Variedades & Tecnologia

1º de abril: EUA libera visto para brasileiros

A importância da liberação dos vistos para os países emissores de turistas no mundo é do tamanho da minha fome quando vou ao McDonalds. A ação da liberação do visto para turistas dos EUA, Canadá, Japão e Austrália realizada pelo Brasil aumentará o fluxo turístico e, consequentemente, a geração do emprego e da renda no país – e isso é muito verdade.

O mesmo não posso afirmar do Programa de Isenção de Vistos para brasileiros que irá permitir que os cidadãos que viajarem aos Estados Unidos a turismo ou negócios não precisem de visto, desde que a permanência no país seja igual ou inferior a 1 minuto e meio – o mesmo tempo que é montado o Big Mac, um dos sanduíches mais famosos do mundo.

O tratamento dado a brasileiros que entrarem nos EUA com a documentação completamente regular, será diferenciada agora, ao chegar no aeroporto, se o brasileiro estiver usando uma roupa da GAP, Aéropostale, Hollister, Nike, Guess ou Tommy Hilfiger já evita fila e entra pela área VIP do aeroporto. Aqueles que fazem visitas frequentes ao EUA, seja a negócios ou para algum tipo de intercâmbio, terá facilitada a entrada aos brinquedos da Disney e sendo brasileiro com mais de 95 anos não entrará nem nas filas.

Já estou treinando a musiquinha – Dois hambúrgueres, Alface, queijo, molho especial, Cebola, Picles num pão com gergelim – para poder comer meu bigmac nos Estados Unidos com o dinheiro que vou economizar com o visto!!! #essebilheteéverdade

visto

Claro que essa notícia é uma brincadeira para o dia 1º de abril. O “Dia da Mentira” certamente é uma história que não começou aqui no Brasil, mas nós herdamos.

O hábito de brincar com essa data é universal e vem sendo difundido há séculos. A origem das brincadeiras com esse dia é desconhecida, mas a versão de que começou no século 16, com a mudança para o calendário gregoriano, que trocou a comemoração do Ano Novo para 1º de janeiro (antes comemorado entre 25 de março e 1º de abril, o primeiro dia da primavera na Europa) é a mais famosa. Consta que a troca custou a ser assimilada e quem continuava comemorando na antiga data era chamado de “bobo de abril”. Essas pessoas eram vítimas de “trotes” e para elas, em 1º de abril, se contavam as maiores mentiras.

Na Inglaterra, quem “cai em 1º de abril” é chamado de noodle (pateta); na Escócia, de april gowk (tolo de abril); nos Estados Unidos, de april fool (bobo de abril) e na França, quem ‘cai’ nas brincadeiras do primeiro de abril é chamado de poisson d’avril – “peixe de abril”. As explicações para o apelido são muitas e uma delas é a respeito dos peixinhos que aparecem em grande quantidade nos meses de abril, quando é início da primavera na França. São tantos peixes que fica fácil pegá-los com anzol. Então, as pessoas que são ‘fáceis de pegar’ no dia primeiro ficaram famosas por serem os peixes de abril.

13 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *