Negócios & Serviços

Pernambuco teve maior crescimento de visitantes no Nordeste

 

Números apontam para o maior e melhor crescimento no Nordeste

 Recife

Em 2013, segundo a Infraero, o Estado apresentou um crescimento de 3,5% no desembarque de passageiros nacionais e internacionais. Trata-se de um aumento significativo quando comparado aos demais destinos da Região Nordeste, que registraram queda na movimentação: Salvador (-11,80%), Fortaleza (-1,76%) e Natal (-14,27%). Pernambuco recebeu em 2013 mais de cinco milhões de visitantes. Os resultados refletem o trabalho realizado na estruturação e promoção turística efetuado pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).
 
O fluxo de turistas em Pernambuco continua crescendo a uma média de 7% ao ano. “Pernambuco é o estado nordestino com o maior e melhor crescimento. Registramos também um aumento de 9% no número de leitos no Estado. Até a Copa teremos mais 1,7 mil leitos em novos hotéis e ampliações”, pontuou o presidente da Empetur, André Correia. Entre os principais destinos emissores, São Paulo continua na liderança (30%), seguido de Rio de Janeiro (12%), Bahia (8%), Minas Gerais (6%) e Ceará (5%). No mercado internacional, o primeiro lugar fica com os Estados Unidos (14,47%), tendo na sequência Alemanha (13,38%) e Argentina (13,21%).
 
PROMOÇÃO – Em 2013, foram realizadas 85 ações no Brasil e no mundo. Entre os investimentos em promoção turística, destaca-se a Semana de Pernambuco em Nova York. Operadoras de viagem e companhias aéreas foram capacitados e houve ainda show com o cantor André Rio, apresentações com os bonecos gigantes e a participação no Brazilian Day. Outra ação estratégica foi o Workshop Pernambuco é só chegar, composto por apresentação do destino, rodada de negócios e show cultural. Foram visitadas 16 cidades no Brasil e no exterior (Panamá, Estados Unidos e Portugal). O projeto atingiu 3.850 profissionais. Por fim, a Campanha Mais Noronha e o Natal de Gravatá repetiram o sucesso e superaram as expectativas. Em 2013, o desembarque de passageiros no arquipélago foi 6,7% maior que no ano anterior. Enquanto isso, a terceira edição do espetáculo no Agreste pernambucano atraiu 110 mil pessoas para conferir “A Festa de Reis” no Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar. Para este ano, uma boa notícia é que a campanha Mais Noronha com preços mais acessíveis na baixa temporada está confirmada com início em abril.
 
ESTRUTURAÇÃO – A evolução do turismo passa também pela estruturação da atividade. Para facilitar a elaboração de roteiros pelos próprios visitantes, a Empetur lançou ano passado os guias Pernambuco de 1 a 8 dias, disponível também na versão Braille; o Rota da Fé e o Rota Rural. O material é oferecido gratuitamente nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT´s), que receberam 5.208 pessoas em 2013. Em 2014, os turistas poderão contar com a ajuda de novos guias impressos. Ainda este mês será lançado o Rota da Confecção. Outros dois estão previstos para o ano: Rota das Cidades Serranas e do Vale do São Francisco. Ainda como parte da estruturação do turismo, está o projeto Taxista Amigo do Turista. Cerca de 1.000 taxistas receberam ano passado tablets com mais de três mil pontos catalogados com atrativos, meios de hospedagem, opções de entretenimento e informações úteis. 
 
ACESSIBILIDADE – É outra marca que a Empetur tem estimulado. O premiado projeto Praia Sem Barreiras nasceu em 2013 e disponibiliza esteiras de acesso ao mar, cadeiras de rodas anfíbias e profissionais qualificados para o banho assistido em Fernando de Noronha, na praia do Sueste, em Boa Viagem, no Recife, em Porto de Galinhas e Bairro Novo, em Olinda. Capacitações em meios de hospedagem, bares e restaurantes também contribuem para o atendimento a este público. Em 2014, deverá ser implementado em outros destinos. Estão sendo realizados estudos de viabilidade em Tamandaré, Paulista, além de Petrolina e Petrolândia. Além disso, serão adquiridas novas cadeiras de acesso ao mar. “Pretendemos ampliar e levar o projeto para o Sertão. O Instituto Oceanário, importante parceiro que analisa as condições de banho, apresentará um relatório de viabilidade em cada local”, afirma André Correia.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *