Variedades & Tecnologia

Confira 6 dicas para melhorar o inglês para seu intercâmbio após a pandemia

Aproveite esse tempo em casa para melhorar o seu inglês e estar ainda mais preparado e seguro quando chegar o momento. A EF English Live separou 6 dicas para melhorar o inglês e ajudar nesse momento.

6 dicas para melhorar o inglês

Fazer intercâmbio em outro país, em um ambiente não tão familiar é um grande desafio e também o sonho de muitas pessoas. Na maior parte dos casos, é essencial aprender pelo menos o nível básico do inglês para conseguir se comunicar e aproveitar a experiência ao máximo.

Devido à pandemia causada pelo coronavírus, muitas pessoas tiveram que adiar esse sonho. Mas, que tal aproveitar esse tempo em casa para melhorar o seu inglês e estar ainda mais preparado e seguro quando chegar o momento? A EF English Live separou 6 dicas para melhorar o inglês e ajudar nesse momento.

1. Crie um programa de estudos 

Um programa de estudos é um planejamento antecipado que esboça seu tempo de estudo e seus objetivos ao longo do aprendizado – dia a dia, semana a semana. Para aqueles que estudam online, por exemplo, é uma ferramenta muito valiosa, pois ajuda a organizar o tempo de acordo com seus horários de trabalho e de outras atividades. Estabelecer um programa de estudos ajuda na organização de seu progresso. Seguir um programa de estudos possibilita uma melhor concentração e retenção das lições aprendidas, além de acelerar o alcance das metas de aprendizado, auxiliando a visualizar seu progresso ao longo do tempo e a manter a motivação.

2. Insira o inglês no seu dia a dia

Uma coisa que você já deve ter ouvido é que, quando pensamos em inglês, fica mais fácil falar o idioma. Imagine: primeiro você vai formular a frase em português, depois vai traduzir palavra por palavra para o inglês, e só daí vai dizer em voz alta a mensagem que pretendia. Leva muito tempo, não é? Por este motivo, pensar direto em inglês é tão importante. Uma dica para fazer isso: inserindo o idioma cada vez mais na sua rotina.

Como assim? Começando do mais simples: qual é o idioma do seu celular no momento? Se ele está em português, experimente trocar a língua do aparelho para o inglês. Como você já conhece os comandos praticamente “by heart” (de cor), não vai sentir tanta dificuldade em seguir com as atividades do seu dia a dia, mesmo que não conheça todo o vocabulário. Dessa forma, enquanto estiver mandando mensagens no Whatsapp ou postando aquela selfie no Instagram, você vai ter contato com o idioma e planejar sua próxima “action” (ação) em inglês. E a mesma dica vale para todas as redes sociais. Aproveite também para consumir mais conteúdo no idioma. Jornais, revistas, filmes e séries podem ser grandes aliados para inspirar você a ter conversas em inglês, deixando seu vocabulário cada vez mais rico.

3. Troque o dicionário por um bloquinho 

Nesta listinha com 6 dicas para melhorar o inglês, o bom e velho bloquinho é essencial. É claro que você pode e deve procurar o significado das palavras desconhecidas, mas imagine que esteja no intercâmbio assistindo a uma aula de inglês presencial… você não terá tempo para procurar tudo! Tente entender o contexto, prestando atenção às estruturas que já domina. Acha que entendeu a ideia geral? Que tal conferir em outra fonte? Lembrando que, independentemente do idioma, temos usos de metáforas, jargões ou expressões idiomáticas que não farão sentido se você pesquisar cada palavra separada. Anote tudo, depois pare e pesquise se precisar.

4. Pegue filmes e seriados que já conhece e treine com legendas em inglês

Assim que se acostumar a ouvir enquanto assiste com legendas em português, treine também com as legendas em inglês. Essa é a fase em que você já começa a “andar de bicicleta”, mas mantém as “rodinhas”. As legendas em inglês são seu apoio para caso não entenda algo que ouviu. Recomendamos fazer isso com filmes e episódios de séries que já conhece, para ficar menos preocupado em não entender o enredo e mais focado em treinar a entender o inglês.

5. Converse com nativos e pessoas de outros países

A experiência de falar com pessoas ao redor do mundo não é apenas uma forma de treinar seu inglês; pode também ser um jeito incrível de aprender mais sobre a cultura de outro país. Conversando em tempo real não dá tempo para traduzir palavra a palavra, ou seja, seu cérebro se força, de um jeito bom, a se adaptar à conversa e ao seu interlocutor. 

6. Quando não puder conversar com outras pessoas, fale sozinho

Não, não precisa achar que é coisa de maluco. Na verdade, é bem comum para quem estuda inglês. Quanto mais vocabulário você tiver, mais prazer vai sentir em construir frases sem ajuda. Pense numa situação hipotética e comece a falar! Imagine diálogos que você teria com outras pessoas, coisas que gostaria de dizer, situações que você acredita que vai viver durante seu intercâmbio. É uma experiência que dá fluidez à fala justamente porque não tem ninguém por perto para corrigir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *