Variedades & Tecnologia

Carnaval Animal: Dicas para curtir a folia com o seu pet

O Carnaval é a maior manifestação de cultura popular do planeta. Envolve música, fantasia, alegria, arte, folclore e atrai multidões às ruas das principais cidades do Brasil. É, sem dúvida, uma festa linda de se ver. Mas há quem prefira ver de longe, aproveitando os dias de folga para viajar. E há os que não resistam à folia e corram para a festa.

Pois bem, se você é assumidamente um amante do Carnaval, deve estar em contagem regressiva para cair na festa, né? Mas, e o seu animalzinho de estimação?!

Se você é daqueles que não abrem mão de sair pelas ruas seguindo os blocos carnavalescos com o seu “companheiro peludo” à tiracolo, fique MUITO atento às dicas da Turismo 4 Patas:

– Evite levá-lo aos festejos entre as 10h e 16hs. Esse é o período em que o sol está mais quente e há maior volume de pessoas nas ruas.

– Por falar em volume de pessoas, provavelmente o seu pet estranhe ver tanta gente concentrada. Fique atento à possibilidade do vai-e-vem e a agitação das pessoas alterarem o comportamento do seu animal. Até mesmo os mais dóceis e sociáveis podem se tornar agressivos diante de pessoas estranhas ou animais desconhecidos, numa situação como esta.

– É imprescindível o uso de guia e coleira. Isso te dará um maior controle no caso dele estranhar alguém, brigar com outro cão ou mesmo evitar fugas.

– Não esqueça a plaquinha de identificação, para o caso do seu pet se perder. Ela deve conter, pelo menos, o nome dele e um ou dois números de telefone de contato.

– Cuidado com as altas temperaturas, ainda que você siga a dica dos horários mais adequados, é preciso não descuidar da hidratação do seu amigão. Leve uma garrafinha de água fresca (e faça reposição sempre que necessário) e ofereça com frequência ao animal. Molhar a barriga e as patinhas também ajuda a refrescar. E cuidado com o asfalto quente para não queimar as patinhas, hein?!

– Prefira locais com sombra e, mesmo assim, não se esqueça de passar um protetor solar (próprio para pets) na ponta das orelhas, focinho e barriga, especialmente nos animais de pelagem branca e com pouco pelo.

– Leve em consideração o preparo físico do seu animal. Se, normalmente, ele só caminha algumas quadras durante os passeios, porque fazê-lo andar quilômetros atrás de um trio elétrico ou de um bloquinho??!

– Os animais possuem a audição quatro vezes mais potente do que a audição humana. Por isto, sons altos causam neles um incômodo muito maior e até lesões mais graves. Portanto, nada de seguir colado no carro de som, ok? Pode até usar algodão para proteger ainda mais os ouvidinhos, mas não esqueça de retirar quando voltar para casa.

– E, por último, não menos importante: a fantasia. Para escolher a fantasia do seu cãozinho, conforto deve ser a palavra fundamental. Nada de tecidos grossos, pesados ou longos, que podem incomodar e causar irritação e calor excessivo. A fantasia também não deve limitar ou impedir a movimentação normal do seu pet. Tenha certeza de que ela não está muito apertada no animal. Fique atento a detalhes como botões, laços ou peças que se soltem facilmente. Eles podem ser engolidos e causar sufocamento nos animais ou fazer com que tropecem. Ao colocar a fantasia, observe a reação do seu mascote por um tempinho. Brinque, caminhe e veja se ele se sente a vontade. Qualquer sinal de desconforto, deixe a fantasia de lado e escolha um acessório como laços, bandanas, etc.

– Tenha sempre o telefone do vet para o caso de uma emergência, além é claro, da recomendação de uma clínica que atenda 24 horas. Só para garantir!

– Hoje já existem alguns bloquinhos e festas pet friendly, voltados para o carnaval com os mascotes. Essa pode ser uma melhor opção para curtir com o seu cãozinho. Mas não invalida nenhuma das dicas anteriores, tá?!

Bom, mas se você está no dilema porque é folião desde criancinha mas acha que carnaval não é coisa para animal, existem várias alternativas. Você pode sim, curtir a sua festa e, de preferência, sabendo que o seu bichinho está sendo bem cuidado e se divertindo também, mas de forma adequada à condição dele. Para isso, estão no mercado inúmeras opções creches e hotéis específicos para animais de estimação. Basta dar uma lida nos nossos artigos: Hotéis para Animais e Você vai e ele Fica?”.

Agora, se o Carnaval é um dos feriados mais aguardados para você pegar a estrada com o seu “companheiro de viagens”, pode usar e abusar do nosso Manual do Pet Viajantee da Busca de Hospedagem Pet Friendly.

Seja qual for a sua opção para curtir o Carnaval, o primordial deve ser a segurança e o bem-estar do seu mascote. Certifique-se disso e boa folia para vocês!!!

Larissa Rios, CEO e fundadora da Turismo 4 Patas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *