Negócios & Serviços

Casa contêiner: entenda as vantagens e desvantagens deste estilo

Projetos deste tipo ganham destaque por serem modernos e ecológicos

O estilo industrial está em alta, e, para quem quer aplicá-lo majoritariamente em casa, nada é melhor do que as casas contêineres (ou “conteiners”, em inglês). Elas são modernas, imponentes, não passam despercebidas e transmitem com facilidade essa ideia da mistura do ambiente de produção, como fábricas, com o lar.

Apesar de muito atual, a ideia de utilizar os compartimentos para formar casas não surgiu há pouco tempo. O arquiteto Sean Gospel, em 1985, na Austrália, já lançava projetos de moradias em compartimentos, como a Future Shack (“cabana do futuro”, em tradução livre). A ideia dele era passar o conceito de mobilidade em abrigos que poderiam ser usados em emergências.

Décadas depois, os projetos foram modernizados a partir do trabalho de arquitetos e engenheiros, e por volta de 2009 estavam sendo apreciados por muitos no Brasil. As construções se tornaram menos apertadas, mais estilosas e aconchegantes, para realmente ser o lar de famílias ou o local ideal para empreendimentos, como lojas e restaurantes.

Vantagens

Um grande medo de quem pretende construir ou reformar é a sujeira e a demora. Os contêineres livram o proprietário de ambos os problemas. É possível entregar uma casa inteira em cerca de 60 dias sem ao menos levantar poeira, já que as caixas já vêm montadas e só precisam receber o posicionamento e tratamento adequado.

Também por essa característica é possível desmontar o imóvel e modificá-lo ou levá-lo a outro terreno – o que não é uma tarefa tão simples, pois exigirá novos retoques, equipe e máquinas para fazer o transporte, mas, caso mudanças sejam necessárias, elas são possíveis sem a necessidade de começar outro projeto do zero.

Como os contêineres dispensam o uso de componentes que gastam recursos naturais como areia, água e tijolos, o projeto se torna sustentável, já que foca na reutilização dos compartimentos, além de que o metal não é tão suscetível a problemas estruturais como rachaduras quanto casas comuns, o que diminuiu a preocupação com reformas.

O tratamento do terreno também é facilitado, pois os gastos com planagem e fundação são menores. Os contêineres permitem também a permeabilidade do solo, contribuindo para a saúde do ecossistema sem muitos esforços.

Por todos esses motivos, o estilo de construção é também mais barato: cerca de 30% abaixo do valor de uma casa moderna de alvenaria.

Desvantagens e cuidados 

Por outro lado, há alguns desafios para ter uma casa contêiner. Por exemplo, por mais compacta que a casa seja, ainda é necessário um terreno espaçoso que possibilite a movimentação dos guindastes. Outra questão é que, por ser um  material reutilizado, ele vai precisar passar por um processo de desintoxicação e tratamento de grandes ferrugens, o que é importante para manter a segurança e a saúde dos futuros moradores.

Quanto aos gastos, pelo fato de ser uma construção menos comum no país, a mão de obra especializada é mais difícil de ser encontrada e, consequentemente, mais cara. E não há formas de não precisar dos serviços de um profissional experiente. Além de alguém formado na faculdade de Arquitetura, para projetar a maneira mais funcional da casa, ainda será necessário um bom especialista em cortes, isolamento térmico e acústico.

Mediante a esses prós e contras, o indicado é consultar uma profissional e fazer um orçamento considerando cada detalhe da construção, para que a casa seja adequada e confortável, de acordo com os desejos da família que morará nela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *