreno para o retorno de visitantes internacionais à cidade em julho de 2020. A demanda por staycations entre os residentes dos Emirados Árabes Unidos impulsionaram o crescimento do turismo com a ocupação hoteleira aumentando significativamente de 35% em julho de 2020 para 58% em maio de 2021. A ocupação de hotéis em Dubai atingiu o pico em dezembro de 2020 (69%) e em janeiro de 2021 (66%), com a cidade ocupando o segundo lugar globalmente em termos de ocupação, depois de Cingapura e à frente de Paris e Londres, de acordo com dados da empresa de análise de gestão hoteleira STR.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *