Cultura & Entretenimento

Drive-in se torna opção de lazer ao redor do mundo durante a pandemia

Em diferentes lugares, autoridades propõem a reabertura de cinemas e circos no modelo drive-in a fim de evitar aglomerações e, assim, impedir a disseminação da COVID-19

drive-in

Em meio a mais grave pandemia no último século, autoridades buscam maneira para reduzir o impacto econômico provocado pela COVID-19 em diferentes setores. Desde o Comércio e o Turismo, tanto aéreo quanto rodoviário, incluindo a Viação Águia Branca, até serviços e Cultura, diversas áreas vêm apresentando redução do número de pessoas empregadas e da renda média das famílias.

A Cultura foi um dos setores mais afetados e que poderá levar mais tempo para voltar a funcionar da forma como ocorria antes do novo coronavírus. Alguns especialistas estimam que a perda econômica na categoria pode ultrapassar os R$ 100 bilhões. A economia da Cultura empregava 5.2 milhões de pessoas em 2018, sendo que 44% delas atuavam como autônomas — sem carteira de trabalho assinada.

Além de aglomerar pessoas em espaços menores, como casas de shows, museus e cinemas, as atividades culturais não foram consideradas essenciais, ou seja,  impedidas de seguirem em funcionamento durante a quarentena. Nesse contexto, os profissionais da Cultura foram os primeiros a pararem suas atividades.

Uma proposta apresentada em diferentes lugares do mundo para impedir o fechamento de instituições culturais como cinemas e circos é a reabertura das atividades desses locais no modelo drive-in. Ou seja: cada pessoa assistindo a filmes ou apresentações dentro do próprio automóvel. 

A medida visa evitar aglomerações sociais e, assim, reduzir a disseminação da COVID-19. Até o dia 4 de julho, a doença já havia causado o óbito de mais de 64 mil pessoas no Brasil. Confira quais eventos culturais vão ocorrer no modelo drive-in durante a pandemia.

Memorial da América Latina

Um dos espaços mais multiculturais da cidade de São Paulo, o Memorial da América Latina abriga não só um museu, mas também biblioteca, além de sediar  festivais de música e exibição de filmes.

Após permanecer mais de dois meses fechado, em função da quarentena, o Memorial sediará a primeira iniciativa de retomada de atividades culturais no Estado de São Paulo. Em coletiva de imprensa, realizada no dia 29 de maio, o governo estadual anunciou a reabertura das sessões do Cine Belas Artes no modelo drive-in, nas intermediações do Memorial.

Cada espectador deverá permanecer dentro do seu automóvel para assistir ao filme e cada carro estará a um 1.5 metro de distância dos demais. Outras regras serão: cada veículo poderá comportar, no máximo, 4 pessoas, todos os espectadores deverão usar máscaras e ter a temperatura aferida por funcionários.

Outra inovação se refere à transmissão do áudio do filme, que será realizado pelo próprio rádio do carro, sintonizado via FM. O pagamento dos ingressos será realizado por aplicativos, os banheiros serão disponibilizados no local e higienizados após cada uso. Além disso, dispositivos de álcool em gel serão colocados no local. 

O Cine Belas Artes no modelo drive-in abriu em 17 de junho, com uma programação que inclui filmes como Laranja Mecânica, Batman: O Cavaleiro das Trevas e A Origem. Posteriormente, também haverá uma semana temática com filmes do diretor Tim Burton.

Circos em Minas Gerais

Sem atividades há cerca de 2 meses, uma média de 60 circos espalhados em Minas Gerais enfrentam uma situação de calamidade com a falta de público e, consequentemente, de dinheiro. Inúmeros circos criaram arrecadações virtuais de verbas e têm recebido cestas básicas de moradores de diferentes cidades.

A fim de seguir os protocolos de saúde recomendados pela Organização Mundial da Saúde, o Circo Khronos, situado na cidade de Uberaba, vai adotar o modelo drive-in para continuar realizando apresentações, seguindo o movimento que surgiu em alguns circos na Europa para driblar a crise.

A proposta ainda precisa ser liberada por órgãos de segurança da cidade, mas já foi aprovada em uma primeira fase. Estima-se que o circo drive-in poderá receber uma média de 30 carros por apresentação.

Exibição de filmes nos Estados Unidos

Cinemas drive-in já começaram a funcionar em algumas cidades dos Estados Unidos. Um deles é o Four Brothers Drive-In, situado na cidade de Amenia, no estado de Nova York. Embora tenha reduzido a sua capacidade total a fim de respeitar a distância mínima entre os carros, o cinema teve exibições lotadas na última semana de maio.

A iniciativa vem dando resultados e sendo adotada não só por cinemas, mas também por outros estabelecimentos. Um exemplo é o restaurante The Bel Aire Diner, na cidade de Nova York, que colocou uma grande tela em seu estacionamento. Além de exibir filmes, o local oferece comidas para os espectadores durante as sessões.

1 Comentário

  1. Pingback: Embarque na Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *