Cultura & Entretenimento

Rio receberá o “Abaporu” no período das Olimpíadas

Após a obra ser vendida para o argentino Eduardo Costantini, em 1995, e desde então ficar em exposição no museu Malba (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires), a pintura de Tarsila do Amaral passará uns dias no Rio de Janeiro, ficando em exposição no MAR (Museu de Arte do Rio) para ser uma das atrações da cidade durante o período das Olimpíadas.

Já faz mais de cinco anos que a obra esteve em visita ao Brasil. Será a primeira vez do quadro no Rio de Janeiro e a quinta no país desde que ele foi vendido ao argentino.

O MAR fará uma retrospectiva da história da arte brasileira desde o século 18 até os anos 1970 e terá obras de mais 130 artistas brasileiros. Batizada de “A Cor do Brasil”, a pintura de Tarsila, que faz parte do acervo permanente do museu em Buenos Aires desde sua fundação, em 2001, será uma das principais atrações da exposição.

Abaporu

Sobre o Abaporu

Abaporu é uma clássica pintura do modernismo brasileiro, da artista Tarsila do Amaral. O nome da obra é de origem tupi-guarani que significa “homem que come gente” (canibal ou antropófago), uma junção dos termos aba (homem), pora (gente) e ú (comer).

A tela foi pintada por Tarsila em 1928 e oferecida ao seu marido, o escritor Oswald de Andrade. Os elementos que constam da tela, especialmente a inusitada figura, despertaram em Oswald a ideia de criação do Movimento Antropofágico. O Movimento consistia na deglutição da cultura estrangeira, incorporando-a na realidade brasileira para dar origem a uma nova cultura transformada, moderna e representativa da nossa cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *