Negócios & Serviços

2014: previsões e tendências por Flávio Dino, Presidente da Embratur

 

A convite do Portal Embarque na Viagem, profissionais e políticos compartilham suas visões sobre o que pautará o mercado de turismo no ano que chega, no cenário nacional e internacional.

2014: previsões e tendências por Flávio Dino, Presidente da Embratur

Recorde para o turismo brasileiro

É tempo de comemorar! Em 2013, demos novos e importantes passos no firme caminho que estamos seguindo para alcançar um novo patamar para o turismo brasileiro, que este ano, viveu um episódio histórico. Chegamos ao turista número 6 milhões, marca nunca antes alcançada na história de nosso país.

Mantivemos a marca de crescimento acima da média mundial. No ano passado, por exemplo, crescemos 5% ante 3% da média planetária. Esse êxito é fruto da união de esforços entre as iniciativas pública e privada, que no setor do turismo, precisam caminhar juntas.

A Embratur tem colocado em prática um planejamento estratégico de promoção turística do país, que tem aproveitado a oportunidade proporcionada pelos megaeventos para gerar um ciclo virtuoso no setor. A Copa das Confederações, a Jornada Mundial da Juventude e a Copa do Mundo interessam não apenas pelos turistas que trazem durante sua realização. A exibição desses eventos pela TV, para bilhões de pessoas no mundo todo, garante uma grande exposição que, se for bem trabalhada, vai consolidar turismo brasileiro em um novo patamar.

O crescimento da entrada de turistas estrangeiros representa ganhos econômicos diretos para, pelo menos, 10 milhões de brasileiros que ganham sua vida trabalhando com turismo. Obviamente, o impacto econômico da entrada de dólares por meio do turismo se espraia por vários outros segmentos da sociedade. Para reforçar a importância do mercado de viagens, ressalto que este ano, o país já recebeu 5,6 bilhões de dólares entre janeiro a outubro de 2013, um recorde histórico para o período. Convertido em moeda nacional, esse montante significou uma receita de R$ 12 bilhões para o país – 10,7% a mais que no mesmo período do ano passado.

Para se ter uma ideia do que esses quase R$ 12 bilhões representam para o país, é mais do que entrou em nossa economia por meio de importantes indústrias, como a automobilística, que gerou US$ 4,6 bilhões de janeiro a outubro deste ano. E é muito próximo do valor que ingressou em nossa economia com as exportações do setor de papéis e celulose.

Para 2014, momento em que o mundo olha para o Brasil, a Embratur vai trabalhar por números ainda melhores e os próximos anos serão de mais conquistas, de novos recordes no ingresso de turistas estrangeiros, na entrada de divisas e na realização de eventos internacionais. Para o próximo ano, almejamos finalmente chegar a 7,2 milhões de turistas estrangeiros no Brasil, trampolim para o grande salto à frente que daremos nos próximos quatro anos.

A participação dos empresários, acreditando nos destinos, investindo em seus equipamentos e funcionários, reflete diretamente na capacidade do país em receber bem o turista estrangeiro. Que no ano que se inicia, continuemos a crescer e nos aperfeiçoar, construindo juntos um novo cenário para o turismo brasileiro.

Flávio Dino
Presidente da Embratur – Instituto Brasileiro de Turismo

Brasil-2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *